MENU

sexta-feira, 11 de setembro de 2015 - 19:22F-1

QUE DÓ

SÃO PAULO (eu também) – Lewis Hamilton olha para a McLaren e fica com pena. Pior: acha que a equipe que sempre o teve sob o guarda-chuva, até a saída para a Mercedes, vai demorar muito para voltar a ser competitiva. Se voltar.

Um das coisas tristes desta fase, para a qual o líder do Mundial chama a atenção, é o fato de dois excelentes pilotos, Button e Alonso, estarem alijados da competição por conta da lerdeza da equipe e de seus motores Honda.

Realmente, um grid que tem Alonso e Button não pode se dar o luxo de excluí-los da disputa. A situação mclariana é dramática. Dos pilotos, idem.

E eu, quando Hamilton foi correr na Mercedes, achei que ele tinha feito a maior cagada do mundo…

33 comentários

  1. Vitor disse:

    Hamilton falou na materia la q depois da carreira na f1 poderia ate pensar em motos.Seria legal.

  2. Ricardo Bigliazzi disse:

    F-1 se faz com “grana”, faz muito tempo que “grana” não é um recurso abundante na Mclarem. De bobo o Hamilton não tem nada. Fico apenas a imaginar Ele sentado com o Lauda a explicar que a Mercedes tinha na mão algumas centenas de milhões de Euros para gastar nessa “bagaça”.

  3. Paulo Pinto disse:

    Tenho dó do Button.

  4. Patrick disse:

    Acredito que a McLaren poderá voltar a ser campeâ, só nao sei se será com motor Honda? A McLaren tem muito mais Poder financeiro que a Williams! Ela tbn fabrica carros! Deve ter engenheiros com know how pra ajudar a Honda desenvolver esse motor para proxima temporada!

  5. Zé Tros disse:

    Na época, eu tbm achei Gomes, talvez por não saber que a McLaren fosse dispensar a Mercedes para usar motor de CG 125.

  6. Igor Dusse disse:

    Dificil mesmo para a Mclarem voltar a ganhar corridas.

    Podemos olhar para o exemplo da Williams. Mesmo nestes dois anos ela ressurgiu e teve melhores corridas, as vitórias não voltaram.

  7. Chupez Alonso disse:

    O mais trágico de tudo isso é que a McLaren tinha motor Mercedes até o ano passado. E optaram por trocar para Honda.

    • Zé Tros disse:

      Sim, mas tbm o carro não ajudava. O mesmo acontece com a Williams, Lotus e Force India. Das três a melhor é a Wiilliams.

      No entanto, concordo que é mais fácil corrigir as deficiências do carro, do que da unidade de potência, visto que a Honda pegou o bonde andando.

    • Bob disse:

      O que adianta ter como cliente o super motor Mercedes? Só a equipe oficial ganha, as chances dos clientes será com as quebras dos dois titulares da Mercedes

  8. Luiz disse:

    O problema não está na McLaren, mas sim no brasileiro que achava que se reeditaria a parceria com a qual o Senna foi campeão 3 vezes. A Mclaren passou nos anos 80 por um período meio de seca, As equipes mais fortes eram Lotus, Williams, Renault e Brabham,. A Mclaren chegava, como com o Lauda, mas esporadicamente e contava mais com o erro das outras que com o próprio mérito. A Partir de 88 a coisa virou e a McLaren dominou o cenário com aconteceu com a Williams, depois a Ferrari, depois Red Bull e agora Mercedes. Know How o pessoal da McLaren tem, grana idem, é fato que vão melhorar, só não sei se com a Honda.
    Na verdade a Honda é um engodo, se deu bem na era turbo com a Williams que tinha um carro espetacular, depois com a McLaren que igualmente fazia chassis extraordinários e só. A Renault foi muito mais vitoriosa que a Honda fornecendo motores e, hoje, sofre com esse motor de geladeira.
    Muitas fábricas que prometiam destruir o cenário da f-1 não obtiveram êxito, podemos elencar só algumas como BMW, Porsche, Alfa Romeo, acontece e, a Honda, não é exceção.

    • Rafael disse:

      Discordo meu amigo, que periodo de seca a Mclaren passou nos anos 80??? A Mclaren Porsche Turbo dominou de 84,85,86. Com Lauda Campeão 84 e Prost Bicampeão em 85,86. O começo do dominio da honda veio com as Williams em 86, 87 e Mclaren em 88 à 91,

    • Paulo F. disse:

      Porsche foi campeã com outro nome: TAG. Só 3 anos seguidos…..
      Idem para a BMW. O carro que Piquet levou ao título era uma máquina!
      A Honda vai e vem na F1 desde 1964! Nem sempre foi bem sucedida.
      A Alfa, bem, poderia ser campeão com Pace. Mas Pace morreu antes. Tinham um bom carro e um bom chassi. Abiscoitou algumas vitórias com Lauda .
      Passou anos fornecendo motores, mas sem um comprometimento tão grande quanto nos primeiros anos de sua volta no meados dos anos 1970.
      Não se pode deixar que foi sim campeã com Fangio (51) e Farina (50).

  9. Lucas Martin disse:

    Só Hamilton sabia o que acontecia nas salas de reuniões e o que se falava nos corredores da McLaren, uma empresa é o que ela faz, e não o que ela fez.

  10. Gustavo Segamarchi disse:

    O Ron Dennis disse ao Hamilton, que se ele mudasse para a Mercedes, estaria fazendo a maio CAGADA da vida dele.

    Mas, já vi uma declaração do Hamilton, onde dizia que sabia de todos os planos da Mercedes para essa nova era de motores. Niki Lauda contou tudo à ele, e o Hamilton foi para a Mercedes com a maior certeza do mundo de que estaria em uma carro dominante em 2014 e 2015.

  11. MARCELO disse:

    Olha que interessante nas últimas nove temporadas:

    Raikkonen troca Mclaren por Ferrari e leva o título em 2007.
    Hamilton chegou em 2007 e foi campeão em 2008.
    Sai Honda entra Brawn-GP, mudam se a regras e Button é campeão em 2009.
    Vettel troca Toro por RBR e leva quatro títulos entre 2010 e 2013.
    Hamilton troca Mclaren por Mercedes e domina 2014 e 2015…

    A sorte parece ter abandonado Alonso na F-1…

  12. Giovanni disse:

    O Alonso e o Button andando só na frente das Marussia mostra o quanto um piloto não faz diferença na F1 de hoje em dia, que não é de hoje.

    • Luiz disse:

      Giovanni, não fale assim. Se colocar o Button de DKW e eu de Ferrari em Interlagos, logicamente vou vencê-lo com facilidade. Depois coloca eu de Ferrari e o Button de BMW M3, é capaz de ele me dar volta.

  13. Ricardo Cardoso disse:

    Achei na época uma escolha estranha, mas não exatamente uma cagada.
    E não acho que a McLaren fique tanto tempo assim andando no fundão. Pode ser q em 2 temporadas (ali por 2017) já esteja brigando novamente por vitórias.

  14. Luiz disse:

    Incrivel a visao que alguns profissionais tem, sobretudo a sorte tambem.
    Quem ia imaginar que a Mercedes iria se dar tao bem com estas Unidades de poetencia? Idem para o Vetel que sentiu que ficando na RedBull iria marcar muito menos pontos que em 2014.
    Obviamente para acertar e ter sorte precisa arriscar…para outros muitas vezes nao tendo nada a perder tambem seguem o curso da agua e dao certo, como no caso do Felipe que trocou para a williams no momento que eles tambem optaram pela Unidade da mercedes ..Sera que tiveram informacaoes previlegiadas?
    Hamilton: Nos ano de acertar o Niki informa que a mercedes estaria trabalhando numa unidade de potencia com uma vantagem daregra?
    Vetel: A ferrari informa que encontrou a solucao para aumentar a potencia, mas s’o em que 2015 poderia mexer, mas que nao queria mais contar com o Alonso.
    Massa: Idem do Hamilton via williams( via Toto- ex socio mas diretor da mercedes) de que a nova unidade da mercedes estaria com certa vantagem pelo tempo de desenvolvimento sacrificando em partes o campeonato de 2012/2013 ja pensando para 2014 atraves da interpretacao do Ross?

  15. Formiga disse:

    A Honda não consegui fazer o motor mais fácil do mundo que era um V8 e foi motivo de diversos posts do Flavio sobre projetos anteriores dos seus engenheiros. O pessoal que trabalhava na epoca é o mesmo. O Ron Dennis está certo de pedir a demissão do Arai. Ele prometeu diversas coisas: podiam em Silverstone, que o motor estava no número nível da Ferrari, etc. E não passou nem perto.

  16. Calzado disse:

    Então são dois que acharam a mesma coisa, porque eu também achei.

  17. Eder disse:

    Sou da mesma opinião (errônea por sinal) de que o Luis Amilton tinha feito a cagada do século…..a gente só não sabia que a Mercedes iria virar este canhão todo depois da virada dos V8 para os V6 turbo….
    Mas ainda aposto na Mclaren, ainda que seja para 2016……uma coisa que não fecha na minha cabeça, é o sossego do Alonso nas declarações…a Honda deve ter prometido algo muito bom para o próximo ano, caso contrário o espanhol já estaria com a boca em todos os veículos de comunicação dizendo que voltaria para a Ferrari, que iria para a Nascar, que correria só em Le Mans, etc….

    • Luiz disse:

      Em relacao ao Alonso, como todos sabem do temperamento dele e com o salario que iria receber, o Ron Denis deve ter colocado inumeras condicoes no contrato para que nao fale nada contra a equipe, inclusive de nao poder deixar a equipe mesmo com performance baixa, Com esta clausula ( penso eu) que deve ter beneficiado o Vetel de sair sem pagar multa, Clausula esta que via como estranha , pois se o piloto quisesse sair , deixava o proprio desempenho cair e provar que ele nao conseguiu atingir xx pontos e estar livre. Caso os novos contrato tenham esta clausula, j’a devem estar sendo amarrado com o desempenho do outro piloto. No ano passado o Vetel teria ganhado algumas corridas, e ele nao esqueceu de pilotar por um ano. Talvez depois do tetra o RBR tivesse aberto um pouco a torneira e pago um salario maior para 2014, talvez ele estivesse correndo la ainda.
      Mesmo erro que a RBR cometeu como a williams no passado, achando que quando ganhava , o carro tinha maior influencia. Erro total quando alguns pilotos fazem a diferenca.

  18. Flavio Bragatto disse:

    A McLaren é uma equipe grande.
    Vai dar um revés, como na metade dos anos 90, mas volta…
    Isso já aconteceu antes com Ferrari, Williams, e com a própria McLaren.
    Vai voltar a ser campeã sim. Mas talvez daqui uns cinco anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>