MENU

terça-feira, 22 de setembro de 2015 - 12:15F-1

ULTIMATO

SÃO PAULO (fervendo) – Estou começando a achar que a Red Bull pode, num rompante de Didi Mateschitz, largar a F-1. Levando junto a Toro Rosso. Com contrato já rompido com a Renault (mas falta um papel, creio…), tendo recebido “não” da Mercedes e vislumbrando apenas a Ferrari como fornecedora de motores, o time avisa que só continua se receber dos italianos unidades de força iguais às da matriz. “Para receber motores com 30 ou 40 hp a menos, a gente vai embora”, falou o dono das latinhas.

Quero só ver onde isso vai parar. Seja como for, a Red Bull de 2016 será figurante total. A troca de fornecedor de motores, hoje, não significa apenas tirar um e colocar outro. Demanda um tempo de adaptação. Pobre Ricciardo, que estava tão feliz no ano passado depois de ganhar três corridas…

46 comentários

  1. Vai Vettel! disse:

    Não é motor que está faltando à Red Bull, é piloto! A Ferrari pode até fornecer o seu motor, mas o seu piloto, nunca!

  2. Davi disse:

    Eles precisam da F1 e a F1 precisa deles. OK.
    Mas a grande questão é: por que a Ferrari tem que dar o mesmo motor a eles? O que a Ferrari ganha com isso? E por que a Ferrari? Não poderia ser outro fornecedor de motores? Parece aquele menino mimado que quer um lindo tênis da Adidas. Pô! Mas não pode ser de outra marca?
    Acho que eles – falo da Red Bull -, apesar de terem peso por colocar quatro carros no grid, não podem ser tão exigentes assim. Basta olhar ao redor e ver as opções que têm.

  3. Tom sem freio disse:

    Essas bonecas quando estavam ganhando tudo, nao estavam nem ai para os concorrentes. Agora que nao tem pao nem pedaço, estao desculpe o trocadilho, lutando por migalhas ficam com frescuras exigindo alguma coisa. O momento nao é de exigir e sim de aceitar o que vier. Se nao é melhor mesmo cair fora…..

  4. Paulo Pinto disse:

    Onde está o Vicellez para explicar por quê o “fantástico” Ricciardo não consegue erguer a Red Bull?

  5. Daniela disse:

    A Ferrari vai dar o motor que quiser e eles vão ter que aceitar. Não há outra opção.

  6. Paulo Leite disse:

    Se a Lídia Brondi, que largou tudo, pode largar tudo, por que nāo a Red Bull ?

  7. Rodrigo-CPQ disse:

    Duas coisas que aprendi a desconfiar (e muito) aqui na minha ignorância sobre F1: notícias da imprensa espanhola e a Red Bull ameaçando sair da F1… só acredito vendo…

  8. Michel disse:

    O Ricciardo é um piloto que em tese teria vaga garantida em muitos times de ponta! Não para 2016, mas 2017…

  9. Evandro disse:

    Flavio, sobre essa onda da Red Bull creio que para os torcedores em si , não ahá de fazer falta nenhuma , eu particularmente não conheço uma pessoa que goste de F1 e torça para a Red Bull ( Eu torço para McLaren e não conheço muitas pessoas que gostem de F1) acho que ela que ser muito maior que as equipes tradicionais , pra min ficando ou não nunca vai ser tradicional igual Ferrari, McLaren , Williams , Mercedes pra min tambem a tenho como tradicional afinal esteve na F1 a tanto tempo como fornecedora de motor e nem quando os seus motores estouravam que nem picoca chorava como RED Bull chora.

    • Chupez Alonso disse:

      “Mim” é com “m”.

    • André Fonseca disse:

      Eu torço para a Red Bull, mesmo com esse xororô dos motores.

      Todo o clima em torno da equipe é, ou era, fantástico. Pilotos fantasiados de Super Heróis, os boletins que faziam e distribuíam zuando com tudo e todos do Paddock, a liberação para seus pilotos brigarem como se fosse adversários, tudo isso fez a equipe crescer demais!!!

      A F1 vai perder mais sem a Red Bull do que o contrário.

      Junto com as três equipes clássicas (Mclaren, Williams e o lixo da Ferrari), a Red Bull e a Mercedes tem tudo para estarem na História desse esporte. Se é que já não estão…

  10. Sandri disse:

    Oi Flavio,
    Você acha que as prováveis multas bilionárias que a VW deve pagar pela fraude nos controles de poluentes pode impactar na permanência da Red Bull no grid, dada a perspectiva que a Audi um dia fornecesse motores pra equipe?
    Um abraço do seu fã.

  11. Carlos Pereira disse:

    Didi é mau ( ou mal? ) perdedor ?

  12. Victor Serrão disse:

    Com essa postura, já vão tarde. É muita chantagem pra um time só. Ou então que façam os próprios motores.

  13. Renan disse:

    Por mim a redbull pode pegar as suas latinhas de vazar da f1…baita equipe arrogante, quando criticavam eles por ganharem, eles diziam que era choro de perdedor e que eles mereciam tudo. E agora? Parecem crianças mimadas…
    Vai chorar na cama que é quente redbll…

  14. Rafael Duarte disse:

    A Red Bull chora demais, reclama demais, e sempre faz essa pressão com drama. A verdade é que a mesma ficou mal acostumada, depois de ganhar quatro campeonatos seguidos se viram em dificuldade após mudança no regulamento, o que sempre acontece quando se muda tudo da forma como foi, acho que falta um pouco de humildade. Eu penso que em partes a Renault está certa, quando ganharam atribuíram ao chassis, jamais falaram do motor, agora a reclamação é só em cima do motor, se fosse um pouco mais humilde as vezes entrariam num acordo mas do jeito que foi a publico as reclamações ferrou com qualquer possibilidade disso.

    Flavio, o Lito comentou que um dos problemas dos motores Renault seria a carenagem pouca arejada para ele, tanto que os carros da Toro Rosso sofreram menos com abandonos, isso procede?

  15. Cassiana disse:

    Que se vao da F1. Choroes!

  16. pedro araujo disse:

    tá ficando muito, mas muito divertido acompanhar esse tipo de situação na F1.

    porque isso tudo é resultado de decisões erradas em relação às definições de limite de custos, que nunca conseguiram fixar o número de equipes suficientes para se absorver uma situação como a da suposta saída da Red Bull.

    e aí, será que a Ferrari, que sempre teve tratamento privilegiado pela categoria, vai colaborar, em nome de se ter um número decente de equipes no grid? duvido…

    quero ver Ecclestone, ou Todt costurarem um acordo.

  17. Gustavo Oliveira disse:

    Sinto pelos pilotos, afinal nos últimos 10 anos a empresa revelou Vettel, Buemi, Ricciardo, Kvyat, Verstappen e, vá lá, Sainz e Vergne. Mas a arrogância e a total falta de desportividade de seu dono já deu, exigir motores iguais da Ferrari – justo da Ferrari! – beira o ridículo ou a procura de uma desculpa para uma decisão já tomada.

    Se for para ficarem com essa postura, podem ir, o mundo continuará igual e a F1 sobrevive.

  18. FAB1000 disse:

    E se a Ferrari faz como a Mercedes e diz que não tem interesse em fornecer os motores?
    A um tempo atrás aconteceu esse mesmo chororô com ameaça de ir embora ventilando na imprensa, quando o tio Bernie deu um recado informando que pra sair eles teriam que pagar muito mais do que para ficar. E se não me engano, a equipe Red Bull, não a Toro Rosso, recebe uma grana extra violenta, como equipe histórica, com esse compromisso de se manter na F1 até 2020. O austríaco lá é excêntrico, mas não é maluco, pois ninguém até hoje o viu rasgando dinheiro, já que a conta com a FOM vai ter que ser paga, e o dinheiro investido em equipamento e instalações, nas duas equipes, não vai ser resgatado facilmente com ela saindo em baixa.

    No final das contas ou vai entubar com o motor que for oferecido, até realmente ter um motor do grupo VW, se é que isso vai mesmo acontecer, ou vai ter que pagar um troco a mais do que o valor cobrado para as demais, para receber a mesma especificação da Ferrari, com atraso em versão, quando isso acontecer, já que o jogo das fichas mágicas, mesmo em menor quantidade, ainda continuará por duas temporadas.

  19. Alessandro Silva disse:

    Já pensou se Ferrari, McLaren e principalmente Williams (só pra citar as campeãs ainda na ativa) resolvessem se retirar do campeonato só por não conseguirem títulos? O que seria da Formula 1? Talvez nem existisse mais. Acho que é hora do Sr. Mateschitz parar de chorar e se concentrar em apoiar a redução de custos da categoria simplificando principalmente as unidades de força para que mais fornecedores possam entrar no certame. Formula 1 é para os “Garagistas”, para quem é apaixonado e não para grupos investidores e grandes marcas com seus acionistas que só pensam em números. Por conta disso corremos o risco de ter apenas 16 carros no grid na próxima temporada. Bernie Ecclestone vai adorar.

  20. Alexandre disse:

    A Red Bull indo embora será o fim da F1… Não pela Red Bull, mas por ser 4 carros a menos.

    Bernie terá que convencer a Ferrari, mas acredito que ele tem essa carta na manga. Para ele dar mais dinheiro para a Ferrari é porque ele tem ela como coringa para tudo.

    Uma coisa que aprendi na F1, Bernie de bobo só a cara.

    Só que também na história nunca vi a Ferrari dar motor para equipe de ponta…

    Depois, tá mais que na hora da Red Bull saber qual será o motor, pois tem que projetar o carro de 2016 em cima dele.

    Que o dono da Red Bull é meio louco é…..

  21. Marcelo R. disse:

    Olha Flávio, depois da última corrida duvido que a Ferrari vá fornecer até o motor B para a RBR. Se com o Renault capenga o Ricciardo ficou próximo do Vettel e só não fez mais porque não tinha como fazer mais, imagina com um motor Ferrari, ainda que com menos potência.

    Agora esse mimimi da RBR dá no saco. A Mclaren tá numa draga danada, mas não vejo os ingleses culpando o resto do grid por terem fechado com um fornecedor de motor que os está deixando na mão. E é isso que a RBR está fazendo, tipo:

    ” …Olha eu tô sendo muito prejudicado pela Renault, tenho que mudar, mas ninguém quer me fornecer motor, mas o mesmo motor das equipes principais…”

    Outra coisa, do jeito que detonaram a Renault, da forma como estão fazendo exigências com outras fornecedoras que sequer tem a obrigação de fazer qualquer acordo, qual montadora ou fabricante de motores, em sã consciência, fecharia uma parceria com um time que na primeira dificuldade vai te detonar ?????.

  22. Alfredo Aguiar disse:

    Convenhamos que gastar o que o cara gasta pra disputar posição com a Force India e Lotus é difícil de digerir. No entanto deveria saber que esse esporte tem altos e baixos e persistência é um dos pilares desse modelo de negócio. O que parece é que esse tipo de esporte não é mesmo praia da Red Bull, por mais que irão fazer falta no Grid, perder de uma só tacada duas equipes razoavelmente competitivas, a F1 deveria focar em caras mais comprometidos com o espetáculo. mas aí entra o problema de gastos e o custa a F1 atual é para poucos.

    O escândalo VW deve ter sido um tiro no saco dos Red Bullianos,
    Quem foi o cabeça de bagre em Wolfsburg que achou que poderia enrolar os caras do EPA para sempre? Não passou nunca pela mente do sujeito, ou sujeitos, o custo de tamanha “peraltice”? Na base de $37.500 Obamas por unidade, de multa. São aproximadamente $18 Bilhões, só em multa, U$18.000.000.000,00 é zero pra k@r@lh0, fora o custo do Recall de cada unidade a imagem da companhia e o fato de terem perdido 20% do valor em ações só no primeiro dia de descoberta da cagada. Estou começando a duvidar que vá sobrar pra comprar equipe de F1.

  23. Figo disse:

    Lembro que alguns profissionais que cobrem F1 falavam dessa situação desde a época em que a Red Bull vencia.

    Diziam que, por não ser uma empresa ligada ao automobilismo em sua essência, poderiam desistir com relativa facilidade. Não sei o quanto uma eventual desistência afetaria o marketing – aliás, nunca imaginei que tanta gente assim bebia energético.

    É incômoda essa postura parcial, de romper com a Renault em razão de problemas totalmente compreensíveis. Agora, querer exigir algo da Ferrari também soa um pouco demais.

    Se ficarem como patrocinador, está bom.

  24. Helton Fernandes disse:

    Fórmula 1 virou um show de horrores.
    Tanta regra, norma, punição que ninguém mais quer participar.
    Como é que uma equipe tetra-campeã não consegue um motor competitivo?
    Cadê a Ford, BMW, Toyota, Peugeot, Nissan e outras fabricantes que poderiam entrar no esporte e teriam impulso nas vendas de carros de rua?

    Falta um ditador mesmo para estabelecer padrões que sejam bons para o esporte e não só para as equipes.

  25. Chupez Alonso disse:

    Red Bull acabou sem o Ve44el.

    E a Ferrari renasceu sem Alonso. E com o Ve44el!

  26. Bruno Cardoso disse:

    Ainda acho que a Honda pode surpreender em 2016. Seja com a McLaren ou com a RedBull.

  27. Celio Ferreira disse:

    Estão na dêles, quem paga pode exigir .

  28. Paulo disse:

    Tio Bernie vai dar um jeito…. porque com 18 carros e desses 18, somente 12 em condições dignas de competição não tem grana que sustente. (a Haas vai penar muito, a Marussia é figurante e a Mclaren idem.).

  29. Andersom Calder disse:

    E a possibilidade de repassar a equipe para a VW pode ficar distante com esse escândalo nos Estados Unidos.

  30. Samuel Coimbra disse:

    Flavinho…

    E sobre esse negocio da Volks? Será que pode rolar? A algum tempo ouço q a Volks/Audi poderia entrar na F1 seja por equipe própria, seja por fornecer motores. O que há de verdade nisso?

    Abraços

  31. Marcos José disse:

    Com isto acontecendo a FIA (provavelmente) permitirá o uso do terceiro carro pelas demais equipes, querem apostar??

  32. Sil disse:

    Pois é, e como fica o slogan? Red Bull te dá asas…
    Da asas se derem um motor, senão, dá umas penas e vc se vira…

  33. AS disse:

    Torcendo pra que saiam… assim como Force india, Renault… Que fiquem 2 ou 3 equipes. As vezes é necessario o caos para que mudanças significativas aconteçam. Desde que comecou essa coisa de motores hibridos a categoria vem perdendo…
    O futuro do carro é ser totalmente eletrico e pra isso já existe uma categoria !! A razao dessa coisa hibrida é insana… Deixe que as pessoas se divirtam novamente. Que volte os velhos motores com o compromisso de que consumam menos… só isso já basta.

  34. Celso disse:

    Bando de chorão, se ganho fica se perde pego a bola e vou embora. É uma equipe que se sair, não deixa SAUDADES.
    Se não gosta vai embora, pois hora se ganhe e hora se perde.
    Vejam os exemplos da Ferrari, McLaren e Willians…………….
    Didi, compra uma Formula e assim só você ganha……………

    Chorão de Merda……………..

    • FAB1000 disse:

      É nessas horas, infelizmente, que a Grobo está certa de não dar cartaz a title sponsor, com esse comportamento marketeiro e de mal perdedor, criança dona da bola, ou moleque criado por vó que deixa tudo, que a RedBull está se portando. Vão e voltam em qualquer esporte, apenas pela propaganda, não se identificando de verdade com nada fixo.
      Eu escrevi acima os motivos pelo qual eu duvido que ela vá pular fora ano que vem. Mas fica feio de mais para a empresa ser má perdedora, fritando a parceira, e chantageando a FOM.

    • Joao Sergio disse:

      quando você compra uma lata de Red Bull, você compra a ideia de ir além dos limites, seja no trabalho, seja na balada. Comprar da Ferrari motores inferiores aos dos carros vermelhos não combina com essa ideia

  35. André Fonseca disse:

    A equipe mais legal, aquela que realmente libera a competição entre seus pilotos, deixando a F1…

    Nunca mais veremos pilotos fantasiados de super heróis, pilotos da mesma equipe misturando tinta, batendo rodas, um tirando o outro da disputa.

    Nada é tão ruim que não tenha como piorar!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>