MENU

quarta-feira, 24 de setembro de 2014 - 19:48Fusca & cia.

FUSCA DO DIA

SÃO PAULO (história linda) – São ótimos os vídeos do Webmotors. Este aqui conta a belíssima história de um Fusca 1965 com volante do lado direito. Me passaram pelo Facebook. Pertence ao sr. Abrahão, que ganhou do pai em 1967, vendeu em 1968 por uma ótima razão, e dez anos depois ele voltou. Leiam. É demais.

13 comentários

  1. Fernando Parlangeli disse:

    Sensacional história……realmente é de emocionar. Parabéns Dr. Abrahão, que conserve essa relíquia por muitos e muitos anos.

  2. Abrahão disse:

    Meu agradecimento ao Flávio Gomes pela postagem e pelas palavras de elogio à minha história.
    Garanto que foi espontânea e verdadeira, e sem compromissos. Confesso que fiquei até um pouco envergonhado, mas, fui sincero em cada palavra.
    Obrigado e grande abraço !

  3. Abrahão disse:

    Veja minha resposta ao Jason para corrigir uma informação.
    Obrigado a todos pelas palavras de elogio e carinho.
    Aceito de bom grado a todas as críticas pertinentes a minha ´história, somente assim poderei fazer as devidas correções e mal entendidos.
    Abraço em todos

  4. Rafael Rego BH disse:

    Muito legal! Fusca lindao.

  5. Thiago disse:

    Apaixonado por carro é isso.

  6. carlos lima disse:

    Muito legal, uma história incrível. Bravo!

  7. Reinaldo bascchera disse:

    Esse Fusca é muito legal, ele já foi matéria da Fusca e Cia, onde a história que ele conta no vídeo também é contada na revista. Também já o vi algumas vezes em eventos de carros antigos. Show de bola o carro e a história!

  8. Jason Vôngoli disse:

    Muito legal – linda a história.
    O dr. Abrahão só se embanana na hora de contar como esse Fusca RWD veio parar no Brasil.
    Primeiro ele fala de um cônsul americano “praticamente foragido do regime apartheid” – mas sabemos que os EUA e a África do Sul mantinham ótimas relações nos anos 60.
    Depois, dr. Abrahão conta que o Fusca veio com placa de Moçambique e que, por isso, “não tinha motivo para ter o volante do lado de cá se não viesse da África do Sul”.
    Aí é que está: apesar de ter sido colônia portuguesa, Moçambique usa direção à direita.
    Fora isso, adorei! Parabéns! Desejo que o dr. Abrahão continue a dirigir seu Fusca por muitos e muitos anos.

    • Abrahão disse:

      Caro Jason,
      Sobre Moçambique e a mão de direção sua informação confere, na entrevista me expressei errado, obrigado pela correção.
      Queria dizer que, por ser colônia portuguesa não havia motivo para ter a mão de direção ao contrario (mão inglesa).
      Sobre a relação USA X África do Sul, isso confere, mas no Regime Apartheid a minoria branca é que ditava as regras, e esse Consul americano era “negro”, e foi advertido de uma possível emboscada que sofreria e imediatamente os USA o transferiu para o Brasil com a roupa do corpo, pois ele se encontrava na África do Sul para algum evento. (minha fonte de informação é baseada apenas na minha pesquisa da época da compra).
      Foi tudo o que consegui de informação quando fui examinar o carrinho antes de dar o lance. Tentei certa época, um levantamento de informações oficiais junto ao consulado americano, mas me informaram que não havia documentação disponível daquela época..
      Vivendo e aprendendo. Carro também é cultura, valeu Jason.
      Abrahão

  9. Coisinha disse:

    Linda estoria….e o sr. Abrahão é emotivo como eu :-)

  10. João Paulo Toledo Piza disse:

    Você pegou no seu Facebook , se foi coloquei lá, historia linda mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>