MENU

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015 - 21:36F-1

CALMA, BETH

SÃO PAULO (é muito alta?) – Ron Dennis não tem pressa. Poderia estar subindo pelas paredes depois do fiasco que foram os testes da McLaren em Jerez, mas o homem é outro. Mais velho, tranquilo, mandou ver na filosofia. “Você não espera estar no cume no dia em que começa a escalar uma montanha”, disse, no melhor estilo Mestre para Gafanhoto.

Claro que é cedo para avaliar a parceria McLaren-Honda. Mas é claro, também, que se esperava um pouco mais nos quatro primeiros dias de atividade. É difícil, verdade, porque os motores atuais da F-1 não são apenas motores. São uma bobagem pretensiosa, falsa tecnologia, um modelo desnecessário que será esquecido assim que sair de cena, e não será reproduzido em carro nenhum. Se os motores fossem apenas motores, a Honda não teria tanta dificuldade. E a F-1 seria melhor.

Mesmo assim, esperava-se mais. Vamos ver até onde Ron aguenta essa escalada.

44 comentários

  1. LUZ PRATA disse:

    Bom dia Gomes e galera.

    Carro e Piloto quando sao Bons…mostram sua performance logo de Cara !

    A Mclarem/Honda se mostrou um Desastre Pokemoniko…hahahahahaharrrsss

    Sou Totalmente a Favor da Tecnologia Hibrida…e so melhorar o Barulho ainda +…

    Alonso vai comecar a dar Xiliques logo…logo…ele nao vai se comformar em tomar PAU GERAL..largar nas Ultimas filas do grid…depois nem completar as carreras por quebrar seu equipamento Pokemoniko.. Hahahahahahaharsss….ele que ja reclamava de andar de 147/turbo/hibrido…e agora ? valeu.

  2. Araçatubano disse:

    “Bobagem’? Os carros elétricos mais rápidos são imbatíveis no 0-100 km/h, o Grimsel faz de 0 a 100 km/h em 1,7 segundos! Sabe quando um carro a combustão vai fazer um tempo desses? Nunca! O mais próximo foi 1.9 segundos, na época dos turbo dos anos 80, um Fórmula 1 atual leva 2,6 segundos para chegar a 100 km/h.

    E existem vários carros elétricos ‘de rua’ que fazem os mesmos 0 a 100 km/h abaixo dos 4 segundos, mais rápidos do que Porsches e muitos outros esportivos.

    O novo Acura NSX virá equipado com KERS e o Toyota prius é o mais vendido no Japão há vários anos. É uma tecnologia que veio para ficar, dos carros mais populares aos mais esportivos.

  3. Alfredo disse:

    As pessoas deveriam deixa o corpo envelhecer e manter a mente jovem. Quem sabe pra quem mora no Brasil essa tecnologia toda seja “desnecessária”, acreditem um dia chega aí também. Partindo desse principio teríamos V12 com carburadores, freios a tambor e câmbio manual.
    A Volvo já usa motores turbos em todos os seus carros há muito tempo. Hoje TODAS as montadoras nos Estados Unidos tem modelos híbridos em suas linhas. já existem companhias como a Tesla que só tem carros elétricos em seu naipe, Cada vês mais, fábricas optam por carros com menos cilindros.
    Interessante é o sujeito subir mas tamancas se ver alguém jogar um papel de bala no chão e se achar no direito de ter como divertimento uma trolha de 10 cilindros queimando petróleo desenfreadamente.
    F1 é tecnologia, vanguarda, ideias.

  4. José Brabham disse:

    Eu gosto da filosofia dos atuais motores. Só precisam ter som alto.

  5. Gustavo disse:

    Já tem carro 2012, usado, por 85 mil, com Kers. Outras tecnologias que envolvem motores, e em relação ao turbo e aproveitamento de energias extra combustão, já estão presentes nos carros. Devemos reverenciar, conservar, mas não se vive só de passado e presente, avante.

  6. André Fonseca disse:

    Seja com motor v12 ou a pilha, o que importa são corridas com pegas de verdade!!!

    Quanto ao Alonso, agora sim dá pra voltar a criar alguma expectativa na pilotagem, enquanto estava no lixo da Ferrari só dava pra torcer para o carro quebrar logo, antes que venha mais alguma ordem da equipe…

    Tenho pena do Vettel e do Kimi…

    • Daniel disse:

      Eu tenho pena de você André Fonseca, por chamar a equipe mais vitoriosa de lixo. A inveja é uma merda!!!

      • André Fonseca disse:

        Vitórias conseguidas a todo custo, indo contra o princípio básico do esporte que é a competição???

        Se vc apoia isso, obrigado por ter pena de mim!!!

      • Asca_ri disse:

        É isso ae Daniel. A única a participar de todas as edições, lutou contra um grid inteiro de Ford-Cosworth em épocas passadas, que vem BMW, Mercedes, Honda, Toyota, Renault irem e voltarem, ou seja, abandonarem o barco quando bem entendem, que vê outras montadoras ou fabricantes de super esportivos desdenharem como uma raposa da categoria top do automobilismo. E que proporcionou sim, pelo menos dois carros aptos a ganharem o título para o senhor Fernando Alonso Diaz, e que deixou toda a sua equipe ao seu dispor para fazê-la um time campeão, quase sob sua coordenação, e mesmo assim, nada.

      • André Fonseca disse:

        E quantos desses títulos foram conquistados indo contra o princípio básico do esporte, que é a competição???

        Essa equipe é um câncer no esporte!!!

  7. Ulisses disse:

    É muito cedo para achismos, mas acho que o carro pode ter nascido errado.
    Tomara que não.
    Testes pré temporada não significam muito, mas, geralmente, carros que apresentam bom desempenho nesses testes, entram no campeonato andando bem!

  8. Mauro Oliveira disse:

    Flávio, não me lembro quem disse, Talvez seja você, mas uma vez alguém disse que toda essa coisa de motores com kers e tudo mais é besteira se pensarmos puramente na mensagem e no meio ambiente.

    Essa pessoa disse:

    “A quantidade de combustível gasta em um fim de semana de F1 é muito menor por exemplo do que a quantidade gasta pelas pessoas para chegar até o autódromo de carro.”

  9. John Player disse:

    A verdade é que nem a McLaren estará tão ruim assim e nem a Sauber estará tão boa assim nas primeiras corridas do campeonato.
    O que enche o saco é o povo que desde 1994 fica murmurando que a F1 está “sem graça”.

    • Ulisses disse:

      … “sem graça”, há sempre controvérsias, afinal, F1 é sempre F1, mas que poderia estar muito melhor, sem as asas móveis, o excesso de punições, autódromos novos (esses sim muito “sem graça”!), e principalmente em relação aos carros, disso não há dúvidas!

  10. Winston disse:

    A pergunta que tenho me feito sobre esses motores é se aceitaria na F1 algo parecido com o que é feito na Nascar, onde a tecnologia é quase zero(ou bastante ultrapassada) e a as corridas são um show.
    Mas acho essas unidades uma merda.
    Gostava mesmo era quando cada um fazia o seu motor do jeito que achava melhor, em 94 o FORD da Benneton era V8, o Renault era V10 e o Ferrari era V12. cada um com sua tecnologia e a configuração que achava melhor e a rotação que seus matérias aguentava.
    Mas o mundo evoluiu e ficou uma merda, igual esses Unidades de Potencia!!!

  11. José Angelo disse:

    Todo mundo esperando a nova era “McLaren-Honda” como se fosse certeza de sucesso apenas pelo passado (20/25 anos estamos falando).

    McLaren: Último ano a fazer um chassi decente -> 2012
    Honda: Último ano a ter um motor decente -> 2005
    Alonso: Último título -> 2006 (claro que sempre foi bom piloto, mas a cada ano a pressão aumenta pela falta de títulos).

    Não vamos esquecer que a Honda nos anos de Barrichello foi um fiasco, a McLaren tão grande e poderosa não consegue nem um patrocinador master, Ron Dennis voltou e não conseguiu nada melhor que Whittmarsh, Alonso como falei está hà muito tempo sem conquistar um título. Tudo isso somado à dificuldade de adaptação e desenvolvimento das novas “unidades de força” me fazem duvidar muito de sucesso a curto e quem sabe até médio prazo. Quando der certo (se der certo) provavelmente Alonso e Button estarão em vias de se aposentar. Não vejo um futuro muito brilhante pra McLaren…

  12. Já que estamos tratando de f1 não entendo porque esse tal grupo de estratégia da fia que tá + pra estratégia nenhuma decidiu vetar a ideia do tio Bernie de combinar equipes com motores v8 aspirados de fazerem parte do mundial de f1 se bem me lembro na era turbo existia sim um campeonato a parte para os aspirados acho que em 1986 chamou – se taça Colin Chapman seria uma alternativa para equipes que não queiram se aventurar nessa nova tecnologia toda que é muito mais cara lembro de alguns casos de equipes aspiradas lógico que em pistas travadas chegavam até na frente dos turbos por terem que diminuir o ritmo para não ficarem a pé nos finais das provas só não concordo com as equipes usarem o chassi red bull 2013 acho que elas propiás devem construir os chassis assim como nada de usarem motores mecachrome do pilantra do Briatore mais sim buscarem montadoras como Ford, GM, Ferrari e etc em meio a detonação e a crise que a f1 se encontra acho que seria sim viável para o bem do espetáculo e abriria novas vagas para jovens promessas que já buscam outras alternativas por não terem vagas na f1 oque os amigos acham da ideia?

  13. Ricardo Bigliazzi disse:

    Coitadinho do Idiota do Alonso… SQN!

  14. Chupez Alonso disse:

    Vai ser interessante o Sonegando Impostonso chegar todo feliz nos boxes após marcar 1 ponto pela 10ª posição e o Ron Dennis olhar pra ele e falar:

    - Só o cume interessa.

  15. Chupez Alonso disse:

    Quanto pior a McLata, melhor.

    Só lamento pelo Button.

  16. Allez Alonso! disse:

    Frase de efeito, Alonso já está levando a paz e sabedoria do samurai para o time de Woking.
    Eu gosto dos motores, kers e turbo são duas combinações legais, motor turbo é mil vezes melhor que aspirado e o mgu H evita o turbo lag. Esses motores são o futuro, por isso as montadoras batem o pé, se voltarem os v8, elas saem e teremos motores barulhentos da cosworth da década retrasada, mas rebatizados. Não vi nenhum piloto bom reclamando dos motores, só o segundo da Redbull, ano passado.. Na ferrari, Vettel vai começar a pesar melhor as palavras…

  17. Marcos disse:

    Em carro nenhum ?

    Prius, Fusion Hybrid,
    Porsche 918, LaFerrari e McLaren P1, salvo engano, usam quase a mesma tecnologia, não ?

  18. Bruno Cardoso disse:

    Motores, carros, pilotos, autódromos, regulamento….
    A F1 nunca esteve tão sem graça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>