MENU

terça-feira, 17 de abril de 2012 - 17:56Indústria automobilística

EM DUAS RODAS

SÃO PAULO (deve ser difícil) - A Carmem Spínola mandou o vídeo com exibições da equipe de Euclides Pinheiro, primeiro de Simca, depois de Opala. Incrível a quantidade de gente que ia para as ruas ver essas coisas. Algum blogueiro lembra disso? São de 1965 e 1971.

38 comentários

  1. ML disse:

    Cheguei a participar de um show do Euclides Pinheiro na cidade de Rio das Pedras { acho que este nome nao tenho certeza) Fui junto com um dos pilotos, ele deixava o carro com as duas rodas ainda saia encima do carro com uma bandeirinha do Brasil. Foi muito emocionante !

  2. Querino disse:

    me lembro em cambuquira …………………..

  3. Romeu Nardini disse:

    A “novidade” chegou aqui no Brasil em 1964, quando a Simca apresentou o modelo Tufão do Simca Chambord.
    A Equipe do frances Jean Sunny deu um show espetacular no Autódromo de Interlagos.
    Levou uma multidão ao Autódromo e provocou um congestionamento monstro naquela parte da cidade, lembrando que a marginal Pinheiros ainda não estava totalmente concluida.
    Os acessos ao autódromo eram precarios tambem.
    E a equipe Sunny e a Simca do Brasil levaram o show para outras cidades e Estados.
    O Euclides Pinheiro que era bom corredor e tambem piloto de aviação, se entusiasmou com os franceses e tratou logo de montar uma equipe parecida, fazendo muito sucesso depois, com apresentações em todo o Brasil.
    Se não me engano é do Euclides tambem, o recorde de distancia em duas rodas com uma Kombi, fato considerado por muitos como uma “missão impossível”.

  4. Mozart disse:

    Grande Clidão…. quando o Euclides Pinheiro mudou-se para o Ipiranga, alí na Costa Aguiar, logo fez amizade com a moçada da área, ele com seu filho, o Clidinho.
    O cartão de apresentação que ele mostrou foi o seguinte : apareceu com um Sinca bem curto, isto é, ele encurtou o carro em 60 cents. ( mais ou menos como faziam com os Bugs ) ficando o carro com duas portas. nós estavámos na esquina da sua casa, e havia uma vaga para estacionar onde cabia um carro, sobrando um pouco de espaço.
    Sabe o que ele fez: veio numa certa velocidade, deu um cavalo de pau e encaixou o carro na vaga perfeitamente, sem bater na guia, não precisa nem falar que nós ficamos assombrados. isto foi lá pelo ano de 68/69….por aí….

  5. Álvaro Azevedo disse:

    Sou do tempo do Carlos Cunha do lançamento do Kadett, esse sim eu vi. Ganhei até um adesivo. Mas a pergunta que não quer calar. CADÊ O OPALA DE DUAS FRENTES???

  6. Burn Baby Burn.. disse:

    Muito legal este video, um vídeo pioneiro que estimulou muita gente neste nobre oficio de pilotagem de exibição no Brasil.

    Por falar em exibições de rua quem poderia esquecer do grande Carlos Cunha, um video sugerido após a execução deste postado pelo Flavio mostrou algo bem interessante.

    Igualmente interessante, a filmagem do “Guinnes Book” record do grande Carlos Cunha -que percorreu 218 km em 02 rodas guiando um Chevette no autódromo de interlagos, na década de 80 – http://www.youtube.com/watch?v=ZzAbongqD_c

    Precisa ser muito habilidoso, paciente e determinado para pilotar um carro em duas rodas por tanto tempo.

    O Carlos Cunha é até hoje um craque para a realização deste tipo de eventos

    Show – http://www.youtube.com/watch?v=KnhPsNo4QuI

    Fuiiii

  7. Luiz Paes disse:

    Assisti quando era bem pequeno em Cambuquira MG na festa do ovo deve ter sido entre 1975 e 1979. Eram opalas e chevettes, com um opala com ” duas frentes”. Tempo que Cambuquira ainda atraia o turismo, tinha atrativos e alguma renda… que decadência da cidade…

  8. Ulisses disse:

    Vi o Euclides Pinheiro quando era garoto, duas vezes, em Uberlândia no final dos anos 60.
    Uma vez na Av. Afonso Pena (Centro) e outra no parque de exposições de gado durante uma feira.
    Caraca veinho! Lembro que os Sincas tinham aquele pneu fino, rodas de ferro pretas, eram 3 Sincas nas cores: verde e branco, amarelo e branco, vermelho e branco, tinha um reserva, preto (eu nunca tinha visto um Sinca preto) que ficava estacionado e uma “Jangada”, também da Sinca, novinha que chegou a dar alguns “cavalos de pau”. Meu pai chegou a conversar com o Euclides depois do show, os pneus eram calibrados com 100L …
    No centro de exposições, teve até um número (stunt) de capotamento com um ford velho preto.

    Os caras eram muito bons! Bons “pacas”!
    Se tiver alguém de Uberlândia por aí que tenha alguma foto ….

    Foram dois dias inesquecíveis!

  9. LUCARO disse:

    Belo espetáculo.
    Lembro-me quando ainda criança assistí o Jean show Sunny em Interlagos e depois que o francês foi embora a opção eram os shows com Duílio Ramos que fazia com seu Sinca Chambord de uso pessoal que também era utilizado em provas em Interlagos nas provas por categoria (que saudades das provas de gordinis, sincas, dkw’s, vw1300….) e provas longas em parceria com Euclides Pinheiro que também passou a fazer shows.

    http://hiperfanauto.blogspot.com.br/2010/08/anos-dourados-25-uma-determinada-prova.html

  10. Jose Carlos disse:

    Vi esses caras em Interlagos, eram muito bons, assim como alguns outros que os seguiram, e apesar do público muito próximo, não lembro de acidentes, não precisavem de muita velocidade, e sim de muita técnica, nada a ver com os “shows de manobras” que são feitos por ai, por uns “sem noção”

    • Ulisses disse:

      Concordo José Carlos.
      Também não lembro de nenhum acidente. E era muita gente que ficava nas calçadas assistindo, muita gente mesmo!
      As manobras eram impecáveis, todas a baixa velocidade.
      Algumas vezes eles aumentavam a velocidade e davam longos cavalos de pau escorregando nas 4 rodas, sempre terminando perfeitamente alinhados com o eixo da rua.
      Faziam isso nos locais mais “largos” …
      Comparados com algumas equipes de hoje, eram verdadeiros clássicos e, “eruditos”.

  11. Bira Martins disse:

    Eu vi os Simca com Euclides e sua equipe aqui em Barretos, na rua 32, Era fantástico!
    Vi também (1966) a equipe Willys com os 4 carros inclusive as Berlinetas que faziam shows pelo interior com seus pilotos oficiais, os irmãos Fittipaldi e comandada pelo Greco.

  12. alcides disse:

    Nos anos 80/90 em Interlagos ( ainda sem o S do Senna ) conheci e ajudei um piloto que ia gravar matéria para tv, ( estava fechando contrato com uma montadora ) à calçar a suspensão esquerda de um Chevette, basicamente original, raladinho e cansadinho.
    Como agradecimento pela ajuda, convidou para andar em duas rodas no Chevette no anel externo, Claro que fui. Fez a volta inteira em duas rodas com uma facilidade tremenda, sem capaçete etc etc, batendo papo, contando seu treinamento, as inúmeras vezes que capotou o Aero Willys que usava para treinar etc etc

    A gente era doido mesmo….bons tempos……

    Sempre de Gordini

    Cidão 40HP

  13. regi nat rock disse:

    na frente do pacaembú; em interlagos e em outro lugar aqui em sampa que não recordo onde foi. Teve outras mas não fui. era incrível o que ele fazia em duas rodas. aliás, é dele a maior velocidade em duas rodas (acho) no mundo, assim como a maior distancia percorrida. Foi no Templo.
    a moçada ficava discutindo qual seria o reforço na suspensão para aguentar o tranco.
    não tinha nenhuma, era só na pressão dos pneus e na habillidade – muita.

  14. Enko disse:

    por onde anda o opala de duas frentes que era dele ou do eugênio martins?
    vi muito o carlos cunha fazendo isso em interlagos.
    me parece que o ciro bauman também faz.
    mas tem uma ressalva, todos eles eram ou são profissionais, e o fazem dentro das medidas de segurança, diferente dos mucios da vida que só fazem kgdsas.

  15. Durvaldisko disse:

    Anos sessenta em Porto Alegre. Euclides Pinheiro, apresentou-se uma unica vez, o local ,certamente, autódromo ,não era porque não existia,creio ,que foi na
    via pública, mais conhecida,como rua!

  16. Woody woody disse:

    Jean Sunny, Euclides Pinheiro, Carlos Cunha e outros precisavam usar rampas. Os loucos da Arábia Saudita levantam pesados SUV’s e jipes em duas rodas apenas com golpes de volante, SEM USO DE RAMPA. E fazem-no tanto de um lado como de outro.

  17. Egberto disse:

    FG como é que tu consegue estes videos e estas histórias ??????????? fantasticos

  18. Ricardo Bigliazzi disse:

    Se não me engano vi um show deles em uma Prova da Stock no final dos anos 70 inicio dos 80. Se não me engano houve o show de acrobacias e depois se apresentou uma equipe de motociclistas da Policia Militar, formando a famosa Piramide Humana… todos estavam torcendo para os guardas cairem… e eles cairam mesmo.

    Saudades… iamos na maior moleza… o Meu Meio-Irmão Zé Fernando era sobrinho do Seu Carmine Maida… sempre rolava uma credencial bacana para a Stock… daquelas “transito livre” (nos aureos tempos dos Opalões).

    Imperador

  19. Henrique disse:

    Claro meu! Isto era uma baita duma atração no interior. A gente via e não acreditava!!
    Muito legal estes tempos…

  20. Carmem Spínola disse:

    Eu não era nascida na época, por isso não assisti. Aqui em Natal fizeram uma apresentação nas pistas da Base Aérea.

  21. willian disse:

    Não é da minha época… Mas quando eu era garotinho (início dos anos 1990) meu pai costumava me levar ao Centro de Exposições Imigrantes (em SP) para ver apresentações do Carlos Cunha com carros da GM (cheguei a andar de Kadett em duas rodas) e do Steves com modelos da VW..

    Bons tempos!

  22. Roberto Fróes disse:

    Quem primeiro fez isso por aqui foi o Jean Sonny, com carros da Simca.
    Andou pelo Brasil inteiro.
    E passou vergonha no Recife, pois um dos espectadores viu, gostou e imitou na hora, com um Gordini. É possível que alguém daqui tenha visto isso.
    E eu conheço o artista…

    • Ulisses disse:

      Sensacional!
      Mande aí foto e o nome do “cara” veinho!
      Coisa do tipo aconteceu no Salão Aeroespacial de São José dos Campos em 1976.
      Os Thunderbirds americanos com seus Phanton F4 fizeram um puta show, todo mundo babou!
      Em seguida veio o Cel. Braga com a Esquadrilha da Fumaça Brasileira e seus T6 da segunda guerra mundial. Fizeram tudo igual com algumas manobras a mais e alguns razantes de aparar a grama …… rsrsrssss
      Essas “coisas” precisam ficar documentadas!

  23. Diego Nuvo disse:

    Este vídeo me fez lembrar de um post antigo. É este aqui: http://flaviogomes.warmup.com.br/2011/02/o-fim-do-automovel/

    Devem ser os ídolos do Grande Múcio.

  24. Edward Fernandes disse:

    Flavio,

    Eu assiti algumas vezes em Goiânia, sensacional.

    Abraços

    Edward

  25. Carlos Cwb disse:

    Essa é do meu tempo…
    Assisti uma vez em Interlagos, antes de uma corrida.

  26. Valter Franco disse:

    Nada diferente das barbaridades que vimos nos dias de hoje, muito gente sem proteção nenhuma nas calçadas. A irresponsabilidade não é de hoje….

  27. Como não! Na praça, em frente ao Museu do Ipiranga. Mas só lembro das Opaleras!

  28. Daniel Fideli disse:

    Flavio olha essa coleção de miniaturas de carros antigos brasileiros que será lançada pela editora Planeta DeAgostini: http://www.planetadeagostini.com.br/colecionavel/carros-inesqueciveis-do-brasil.html

    Lembrei de vc por causa do DKW !

  29. RL disse:

    Muito legal. Coincidentemente minha família adquiriu no bairro do Ipiranga uma casa que era do Sr. Euclides Pinheiro. Inclusive no portão de ferro existem ainda as iniciais EP. Tenho alguns posters bem legais lá dele fazendo as acrobacias. Havia também na parede da sala uma pintura bem bacana do próprio Euclides, de uma Ferrari de F1 antiga, mas estava deteriorada sendo assim decidimos não mantê-la. FG, se quiser algum poster posso ver se me autorizam a te enviar um. Abraço a todos.

  30. greyhound disse:

    Eu vi. No Aterro do Flamengo. Sensacional !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>