MENU

terça-feira, 13 de outubro de 2015 - 11:55F-1

SAI, NÃO SAI

SÃO PAULO (que coisa…) – A novela da Red Bull segue tendo capítulos diários fortes. O de hoje é a declaração de Adrian Newey. “Seremos forçados a sair”, diz o mago das pranchetas, acrescentando que Ferrari e Mercedes têm medo dos rubro-taurinos.

Sei lá. Ontem, achava que seria possível fazer as pazes com a Renault. Hoje, não acho.

36 comentários

  1. Davi Ribeiro disse:

    Olha só! Saiu uma nova regra para 2016. Os fornecedores de motor serão obrigados a entregar a mesma unidade de força (motor) que usam em seus carros, para as equipes clientes. Ver aqui: https://www.formula1.com/content/fom-website/en/latest/headlines/2015/10/f1-engine-customers-to-get-same-year-power-units-from-2016.html
    O que eles podem fazer é modificar o mapeamento via software ou combustível (combustível?).

  2. Eduardo_SC disse:

    Se fosse em outras épocas, tacava um motor Hart, um Ilmor(apesar de ser Mercedes) ou um Cosworth de prateleira. Essa história de “unidades de força” só espantou os fornecedores de motor e conduziu à toda essa alienação que estamos vendo. Mesmo assim continuo achando que a Red Bull tá criando essa zona toda para ganhar alguma coisa.

  3. Gabriel P. disse:

    É uma pena mas,
    tem que sair mesmo.
    Para quem já foi campeã, seria fazer papel de palhaço continuar participando de alguma competição, em que fazem de tudo para te impedir de ser competitivo.
    Mil limitações, outras tantas punições por nada, tanto da equipe, quanto do piloto.
    Aliás, se não fosse toda esta “frescura” da F1, até a Mc Laren já estaria competitiva a esta altura.

  4. Gustavo Segamarchi disse:

    Já que a RBR faz o seu próprio chassis, eles poderiam comprar a Cosworth e terem os seus próprios motores.

    Para o Didi, dinheiro não é problema. A Cosworth declarou, que só não voltou à F1 por FALTA DE INVESTIMENTOS.

    A Cosworth tem um projeto pronto do motor V6 Turbo. Ela só precisa que alguém injete grana nesse projeto.

  5. Gustavo Segamarchi disse:

    Isso é só CHANTAGEM do Didi para que a MB ou a Ferrari forneçam motores atuais para eles.

    A multa rescisória com o Tio Bernie é muito GRANDE. O Didi não iria querer gastar uma grana imensa para deixar a F1.

    A RBR e a STR não vão sair.

  6. Ulisses disse:

    A Red Bull já pisou feio na bola com a Renaut.
    Se eu fosse a fábrica de motores mandava a equipe a merda mesmo que tenha sido “perdoada”!
    É apenas questão de tempo eles fabricarem um novo “foguetinho”. Foi sempre assim com os franceses.
    A marca austríaca sujou seu nome em razão de alguns de seus dirigentes terem egos inflamados.
    Fórmula 1 sempre foi assim, desde os primórdios, empresas que querem participar da “bagaça”, seja colocando dinheiro ou técnica, tem que ter culhão e equilíbrio, de todos os tipos, e principalmente saber perder.
    Estar na Fórmula 1 já é uma vitória para todos, tem que se ter muito cuidado nas ações e declarações. Queima-se inutilmente milhões de dinheiros e, reputações são destroçadas em um instante de tempo mal encaixado. O foco midiático é imenso!
    A Fórmula 1 é grande, e as atitudes são proporcionais!

    A Red Bull tem mais é que pedir desculpa pela cagada e tentar tirar essa mancha do seu imenso e inestimável portfólio esportivo.

    Sujou!

    A Red Bull falou merda, não tem volta, “sujou”!

    • Ulisses disse:

      … e na minha humilde opinião, sair seria vergonhoso!

    • luigi disse:

      Você nunca se indignou quando comprou um produto e ele não atingiu as expectativas que desejava ? Você crê que estes motoros são “De |Graça” ?
      Eu fico espantado de ver quantos “Ditadorezinhos Enrustidos ” tem,no meio da sociedade dita ‘ democrática ” . de tempos em tempos eles se revelam .

      • Ulisses disse:

        … caraca veínho!
        Falo de uma parceria com vários títulos mundiais na bagagem , de união para resolver problemas mútuos após tantas glórias. Seria ótimo para todas as “marcas” envolvidas na equipe, uma vitória final e gloriosa para todos! São capazes disso!
        Isso tem mais valor que grana!
        Ou você acha que não?

  7. Rodrigo Ribeiro de Souza disse:

    Flávio acho que no fundo, a intenção da Red Bull, caso não consiga outro motor, é participar do desenvolvimento das unidades de força da Renault. Creio que você já noticiou algum tempo atrás que os rubro taurinos desejavam desenvolver seu próprio motor.

  8. Daniela disse:

    Já deu no saco esses chiliques da Red Bull. Eles cavaram o próprio buraco e agora ficam jogando a culpa nos outros.

  9. marcos disse:

    Se a f1 adotasse motores “normais” acho que a própria red bull iria arriscar e fazer o dela…mas infelizmente desse jeito, com unidades de força com n motores dentro fica impossível arriscar. Faz bem se sair! Assim dá uma chacoalhada nesse pessoal da f1 e eles mudam esse tanto de restrições

  10. Jonny'O disse:

    Acho que o lance é simples…..a Red Bull vai ter que enfiar a mão no cofre e pagar por um motor………acho que foram muito arrogantes nas declarações , “eles tem medo de nós” …..quanta arrogância!!!……….. acho que vão de Renault em 2016 no fim das contas, mas , vão ter que pagar pelo motor e ainda assinar um contrato monstro contra declarações difamatórias, afinal a Red Bull é parceira somente no sucesso, quando ganhou tudo junto a Renault o motor era bom!

    Francamente, eu não gosto desses times que só admitem correr se tiver certeza que pode ganhar. Times assim não tem compromisso com a F1, não farão falta a F1 a médio prazo.

  11. Marcos José disse:

    A Cosworth tem um projeto de motor turbo prontinho para ser usado, só falta dinheiro para desenvolvê-lo!! Ao invés de ficar perdendo tempo e “medigando” por um motor “meia-vida” de 2015 (de Mercedes e de Ferrari) porquê a Red Bull não investe e desenvolve este Cosworth Turbo para chamà-lo de “Red Bull Turbo” (para ser usado tanto pela “equipe-mãe” como também pela sua “filial”)? Sairia até mais barato do que pagar uma “fortuna” para ter um motor “meia-vida” desses!!

  12. Iz Kariotz disse:

    A RedBull parece aquele cara insatisfeito no emprego que pede conta sem ter arrumado outro trabalho.
    Fala mal do antigo empregador e quer arrumar outro que lhe dê um um salário maior numa função de chefia.
    Vai achar não.
    Se sou da Renault, ofereço a eles motores defasados, caso queiram… kkkkk

  13. Paulo Pinto disse:

    O pessoal dos energéticos está “fazendo espuma”. Logo, logo as coisas se ajeitam.

  14. Celio Ferreira disse:

    NÃO SAI. a multa é altíssima , mais a demissão de 400 funcionários.
    Acho que ela corre com motor Renault, que é o motor que está no projeto,
    porque outro não daria tempo pra adaptação; Com a reunião da fia mais equipes
    sobre regras pra motor no ano que vem, a uma chance de melhora do propulsor.

  15. Renato Oliveira disse:

    A Renault deveria comprar a RedBull. Problema resolvido!

  16. Marcos Lima disse:

    Já vão tarde….Chama a Copersucar…

  17. AS disse:

    Thanks FIA… thanks Jean Todt… Bernie… open your eyes …

  18. Juca disse:

    O Didi bem que poderia comprar a Cosworth!!!

  19. sandro disse:

    O Flavio muda rápido de opinião, hein,,,,rsrsrs….

  20. Julio disse:

    Acho interessante a saida da Red Bull e Toro Rosso, quem sabe isso faria a F1 ser repensada. Mas acho improvavel a saida, aos 45′ irão acertar um motor. So sei que a F1 esta chata demais

  21. Alexandre disse:

    Eu ainda acho que tudo é premeditado para sair para não pagar a multa. Analisem comigo. Eles rescindiram com a Renault antes de ter outro motor, seria uma atitude totalmente de principiante, se não fosse proposital. Eles sabem que a Renault não terá motor bom em 3 anos (eles declararam isto), então não querem ficar como coadjuvantes como mesmo declaram e sabem que sem equipe de fábrica não ganham.

  22. Rafael Bilibio disse:

    Gomes,
    Na minha humilde opinião leiga, eu duvido muito, muito mesmo, a RedBull vazar. Meu argumento é que NENHUMA outra plataforma de eventos, dá tanta visibilidade de marca para eles quanto a F1. Arrisco a dizer que a F1 dá mais mídia do que todas as outras eventos/categorias que eles patrocinam.

    Mesmo andando no meio do pelotão, com a Renault, ainda sim eles tem mais visibilidade do que se não estivesse na F1.

    EU acho que é blefe. E, sinceramente, esse chororô de coitadinho que a RedBull tá fazendo não combina com a imagem de equipe vencedora. Tá passando uma imagem de péssima perdedora e péssima esportista. Tá ficando feio para eles.

    Ou sai de vez ou para de chorar.

  23. Helton Fernandes disse:

    Sai.
    Para o mal do esporte a equipe mais matadora da última década estará de fora em 2016, e leva junto a Toro Rosso.

    Acho que é a primeira vez que uma equipe de ponta roda por motivos que não sejam financeiros. Os caras estarão fora pq são muito bons. Estranho isso. Bons e tem grana, por isso mesmo ninguém quer vender motor.

    Todo mundo achava que quando as montadoras dominassem a F1, as coisas seriam mais iguais e haveria mais competição… Ledo engano, A competitividade entre as montadoras foi acirrada. As montadoras só querem vender motores para as equipes que já sabem que não farão concorrência.

    Como quase tudo ao redor, Fórmula 1 está virando uma merda…

  24. Vórtex disse:

    Se é para ficar com essa choradeira toda,que saiam logo.

  25. KKKKKKabou-se Alonso disse:

    Prost não deixou.

  26. Alessandro Silva disse:

    Só acho que a turma da RedBull precisa saber o momento certo de falar e o de se calar. Acho que já passou da hora de amordaçar o Christian Horner e trancafiá-lo num porão escuro até que tudo se resolva.
    As fabricantes de motor que são donas de equipes não querem correr o risco de ver sua cliente com desempenho melhor que elas próprias ou de ficar ouvindo essa choradeira todo o santo dia e ainda estampando a marca de outro fabricante na lateral.
    Acham que a Renault está preocupada? Eles estão dando graças a Deus que se livraram dessas crianças mimadas. Principalmente agora que os franceses também terão equipe própria.
    Mesmo assim, eu ainda acho que eles ficam com a Renault até o fim do contrato que é até o final de 2017. Depois disso, quem sabe eles não correm com motores Infiniti?

    • Gustavo Segamarchi disse:

      Alessandro,

      O contrato da RBR com a Renault termina no final de 2016.

      Não existe motor da Infiniti, já que a mesma é uma marca de luxo da Nissan, e a Nissan tem uma aliança com a Renault, a Renault-Nissan.

  27. Alfredo Aguiar disse:

    Eu acredito que vai depender do que o grupo de estratégias vai deliberar na próxima reunião. Se abrirem para livre upgrades a Red Bull tenta com a Renault mais um pouco. Se mantiverem bloqueado fica difícil. Sabe se lá se isso tudo não foi armado entre os franceses e os energéticos para pressionar pelo descongelamento.
    Eu sei que a tal história de toquens não parece ter dado muito certo. Quem está atrás quer sair porque não consegue chegar no líder, quem está fora não vai querer entrar porque sabe que não poderá aperfeiçoar o produto. Aliás eita ideia de jerico essa. Como se empresas do tamanho de Mercedes, Renault, Ferrari e Honda se preocupassem se vão ter de gastar $100 milhões a mais ou a menos no desenvolvimento de suas unidades. Pra quem enfia $1, $2 bi num negócio desses, $100 milhões não faz diferença.
    Tinham que liberar o desenvolvimento e usar somente uma unidade de recuperação. Aí eu penso que V6 turbos atrairiam mais montadoras.

  28. Luiz G disse:

    Assim como no passado existiu McLaren-Marlboro-Honda, acho que a Red Bull deveria patrocinar a McLaren e fazer a parceria McLaren-Red Bull-Honda.
    A Red Bull continuaria na F1 como patrocinadora, com menos custos, um carro Red Bull, uma equipe competente e um motor de futuro.
    Seria uma jogada perfeita :)

  29. Luiz disse:

    FG
    A RBR precisa entender que na F1 nao se pode ser campeao eterno, alias em qq esporte, para estendet a egemonia precisa estar com tudo 100%…motor, chassi, piloto, projetista , direcao de equipe e os mecanicos,,,e sem contar a humildade …item que faltou e muito neste ano…se ao menos tivessem aceitado conjunto de potencia 2015 da ferrari com a competencia das planchetas da RBR daria para fazer a mercedes e a ferrari suar um pouco…fora isto ou sai da F1 com multa ou abaixa cabeca e corre com a Renault …isto se os frenceses aceitatem…uma vez que o contrato foi rompido mesmo que nao tenha sido no papel,,,o ruim é que quando se atinge o topo , ninguem quer descer um degrau q seja.

    Abcs

  30. Mustavo Gaia disse:

    Que tal eles conversaram com o Frank Williams.
    Quantas vezes ele já conseguiu reconstruir o time dele?

    E afinal, a RB não está sendo obrigada a sair. No máximo estaria obrigada a correr com um motor com especificação devasada. Se isso não casa com a estratégia da marca de suco de açucar que manda na equipe, daí é outra coisa.

    p.s.: e Bathurst, hein.

  31. Sylvio Souza disse:

    Flavio, eu falei antes e continuo falando: eles estão fora. F1, minha paixão, virou caca-níqueis.
    Flavio, para qual email seu eu posso mandar fotos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>