MENU

quinta-feira, 8 de outubro de 2015 - 0:25F-1, Foto do dia

FOTO DO DIA

São 15 anos, hoje, do primeiro título de Schumacher na Ferrari. Foi em 8 de outubro de 2000, em Suzuka. O cara soube esperar. A equipe, obviamente, não se arrependeu de ter apostado naquele alemão queixudo.

Schumacher Japan GP

38 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    Será que alguém dessa geração de campeões que aí está, conquistará oito títulos superando finalmente o Maior do Mundo?

    Eu aposto em Vettel.

  2. Paulo F. disse:

    Acho que ele daria os sete títulos em troca da oportunidade de brincar com seus pimpolhos.
    Mas é apenas uma suposição de um cara normal.

  3. Everson disse:

    Só espero que as viúvas do Dick, não venham chorar aqui.

  4. Everson disse:

    Grande piloto, mas também, será sempre lembrado como um piloto sujo.

  5. Chupez Alonso disse:

    Pena ter sido tão picareta na carreira.

  6. Paulo Pinto disse:

    Damon Hill:- 1 título.
    Villeneuve – 1
    Hakkinen – 2
    F. Alonso – 2

    A soma dos títulos do quarteto que “venceu” Schumacher, são insuficientes para igualar os sete títulos do alemão.
    Uma simples amostra de quanto Herr Hepta esteve à frente de seus adversários diretos.

  7. E a espera foi um pouco maior, porque não fosse SiIlverstone ’99, Hakkinen teria, hoje, um título a menos.

  8. José Angelo disse:

    15 anos, e eu lembro como se fosse ontem… Pra quem consegue ser imparcial, independente de preferências, foi um privilégio poder acompanhar a carreira do alemão.

  9. Paulo Pinto disse:

    O maior do mundo vencendo na maior equipe do mundo.

  10. Nico disse:

    A melhor coluna de Flávio Gomes foi publicada em 12/10/2000.

  11. Elaine Cristina disse:

    Saudades…..queria tanto saber como ele esta realmente.

  12. Allan disse:

    Contando as disputas de títulos até a última prova, evidentemente considerando os anos em que foi campeão, obviamente também os antecipados, entre 1991 e 2006, o cara esteve lá em 1994, 1995, 1997, 1998, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2006! E certamente 1999 seria mais um, se não fosse o acidente!! É muita coisa… Prost esteve em 1983, 1984, 1985, 1986, 1989 e 1994, por exemplo. E não dá nem pra falar que o Miguel teve sempre o melhor carro. Entre 1995 e 1997, era a Williams quem mandava. De 1998 a 2001, a McLaren.

  13. Brabham-5 disse:

    #keepfightingschumi

  14. Christian - Do Niva disse:

    Este sim é “o cara”.

  15. Beto Carpini disse:

    Ele soube esperar, soube trabalhar e soube desenvolver o carro. Coisas que o Fernando Alonso não soube. Esse, sempre quis um carro pronto e vencedor. E alguns ainda falam que ele poderia ter ganho mais campeonatos do que ganhou. Não acho. Merecia só se tivesse trabalhado mais nas equipes por qual passou.

    • José Brabham disse:

      Assino embaixo.

    • São realidades distintas. No auge de Schumacher os testes eram liberados e o alemão passava os dias em Fiorano (tem até uma história que diz que ele mandou construir uma casa para ele na pista) testando, testando e testando. cada coisa para ganhar um milésimo de segundo ele fazia. Isso fez com que ele conhecesse o carro como uma parte do seu corpo e o fez desenvolver a Ferrari a beira da perfeição.

      Errado? Não, isso só mostra a disciplina e a competência de Schumacher aliados a uma boa estrutura e um orçamento alto. Hoje a Fórmula 1 se orgulha de ser o único esporte que proíbe seus atletas de treinarem. Com testes limitados, como a McLaren pode se desenvolver? Como os coitados da Haas vão entrar ano que vem se não podem andar esse ano em testes?

      Se os testes fossem liberados, ao menos veríamos se Alonso sabe acertar carros como Schumacher.

  16. MARCELO disse:

    Quantos bilhões a Ferrari investiu entre 1980 e 1995 na busca pelo título de pilotos? Quando a Ferrari começou a dominar, perguntaram a Montezemollo qual a influência do alemão no time…o italiano respondeu que, históricamente não existia um valor, mas nos lucros houve um aumento em torno de 30% nas vendas dos carros de rua…

    Para Alonso, quem fazia toda diferença na RBR era Newey e não Vettell. Isso vale também para Schumacher nos tempos de Benetton e Ferrari? Foram sete títulos sempre tendo que superar Williams e Mclaren de Newey. Bom lembrar, após os títulos de 98 e 99, Hakkinen estava no topo da pilotagem, já era um piloto consagrado, e as disputas eram acirradas com o alemão. E na decisão da “nega” pra ver quem ficaria com o tri, deu Schumacher em 2000. Com apenas 144 corridas, o alemão já tinha:

    03 – Títulos
    44 – Vitórias
    32 – Pole positions
    41 – Melhores voltas
    83 – Pódios

    Lembrando que, o alemão sempre foi um dos “pilares” na organização(dos times) e desenvolvimento dos carros. Schumacher também não precisou pegar nada “pronto” pra chegar aos títulos. Na Benetton começou por baixo e chegou ao bi, depois trocou um time que estava ganhando tudo em 94/95 por uma Ferrari que era motivo de piada(bom mesmo nessa época era pilotar os carro de Newey), no time italiano o alemão fez história. O que Alonso não conseguiu entre 2010 e 2014, Schumacher fez na Benetton e repetiu na Ferrari(começou por baixo e chegou aos títulos, coisa rara na F-1). Não me lembro do alemão reclamar na mídia que Damon Hill, Villeneuve e Hakkinen venciam graças a Newey.

    Observo Hamilton chegar ao tri batendo Massa e Rosberg…que tristeza(não que eles sejam ruins, só que não são ‘fora de série’ como Alonso e Vettel). Hamilton é muito bom de marketing(na cabeça do inglês ele é quase um Ayrton Senna, e se alguém comparar, ele explode). Lewis que caia na real, tem que comer muito feijão para se aproximar das lendas da Formula Um. Pode até conseguir através dos “números”, mas em termos de feitos…esquece!!! Tecnicamente, desde 2010 o piloto esta limitado com a proibição dos testes, não pode fazer a diferença desenvolvendo o carro. Então que Lewis faça pelo lado esportivo batendo pelo menos um grande piloto de sua época. Superar pilotos sem títulos como Massa e Rosberg é muito pouco. Se Vettel ou Alonso tivessem na Mercedes no lugar de Nico, o inglês não estaria nesse passeio. Observe o tri de Vettel, superou um bicampeão em duas temporadas acirradas em 2010 e 2012.

    Fica a pergunta: “O que vai acrescentar na carreira de Hamilton mais um título em cima de Rosberg?”

    Que Vettel entre na briga em 2016/17/18, com pressão o inglês se torna outro piloto..

    • Segafredo disse:

      Eu nem vi pressão na RBR em 2014 pra saber que tipo de piloto é Vettel….tomou um vareio histórico de um estreante!! .Aliás, caro colega, eu já sabia bem antes dele conquistar, com o foguete do Newey, seu 1º titulo em 2010 que se tratava de outro fake na F1…..o 2º maior fake por sinal, só perdendo pra seu compatriota alface!!

  17. Cristian disse:

    Sabemos que ele jamais será o mesmo, mas seu legado segue inabalável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>