MENU

segunda-feira, 1 de setembro de 2014 - 1:35Stock Car

NA ESTOQUE

SÃO PAULO (mas breve, mesmo!) – Não tinha o canal a cabo que passa a Estoque no meu hotel em Poços, então tudo que sei é o que li. Muita chuva na primeira corrida de Curitiba, gente rodando e batendo, bandeira vermelha, vitória de Daniel Serra com metade da pontuação, depois de apenas 11 voltas. Na segunda prova, esta completa, ainda com pista muito molhada, Ricardo Maurício ganhou. Barrichello fez um sétimo e um segundo no fim de semana. Átila Abreu (quarto e oitavo) segue líder do campeonato, com 119,5 pontos. Rubens é o segundo, com 113, seguido por Sérgio Jimenez, com 109. A próxima prova acontece no Velopark no dia 14 de setembro, de novo com rodada dupla. Viram a corrida? O que acharam?

ricardinhonachuva

10 comentários

  1. Marcelo #49 disse:

    Concordo com o Ricardo Sarmento… os pilotos falavam no rádio que não podiam permitir a largada, que seria um suicídio e etc.
    Alem da nenhuma visibilidade pelo embaçamento mesmo com para brisa de vidro c anti embaçante térmico, muitos limpadores nao resistiam a pressão da velocidade e paravam de funcionar, vários ainda caíram.. Foi patético.
    Vale ressaltar que esse carro naturalmente já tem uma visibilidade terrível.

  2. Celio Ferreira disse:

    Correr com aquela chuva , é uma insanidade, mas quem manda é os
    diretores que nunca pilotaram nada então ta bom ,
    ( Observação baseado na entrevista de Chico Serra )

  3. Fernando Lima disse:

    Até tem apresentado corridas boas, na medida do possível…além do mais, para quem acompanha a categoria há alguns anos, ver um nome que não seja Cacá Bueno vencendo e tendo destaque nas transmissões do “canal campeão” já é um atrativo. Mas a “estoque” não pode se agarrar a este formato horroroso de rodadas duplas…O formato mais bem-sucedido que já vi foi para uma corrida esporádica do campeonato, a “corrida do milhão” de 2011 – aquela com a participação do Jackes Villenewve, que teve duração de 70 minutos, muitas estratégias e disputas na pista.
    Se é para manter o formato de rodadas duplas, o melhor era o do finado GT Brasil, com corrida 1 no sábado e corrida 2 no domingo…ambas com 60 minutos.

  4. Ricardo Sarmento disse:

    Detestei. Ficaram cozinhando por algumas voltas na 1ª corrida, fazendo procissão, em ver de parar logo tudo e abortar a largada. Os carros andaram muito mais tempo atrás do Safety Car do que em bandeira verde, foi uma palhaçada. Custava abortar a largada e voltar todo mundo pro grid, e esperar condições melhores? Numa corrida de 40 min não se pode desperdiçar muito tempo.

    E na corrida curta, pior ainda. Praticamente a metade da corrida em bandeira amarela, um saco. esse foi um fim de semana para esquecer, em relação a Stock.

    E não é que o Rubinho tá pegando a mão do Stock, vulgo Leite Glória? Minha torcida já é dele.

  5. Sil C San disse:

    Não entendo bem qual é a da Stock, carros que parecem tanques de guerra, não servem pra andar na chuva, entra água por todo lado, vidros embaçados…Direção da prova confusa, pilotos putos e pontos pela metade. Pra mim uma categoria que precisa de botão de ultrapassagem deixou de ser corrida de verdade.

  6. Correa disse:

    Na minha opinião não houve corrida.
    Quase gastei pra ir lá. Iria me molhar, piorar minha gripe eterna e ainda não ver corrida nenhuma, só gente discutindo se iria correr ou não.

  7. Natanael Felipe Rhoden disse:

    Honestamente, ou a Stock resolve os problemas de visibilidade de seus carros em caso de chuva, ou, simplesmente, não corra nessas condições. Coloque no regulamento isso. Concordo que a chuva aumentou muito na primeira corrida, mas já com o safety-car antes da verde, os pilotos já reclamavam que não viam nada. E, nas imagens on board, realmente, não se via nada. Mas o que mais me causa estranheza, é que, em uma das entrevistas, o diretor de prova, disse que poderia esperar até o final da luz natural para que as condições melhorassem, então por que declararam a primeira prova encerrada restando 13min e 31s mais uma volta e já foram para a corrida 2? Aliás corrida de 20min mais uma volta, onde os primeiros 5min foram consumidas em voltas atrás do safety-car. Eu que vi pela TV já fiquei enfurecido por ter visto no máximo 10 voltas em bandeira verde, imagina quem foi ao autódromo

  8. Fabio Amparo disse:

    Olha o Barrichello correndo por fora hein….

  9. Antonio disse:

    Ainda bem que não fui. Além de escapar da gripe, que com certeza pegaria, assistiria no máximo umas 10 voltas com bandeira verde. O Diretor de Provas deveria ter adiado a largada, ao invés de ficar rodando com o pace-car e fila indiana. Na segunda corrida, pouco mudou. Paciência, foi muita água mesmo ontem aqui em Curitiba.

  10. Marcos Fidelis disse:

    Menção honrosa para o Sportv. Graças à disponibilidade do Sportv 3 fizeram transmissão ininterrupta apesar da demora e da incerteza do reinício da prova. Algo raro em se tratando em transmissão de automobilismo no Brasil. E o repórter de pista é meio chato mas trabalhou bastante.

    O que eu não entendi, em se tratando na “categoria rainha” do país e onde está envolvido o maior orçamento e melhor tecnologia disponível, a ignorância da turma com relação ao uso de produtos antiembaçantes no interior dos carros. Parece que poucas equipes estavam usando os produtos que há 10 anos atrás já usávamos nas corridas regionais de turismo. Comprados até em supermercado. Para repelir água no parabrisa e outro produto para evitar o embaçamento interno. Funciona bem prá caramba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>