MENU

segunda-feira, 27 de abril de 2015 - 12:05F-1

E CONCORDO…

SÃO PAULO (ele fala mesmo) – Jacques Villeneuve deu uma entrevista à imprensa espanhola e cravou: Alonso cometeu um grande erro ao sair da Ferrari, poderia ser campeão em Maranello se tivesse um pouco de paciência e, na McLaren, corre o risco de nunca mais ganhar títulos e nem corridas.

Nesta F-1 complexa e cheia de trique-trique, tendo a concordar com Jacques, porque ninguém chega chegando. O projeto da Honda é de longo prazo, e já se viu que a paciência de Fernandinho não é das maiores, e ele não é nenhum garoto.

Vamos ver como a McLaren termina o ano, porém. Se chegar a andar coisa de 1s por volta atrás da Mercedes, pode sonhar com algo no ano que vem.

92 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    Alonso, na minha opinião, gastou o estoque de escolhas erradas. Agora é contar tempo na McLata e depois correr… para a aposentadoria.

    Uma pena. As temporadas divertidas vão acabar.

  2. Fernando Pessoinha disse:

    “… tendo a concordar com Jacques, porque ninguém chega chegando… ”

    Mentira. O Maurizio chegou. E bem.

  3. Pedro disse:

    Concordo com ele.
    (Flávio, vi no site nova aparição do Max Mosley sugerindo teto orçamentário com liberdade aerodinâmica para quem o adotar. Haverá um post especifico em seu blog para essa notícia? Gostei muito do “Olhem para trás”.)

  4. Mello disse:

    Ó quem fala! Villeneuve saiu da Williams para a BAR, para depois ficar rodando por aí, à toa.

  5. André disse:

    Não. Provavelmente a Ferrari não daria esse salto tão grande, se mudasse todo o resto, exceto o piloto. Já não existia mais clima na Ferrari para Alonso.

    Ele tentou o mesmo que Vettel, mas deu azar. Talvez, por enquanto…

  6. Brabham-5 disse:

    NÃO HAVIA CLIMA PARA ALONSO NA FERRARI.
    Quantas vezes já foi dito isso e ainda não entendem porque o cara saiu de lá.
    Ele tentou o mesmo que Vettel tentou ao sair da RBR.
    Vettel também não estava satisfeito na RBR.
    Se a Ferrari estivesse o bagaço que a McLaren está hoje, e Alonso pegasse uma McLaren em progresso com a Ferrari está hoje (pegou 90% das pessoas de surpresa, vamos lembrar), esse zé ruela do Villeneuve estaria criticando o Vettel por não continuar na RBR, não o Alonso.
    Eu acho que valorizam demais o que diz esse RABUGENTO. Falar agora é fácil. Criticar é mais fácil que pilotar. Isso qualquer um faz.
    O que o Jacques Villeneuve dizia da Ferrari ano passado?
    Por favor né?

  7. Luiz G disse:

    Alonso tem a mais triste história pós-título que eu já vi!!! (ou seja, de 1981 pra cá).
    Ele supera Piquet, que após o tri-campeonato só conseguiu 3 vitórias sangradas pela Benetton e acabou sendo demitido….fim muito triste pra um tremendo tri-campeão.
    Mas Alonso supera com suas marés de escolhas azaradas….Lembra o pobre Carlos Reutmann…
    (E claro, não pode colocar o Senna na comparação, que morreu no auge :P )

    • Brabham-5 disse:

      O Senna? Aquele que nos 2 últimos anos de vida morria mais de medo de ser superado pelo Schumacher do que da morte?
      Ah tá.
      Quer falar do fim da carreira do Piquet e dele na Benneton? Pois é, uma das últimas vitorias dele na Benetton foi na Austrália, se não me engano, numa corrida que largou “lá de trás”, afinal não tinha uma McLAREN OU FERRARI nas mãos, mas veio passando um por um Prost, Berger, Mansell e quando chegou na vez de alcançar o “fenomenal” Senna, esse daí passou reto numa curva e se chocou com os pneus.
      Vitória SENSACIONAL de Piquet.
      Sei lá. Deve ser dificil vencer mais de 3 corridas num campeonato que só tinham 2 equipes/carros com chance de vitória, McLaren e Ferrari. (E não lembro de ninguém reclamado disso naquela época, não aqui no Brasil)
      Mas quando o TALENTO teve chance, as coisas foram colocadas em seu devido lugar. Mesmo que tenham sido em apenas 3 corridas.

      https://www.youtube.com/watch?v=d4wc5ME0P-k

  8. Bruno disse:

    Ganhar corridas o Alonso também conseguiu na Ferrari, o grande objetivo dele e ser campeão, ate porque, ser o melhor do resto apos a Mercedes e no caso dele na Ferrari apos a Red Bull não lhe interessava mais. A decisão só realmente vai se mostrar equivocada se a Ferrari ganhar o titulo, o que parece bem improvável.

  9. Fernando disse:

    Desafio alguém a me mostrar o Alonso fazendo algo parecido com isso:

    https://www.youtube.com/watch?v=jJJZBgNK7FA

    Ser taxado de mal caráter fora da pista é uma coisa, dentro é outra completamente diferente.

    • FRANCÊS disse:

      Alonso levou um pé na bunda isso sim, pois apesar de seu incrível talento, é um cara muito chato e encrenqueiro, que estava criando um clima ruim demais dentro da Ferrari. O Vettel já correu 2014 como segundo piloto na Red Bull, 2014 foi apenas cumprir protocolo, tanto RBR quanto Ferrari já sabiam da mudança. As coisas não acontecem de uma hora para outra assim, no circulo milionário na F1. E Brasileiro precisa entender que Europeu planeja tudo bem antes. A Red Bull já sabia, Vettel já estava com pé na Ferrari desde início de 2014. E o Alonso levou um pé na bunda (bota italiana de couro macio)……………….

      • Francisco disse:

        Isso que você escreveu é mentira. E de uma ignorância sem tamanho. Você é retardado!

      • Allez Alonso! disse:

        Kkkkk, esse é o sonho dos torcedores do alemão fake. Explica a péssima temporada do Vettel em 2014. Mas não explica Alonso andando na frente do Kimi o ano todo. Ou Kimi andou com o carro 15kg mais pesado o ano todo?
        Qual será a desculpa com Kimi andando na frente do Vettel?

    • RIPex Alonso disse:

      E o Nelsinho bateu onde? Na praia!?

      Mas tens razão:

      Viceonso é o 2º maior picareta da história da F1, só atrás do Schumacher.

      Nem nisso o Amonso ganha.

      Ô sina!

      • Allez Alonso! disse:

        Alonso nunca foi penalizado pela FIA. Então, chupe essa otario.
        Eu prefiro ficar com a versão da Fia que a do Alfredo Chupez, Zé ninguém que foi pros eua via México assentar carpete e nem inglês fala.
        Deve achar que me meu nome é Allezandro e acha que me sinto ofendido com o trocadilho de “allezjado”. Vou dar uma dica, é uma palavra em francês…
        Vá estudar, mentecapto, quem ri por último sou eu. Rio da sua ignorância.

      • Alonsete Turbinada disse:

        Seu nome é Francisco Meireles, fã número 1 de Alonso no Brasil.

      • Allez Alonso! disse:

        Isso mesmo, jênio. E ao contrário da maioria dos trolls como você e o Chupez, fui kartista e acelero pra caralho:
        http://youtu.be/ABuML6kl-C8
        Várias técnicas de pilotagem, chupa!

      • Paulo Pinto disse:

        Está explicado porque você torce pelo espanhol. Ah, sim! Quanto você pagou para a galera encarar essa “aventura” com você “dirigindo”? Gastou toda a mesada?

  10. Fernando disse:

    Vamos esquecer um pouco os pilotos e olhar para os times e o potencial de cada um.
    Alonso jamais imaginaria que a Ferrari daria este salto, se achasse que isso ia acontecer teria ficado, mas depois de 05 anos pastando no segundo lugar mais alto do pódio (pra ele e pra piloto nenhum isso interessa) encheu o saco. Foi pelo dinheiro? Depois de tanto dinheiro que já ganhou na vida entre salários, patrocínios e outras coisas, acham mesmo que foi o dinheiro que o fez sair da Ferrari para a Mclaren?

    O que acontece é que a Mclaren retornou uma parceria com a Honda e esses motores são tão complexos que até a agora a Renault não se acertou, pelo contrário, piorou do ano passado para cá. A Ferrari acertou bem a mão no motor mas o carro também é muito bem construído pelo competente Allison e sua equipe.

    De verdade mesmo, a equipe com mais chances de entrar num hiato de títulos é a RBR. A Mercedes, enquanto este regulamento estiver em vigência será a equipe a ser batida pois o carro nasceu muito bem e o motor é de longe o melhor, só por uma cagada muito grande eles vão cair de qualidade.
    A Ferrari se continuar assim, já disputa título no próximo ano. Conseguiram dar um carro que casou bem com o estilo de Vettel e Kimi.

    Já a Mclaren tem um tempo pela frente para desenvolvimento. O maior problema e ao mesmo tempo vantagem é que os japoneses são viciados por qualidade porém isso pode causar demoras e na F1 isso é fatal. Mesmo assim, contando com o engenheiro que trabalhou anos com Newey e a Honda entregando um motor minimamente decente para 2016, aí já acho que a Mclaren vai disputar o posto de 3 e até mesmo a 2 força do grid. Piloto eles tem, o carro é bem nascido aerodinamicamente, só falta melhorar o motor.

    O GP de Mônaco vai nos dizer muita coisa sobre este carro.

  11. Ron disse:

    Grande novidade.
    Se me lembro bem, muita gente aqui no blog havia levantado esta hipótese no ano passado (quando já se ouviam rumores) dele sair da Ferrari, o carro da McLaren ser uma “bomba”, a Ferrari melhorar, ele ficar absurdamente frustrado, largar a F1 ou até encerrar a carreira.
    Fazer o quê? Apostou errado e perdeu.
    Agora é paciência (de novo!) para ver se sai algo de bom.

  12. RIPez Alonso disse:

    Qualquer castigo pro Picaretonso é pouco!

    O melhor piloto mais ultrapassado de todos os tempos!!!

    Chupa Allonzo!

    Allez Jado!

    #EuRioDoÚltimo!!!

  13. Giovanni disse:

    O carro da McLaren é bom, o problema é que o motor da Honda está bizarramente ruim. A Mercedes sem asa é mais rápida que a McLaren com DRS ligado. Uns 80HP de diferença, que provoca uma desvantagem de 1s a 1,5s, só de motor. Isso aponta que o carro é no máximo 1s mais lento que o carro da Mercedes, o suficiente pra quando liberarem a potência do motor, poder brigar com a Williams.

    A prova disso é que não há desespero na equipe. O que há é ansiedade em deixar o motor confiável o mais rápido possível pra liberar a potência plena.

  14. Edgard disse:

    Mas, pelo que me lembro, foi a Ferrari que não o quis mais, pois fecharam com o Vettel antes mesmo de decidir o futuro do espanhol…

  15. José Pereira disse:

    a limitação da honda é que a engessaram né…essa medida de qde de fichas pra alterar o motor…então pra esse ano realmente esquece…mas pra mim é a que tem mais potencial pra ameaçar a mercedes e pro ano que vem pode vir forte…até porque lembrem-se que a mclaren correu um ano de motor mercedes já de contrato assinado com a honda…ou seja….foi o ano inteiro passando dados de telemetria pra honda…devem ter desmontado o motor inteiro pra estudá-lo

  16. Rodrigo disse:

    Eu ainda acho que a McLaren chega junto da Ferrari no final da Temporada.
    Como disse o próprio Alonso, o que vale é estar ganhando em novembro.

  17. joel lima disse:

    O erro de Alonso foi sair da McLaren em 2007. Tudo começou quando ele se achou injustiçado pelo tratamento que a equipe dava ao então estreante Hamilton. E o ponto máximo dessa raiva foi ele, pelo que tudo indica, ter revelado a espionagem que a McLaren fez na Ferrari – o que custou todos os pontos do campeonato de construtores da equipe inglesa. Ele deveria ter agido como o Piquet, quando na Williams.Em 86, ele viu que a equipe era toda do Mansell ( equipe inglesa, piloto inglês e jejum desde 76, com James Hunt). Em 87, o malandro do Piquet deu o troco e venceu o Mansell atacando justamente o lado mais fraco dele, o psicológico – e numa temporada em que ele poderia ter encerrado a carreira e até perdido a vida com o acidente na tamburello.

    Continuando na McLaren em 2008, teria chance enorme de ganhar o título – inda mais que Hamilton tinha perdido o t´título de 2007 de forma inacreditável para a ferrari de Kimi.

    • Alvir Luiz disse:

      James Hunt na Williams??

      • joel lima disse:

        Texto mal escrito. Quis dizer que o último piloto inglês que tinha ganho um campeonato mundial era o Hunt – dirigindo McLaren – em 76, uma das temporadas mais incríveis da F1 . Ou seja, seria o melhor dos mundos a Williams em 86 tornar Mansell campeão do mundo = equipe inglesa e piloto inglês. Coisa, aliás, que ocorreu em 92. E agora me dou conta que o Brasil já está com um jejum maior do que o dos ingleses. Eles ficaram 16 anos sem título. E por ironia do destino o ano que terminou o jejum deles , 92, é o início do jejum do Brasil.

  18. JP disse:

    A Ferrari tava uma B$#@ esta é a verdade. Ele, eu e todo mundo sairia.

  19. Felipe Fugazi disse:

    1) O Jacques Villeneuve está falando de um assunto do qual ele entende bem, afinal de contas no final de 1998 ele deixou a Williams (é verdade que a equipe havia perdido os motores Renault, mas ainda era grande), para se tornar um mero figurante na B.A.R.

  20. Vinicius disse:

    Até antes do início da temporada vc apoiava a saída do Alonso da Ferrari…

  21. Allez Alonso! disse:

    Villeneuve disso isso porque falta piloto na Ferrari, com o melhor motor da f-1 não é admissível perder a vice liderança com erros infantis, como vimos na última corrida. Vettel não vai conseguir fazer o que Alonso fez contra ele. E o Hamilton agradece.
    Se Schumacher correu até os 39, Alonso pode correr até os 45, Alonso é muito mais atleta que era o alemão em sua época de piloto. E Alonso não esquia.

  22. Marcelo disse:

    Häkkinen questiona motivação de Alonso caso McLaren demore a ter chances de vitória: “Pode levar muito tempo”
    http://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/hakkinen-questiona-motivacao-de-alonso-caso-mclaren-demore-a-ter-chances-de-vitoria-pode-levar-muito-tempo

    É sempre bom lembrar, na Renault o espanhol teve que esperar três anos para chegar no primeiro título. Renault começou forte em 2003, venceu uma corrida e foi quarta nos construtores. Em 2004 foi terceira, em 2005 a consagração com o mundial de pilotos e construtores. Por outro lado, Alonso pegou uma Ferrari em alta(brigou pelos títulos de 2010/12), mas nunca conseguiu sequer o título de construtores.

    Hakkinen sabe como funciona, ele assumiu a liderança da Mclaren a partir de 1994, ano em que o time se “arrastava” com o problemático motor Peugeot V10(em 1993 o time contou com o confiável Ford HB V8). No ano de 1995, o time usou os motores Mercedes, a primeira corrida deu uma falsa impressão com o quarto lugar, a temporada foi muito ruim com vários abandonos. Em 96 a confiabilidade melhorou muito, mas faltou desempenho. Em 97, mais um ano complicado, muitas quebras e falta de desempenho. Hakkinen venceu a última corrida(GP da Europa 97), mas graças a ordens de equipe de Mclaren, e também Williams que ordenou que Villeneuve abrisse passagem pra Mikka vencer. Os dois times tinham um acordo de “jogo de equipes” para impedir a Ferrari de fazer Schumacher campeão. Patético, dois times rivais se unindo pra derrotar outro italiano.

    F1 1997 European GP: Hakkinen pass Coulthard and Villeneuve
    https://www.youtube.com/watch?v=3RMX9NiBZd0

    Newey entra na Mclaren em 98 e faz um carro fantástico, copiado do Williams campeão do ano anterior! Com um carro muito superior a Ferrari(deu trabalho Schumacher), Hakkinen conquistava: 9 poles, 8 vitórias, 11 pódios e 6 m.voltas. Na verdade, Schumacher não disputou títulos com D. Hill, Villeneuve e Hakkinen…e sim com as fantásticas Williams e Mclarens de Newey. Ao contrário de Alonso que sempre resmungou que Vettel vencia graças a Newey. Schumacher jamais disparou que sua briga era com o genial projetista. Pra chegar ao hepta, o alemão sempre teve que bater os carro de Newey, e o fez começando por baixo na Benetton e Ferrari.

    Hakkinen teve que esperar quatro temporadas pra comemorar a primeira vitória de fato e direito(GP da Espanha de 1998)…as três anteriores(EUR 97; AUS e BRA 98) foram com ordens de equipe, junto veio o título em 98, muito graças…a Adrian Newey.

    Vou repetir o que escrevi antes da temporada começar, não vejo Mclaren-Honda chegar ao título antes de 2018:

    2015 – Pontuar regularmente, obrigação.
    2016 – Buscar pódios, pontuar regularmente.
    2017 – Buscar vitórias, ir ao pódio regularmente.
    2018 – Com um time organizado e carro confiável, já pode começar incomodar os times de ponta. Quem sabe, brigar pelos títulos de construtores e pilotos.

    Não vai ser fácil, Alonso já cobrou melhoras publicamente para o GP da Espanha…

    • Allez Alonso! disse:

      Esses motores vão até 2017. Depois disso ninguém sabe nem os motores, pneus, etc.. Não viaja Marcelo.

    • Paulo Pinto disse:

      Comentário bastante lúcido, Marcelo. Se a sua previsão se concretizar, Alonso atingirá a incrível marca de uma dúzia de abacaxis, melhor dizendo, doze temporadas sem título.

    • Igor Dusse disse:

      Rapaz eu fiz uma anologia com o que você disse agora, pois em 2012 eu nunca imaginaria a Mercedez ganhando títulos com tanta folga.

      2010 – Pontuou regularmente conforme o requerido e conseguiu 3 pódios com Rosberg. 4º nos construtores. Atrás de Red Bull, Ferrari e Maclarem.

      2011 – Continuou pontuando regularmente mas nenhum pódio. Manteve a 4ª posição nos construtores.

      2012 – Este ano foi engraçado, tipo um ponto fora da curva. Apesar da primeira vitória da equipe vir no GP da China pelo Rosberg (Este foi o ano em que as 5 primeiras provas do calendário teve 5 equipes diferentes vencendo). Todavia a equipe conseguiu somente dois pódios e teve 5 GPs seguidos em que não pontuaram. No final do campeonato ficou em 5º no campeonato, ultrapassado pela Lotus de Raikkonen.

      2013 – Realmente neste ano (equivalente ao 2018) a Mercedez incomodou a Red Bull. Conseguiu 3 vitórias na temporada (Relembrando que o máximo de pódio tinha sido 3) e 9 pódios. Conseguiu ser 2º colocado no mundial de construtores.

    • Fernando disse:

      Esse textinho todo, com enrolação e muita babação de ovo no Schumacher no meio. Por que não declara logo seu amor pelo alemão?
      Se é que existia acordo entre dois times para impedir o título do Schumacher, daí dá pra imaginar o tamanho da raiva que sentiam do alemão pela picaretagem nos anos anteriores, D. Hill que o diga.
      O Schumacher tentou fazer o mesmo com o Jacques mas neste caso levou uma invertida.

  23. AS disse:

    Assim como o outro companheiro do Schumacher na Ferrari, suas escolhas sempre foram pautadas pela grana…. sairá rico da F1… pelo menos.

  24. Victor Moraes disse:

    Não acredito que saia algo da Ferrari pra ganhar título.
    Acho que só começando algo novo e ousado, como na McLaren.
    Ainda tem o fato de que o Alonso tava de saco cheio das trapalhadas italianas.

  25. gUS disse:

    Falar agora é fácil; ninguém apostava um tostão furado na Ferrari, e não se via perspectiva nenhuma para Alonso, que acabou indo para a McLaren-Honda que se viu em apuros bem maiores do que o previsto…
    Villa pode ter falado a verdade, mas também poderia ter sido mais elegante…

  26. Beto disse:

    O Alonso não sabe acertar carros. Parece um menino mimado que sempre quer estar no melhor carro. Se a equipe não lhe dá o melhor carro e a condição de primeiro piloto fica “revoltadinho” e começa a falar um monte da equipe. Foi assim na McLaren (primeira passagem) e na Ferrari.
    É bom piloto mas tem que aprender a trabalhar em equipe.

    • luigi disse:

      Até quando ,cara você vai achar que é piloto que faz o carro ,tá na hora de evoluir e conhecer melhor o que é automobilismo em nível ultra profissional. Você acha para que estão lá dezenas de engenheiros formados nas melhores escolas de engenharia da Europa, para que as equipes pagariam muito dinheiro para terem um quadro técnico da melhor qualidade, para que investiriam nos mais sofisticados sistemas de telemetria e monitoramento remoto se fosse o piloto que segundo você e outros néscios também acham que é o piloto que “acerta” o carro . PRESTA ATENÇÃO : A unica coisa que piloto pode definir hoje em dia , é o ajuste que melhor condiz com sua característica de pilotagem e isto só chega na geometria de suspensão e downforce , nem relação de marchas e pneus podem escolher nesta temporada ; piloto “PILOTA” e o restante é decidido pela equipe técnica da equipe ( Quando um piloto é muito bom e goza da simpatia do dono da equipe o carro pode sim , ser construído para privilegiar seu estilo de pilotagem , mas quem decide isto é a equipe e não o piloto).
      Vou te dar uma lista de pilotos que realmente acertavam seus carros : Jim Hall (Caparral),Dan Gurney (Eangle),Jack Brabham (Brabham-Repeco) e Bruce McLaren (McLaren), estes sim acertavam seu carros , simplesmente por alem de serem pilotos excepcionais,ainda eram os donos das equipes. O resto de falar que piloto acerta carros é conversa de “Titio” metido a “Entendido”. Formula 1 , W E C , W T C C , D T M , W R C , e outras categorias TOP`s ,não são automobilismo de bairro ,o nível é outro ,não se vai a oficina e pede-se para o mecânico fazer isto ou aquilo no carro ,quem decide o que fazer no carro para melhorar performance são os ENGENHEIROS da equipe.

  27. Bruno Mantovanelli disse:

    Acredito que em Mônaco a Mc Laren briga por pontos.

  28. askjao disse:

    Não concordo. Me parece o famoso profeta do aconteceu. E quem iria dizer que a Honda ia ser essa merda toda? E tem outra. Apesar de não ter como afirmar com 100% de certeza, o carro da mclaren não me parece ser tão ruim assim. Assim que a honda acertar a mão no motor, aposto que ela se posiciona junto da willians/ferrari.

  29. Paulo Pinto disse:

    Villeneuve, de vez em quando, acerta uma. Mas, convenhamos, esta “cravada” até o Vicellez acertaria.

  30. Luis felipe disse:

    Perfeita sua análise.. Se conseguir um segundo apenas atras ate fim do ano dá até para pensar em algo…acho que se ele for campeão de novo vai ser uma superação maior que Ronaldo em 2002, Lance Armstrong pós-cancer..enfim, mas nao vai rolar mais p ele eu acho

  31. Eltontoptec disse:

    É amigo… …não está fácil pra ninguém. Para os caras da McLaren a coisa tá pior ainda. Na verdade para o Hamilton está fácil sim, mas por méritos dele.

  32. Jaques disse:

    Acredito na hipótese de o Alonso ter sido convidado a se retirar da Ferrari.

  33. Manuel Gamallo disse:

    Segundo os Espanhóis ele saiu da Ferrari, mas o que parece e que ele foi é chutado.

  34. Micromax disse:

    Guarde suas palavras, pra depois ter de engolí-las!!

  35. Gastão disse:

    Eu não diria que foi um erro, foi uma aposta.
    Ninguém entra con un motor novo ganhador na F1: é coisa para 2 ou 3 anos se tudo correr bem, e o Fernando o sabia, ou deveria saber (a Toyota, gastou milhões e não consegui quase nada).
    O carro, também não ajuda. Na passada temporada, com motores Mercedes, os resultados foram pobres e o motor era excelente.
    Há que esperar. Pode ser que dê certo, mas não agora.

  36. marcos carvalho disse:

    Acho que é bem por ai mesmo…. A F1 já está começando a apostar na nova safra,talvez o Hamilton e a Ferrari consigam faturar os próximos campeonatos , mas o Alonso para mim já é carta fora do baralho….novos tempos virão por ai a partir de 2018 e tem mais gente nesta turma dos pré-excluídos: Massa,Button e os pilotos da Lotus e Force India.

  37. Fabio Tust disse:

    Realmente é uma pena, mas acho que essa troca para a McLaren foi a última escolha ruim que o Alonso fez na F1. Se ainda tivesse conseguido permissão dos novos chefes para correr umas provas no WEC aproveitaria melhor 2015.
    A história do Alonso parece que já foi escrita e estamos vendo um final bem aquém do potencial do cara.
    Como já não sou mais guri acabo torcendo por esses pilotos mais velhos, pois me identifico com os caras. Mas a situação do Alonso e também do Button é muito complicada em relação a piazada.

    • luigi disse:

      É cara ;pelo comentário bem arrazoado e pelo “GURI” acredito que você seja da região do país que pratica o melhor automobilismo nacional.
      Caro Fabio , eu esperava um puco mais da unidade motriz Honda , creio que o grande problema pode estar sendo com a parte elétrica do conjunto que é muito complexa e depende de grande desenvolvimento para ter harmonia com a unidade a combustão,que poderá levar algum tempo já que o estupido regulamento engessa muito a correção de possíveis erros de projeto e quem esta bem só melhora o que já é bom,pois Mercedes não dorme sobre os louros das vitórias. A minha grande decepção foi a Renault , que acreditava poder fazer um melhor motor( Unidade de Força) uma vez que na “Era Turbo anos 70/80″ quando era optativo o motor aspirado de 3500 cc ou turbo de 1500 cc foi o primeiro fabricante a apostar nos turbos e teve durante muito tempo a unidade mais potente do grid . Bem , mas foram outras épocas de um automobilismo que eu ,particularmente , gostava mais (muito provavelmente porque meu automobilismo de predileção seja o ENDURANCE e a minha paixão tenha sido a AUTODELTA , quase que totalmente sepultada pelo Schifioso Cordero ).

  38. Daniela disse:

    As escolhas fazem parte da vida. Fernando ao que parece escolheu errado novamente. E não adianta ele dar entrevista dizendo que andar em segundo ou terceiro não faria diferença. É claro que faz, mesmo que não se possa vencer, andar entre os primeiros sempre será melhor que andar entre os últimos e levar volta dos adversários, só que ele nunca vai admitir isso. Não sou torcedora do Alonso mas reconheço seu talento dentro da pista. Grande piloto. Agora fora da pista nunca me agradou.

  39. Luis Felipe disse:

    E tem aquele boato de que o contrato é de um ano só e que ano que vem ele pode ir pra Mercedes ou pra Red Bull…

    • Paulo Pinto disse:

      O contrato dele é mais extenso e realmente existe o boato que depois irá para a Mercedes, substituindo o Rosberg.
      Tem lógica, afinal a Mercedes não abre mão de ter sempre um piloto conterrâneo em seus bólidos.

      • luigi disse:

        Caro Paulo , desculpe-me mas não entendi direito seu comentário pois a Mercedes é alemã e quem é alemão é o Rosberg e o Alonso é “ESPANHOL ” .

      • Paulo Pinto disse:

        Caro Luigi:

        Luis Felipe, no seu comentário, não menciona nome nem nacionalidade do piloto.
        Aproveitei o “gancho” e estendi o comentário, dando a entender no final que o piloto em questão poderia ser Vettel.

        Quem sabe, no futuro, a Mercedes venha a contratá-lo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>