MENU

terça-feira, 3 de novembro de 2015 - 17:03F-1

RED BULL, RED BULL…

SÃO PAULO (bom, se é assim…) – Nos últimos dias, surgiu a informação de que a Red Bull, brigada com a Renault e tendo recebido três “nãos” de Ferrari, Mercedes e Honda, poderia correr no ano que vem com os motores franceses, mas sem ostentar sua marca.

Agora, Didi Mateschitz diz que não usa Renault nem que o touro tussa, como escreveu o Grande Prêmio no Twitter.

Desse jeito, começo a achar (de novo) que não teremos Red Bull no ano que vem. Nem Toro Rosso.

Mas Christian Horner acha que no fim tudo vai dar certo e se mira no exemplo da Brawn em 2009 para concluir que é possível ser campeão mesmo arrumando um motor de última hora.

17 comentários

  1. TSC disse:

    Vai de Honda! os japas precisam de um chassis competitivo! e de grana tb.!
    Coitados da maclata e do asturiano mala!….Ele vai fazer tudo para a Honda por ele na RBR.!

  2. André Fonseca disse:

    Pra mim já assinou com Ferrari ou Mercedes para 2016, e só tá causando publicidade exagerada…

  3. Gus disse:

    Quatro carros a menos na F-1, seria terrível!

  4. EduardoRS disse:

    O véio Didi está montando a desculpa perfeita para picar a mula e investir seus euros energéticos em outro lugar. Não se esqueçam que, no fim das contas, a Red Bull é uma empresa de bebidas, não uma fabricante de carros ou uma equipe de garagistas. Não é a “missão” deles ficar para sempre na F1. Assim como a Benetton, na hora em que eles se encherem o saco, caem fora sem problemas.

  5. Elvis André disse:

    Flávio, existe alguma empresa que produz esse tipo de unidade de potência? Igual a cosworth fabricava motores no passado?

  6. Alfredo Aguiar disse:

    A VW acaba de ser pega na mentira novamente aqui nos USA, Descobriram que a fábrica mentiu em quais carros estava instalado o tal software que baixava os índices em test mode. O departamento de justiça americano ameaça agora com penas duríssimas, pela reincidência. Não acredito que VW vá estar “in the mood” pra pensar em F1.
    Sobra quem? BMW, Toyota, voltando? Os coreanos chegando? Ou vai de motor Brastemp? A Bagaça já é meio elétrica mesmo.
    Como noticia de um campeonato que já tem seu campeão com três corridas de antecipação. Essa parada toda é uma fofoca das boas. Mas por outro lado, por mais que a gente queira ver o grid cheio de carrinhos coloridos e a Red Bull ser um dos maiores celeiros de pilotos da F1 atual. Essa história já tá ficando chata. Peçam pra cagar e saiam.

  7. Rafael Bilibio disse:

    Na minha opinião, todo esse chororô da RedBull (independente se eles tem ou não razão) está manchando toda a marca vencedora e esportista que construiu ao longo de anos na F1 e em outros esportes. To ficando é com nojo deles.

    Cala a boca e decide logo. Mas não fica de mimimi. Péssimos perdedores!!!

  8. andre disse:

    Eles merecem isso e muito mais, quando estavam ganhando nem lembravam que a Renault existia, agora que perdem é culpa da Renault, parceiros assim não são bem vindos por ninguém, afinal é impossível o “parceiro” ter reconhecido seu bom trabalho, que saiam para chorar na cama!!!

  9. Marcos Henrique Reis disse:

    Pois naquele ano quase que a Brawn não tinha fôlego suficiente no fim do campeonato… Um caso excepcional, aliás…

    • Paulo Pinto disse:

      Tanto isso é verdade, que Vettel já tinha passado o Rubinho. Mais dois GPs e o alemãozinho teria passado o Button.

      Existem pilotos que o destino lhes dá uma única chance de campeonato. Button soube aproveitar a sua chance.

  10. Marcell disse:

    Red Bull Mecachrome…. Ou playlife, eh capaz de surgir algo assim ainda

  11. Luiz disse:

    FG
    Sera que veremos a Red Bull vendendo a equipe para Crstian Horner ou algume da equipe e pratocinando a equipe em 2016? Assim A Ferrari cede o motor 2015 e o time corre 2016 sem vexame por nao ser equipe e sim patrocinadora.
    Lembrando que a ferrari podera ceder motor 2015 o mesmo para toro rosso, motor este que ja esta andando muito melhor que a Renault deste ano.
    Ou continua com a renault rebatisada de Macacrome ou outro nome?
    Sair da F1 em baixa seria mais prejudicial para amarca
    do que continuar lutando, sem contar a multa a ser paga para o FOM.

  12. Paulo F. disse:

    Ele tem DUAS equipes. Vai cortar os gastos e manter apenas uma.

  13. Garlet disse:

    “nem que o touro tussa” genial hahaha, essa vou usar no futuro…………..

  14. Pablo Vargas disse:

    Duas equipes com sede, trocentos funcionarios, investimentos de bilhões…
    Duvido que não haja uma solução até o final do ano.

  15. Paulo Pinto disse:

    Se Didi disse não para a Renault, é porque tem um ás na manga.

    A conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>