MENU

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015 - 8:58F-1, One question

ONE QUESTION

Como vocês interpretam este anúncio que o Ricardo Divila acaba de me mandar?

opatag

77 comentários

  1. Tuta Santos disse:

    E além de tudo, o motor é invisível! Vão precisar de mecânicos cegos!

  2. Tuta Santos disse:

    O kerning (espaçamento entre os caracteres) não foi feito, um estúdio profissional não deixaria aquelas frases com as letras toscamente espaçacadas. Designers são doentes mentais, obcecados por detalhes, o amador nem nota que eles existem. A frase do topo e da base foram digitadas e espaçadas, pulando-se o processo de kerning. para mim, indicação de coisa falsa ou barata. Mas (nunca leia frases que começam com mas) se veio do Divila, eu prefiro acreditar que é verdade.

  3. Samir disse:

    Irá funcionar como um relógiozinho!

  4. Gabriel disse:

    Ninguém achou estranho o chassi metálico? Os carros de F-1 atuais tem isso mesmo? Pensei que era tudo fibra de carbono, inclusive o próprio motor fazendo o papel do chassi na traseira.

  5. Luciano disse:

    Entendi q no “Gap” vão colocar um banco com três lugares para fazer jus aos Infinit. O carro vai andar só com os elétricos e todos vão ganhar um relógio para não perderem a hora!

  6. Mauro disse:

    Alguma coisa RONDA a Red Bull!

  7. artemio disse:

    “Puta que o pariu…fudeu de novo, e esta que nem a Mclaren de 2015….
    Bora pessoal..bora tomar uma gelada..porque hoje nao sai mais nada”…

  8. Marcus disse:

    …se eles mantiveram o nome da INFINITI junto ao da Red Bull num quadrado e no outro é TAG HEUER, creo que os motores Renault serão rebatizados de TAG-INFINITI.

    Não creio que será Honda.

  9. Rodrigo Moraes disse:

    Significa que os pilotos vão ganhar relógios da TAG em vez de Casio. Acho estranho o envolvimento ser técnico, já que a TAG é de Mansour Ojjeh, que também é dono da McLaren.

  10. Jacques disse:

    Vão colocar um motor AP 1.6, de voyage, isso após vazamento de informação por espionagem em evento em Londrina.

  11. reinaldo disse:

    Vai cair o queixo de todo mundo, mas onde tem a TAG tem quem? A HONDA. Podem apostar.

  12. D disse:

    What closes the gap between the monocoque and the gearbox in an F1 car? The engine! Brilliant!

  13. FBugre disse:

    Entendo que deram uma esculhambada nos engenheiros franceses.

  14. Ricardo Cardoso disse:

    Quer dizer q a TAG vai “batizar” os Renault que serão preparados por terceiros, o que aparentemente indica que seja a empresa de Mario Illien.

    E o fato de “ainda” ter Infinity lá no logo da Red Bull deve ser por conta daquela regra tosca de que não podem mexer no nome do time sem um aviso prévio de uma temporada, algo como o que aconteceu com a Manor Marussia esse ano.

    Partindo da validade dessa teoria, no ano que vem a equipe continua como Infiniti Red Bull Racing para em 2017 mudar para algo como TAG Red Bull Racing.

    Mas que é uma bela peça publicitária, isso não dá pra negar…

  15. Helton Fernandes disse:

    TAG Heuer é um marca de relógio, Esses caras só vão colocar a marca e grana.
    Não é mais uma empresa de desenvolvimento tecnológico como na época da Porsche.
    Quem vai pro ralo de fazer o motor andar mais que original não é a Ilmor???
    A TAG deve pagara conta da Ilmor.

  16. Helder Sobrêda disse:

    Agora o motor da Red Bull funcionará como um relógio…

  17. André disse:

    Na prática não muda nada então, só vão incluir o nome da TAG no motor…

  18. Marino disse:

    Não interpreto nada, porque não entendi porra nenhuma. Não sei inglês. hahahahahahahahahaha…To de Brincs!!! Na real mesmo, o sujeito agachado é um alemãozinho que trabalha numa oficina mecanica em Guarulhos. Ele é conhecido como “Polaco”, e tá tentando achar um lugar pra colocar o platinado e a cruzeta, especialidade dele. O cara ao lado dele, tá pensando: “Vai dar merda”!!!!
    A oficina se chama “Pig’s litlle face”!!!! Valeu FG!! Abraços, VAI PARMERA!!!!!!!
    Os outros dois não sabem nada de carro. Um tá abrindo a marmita, o outro é meio pancada, tá brincando de enfiar uma caneta num buraquinho…cada um, viu…

  19. rogerV disse:

    -Nossos engenheiros são mais ‘dugaraeee’ que os da fábrica!

  20. Cacá Camargo disse:

    Estão estudando a possibilidade de adaptar a mecânica do carrinho do Marco Veio.
    E tacalepau!!!!!

  21. Wolfpack disse:

    Esqueçam a marca de relógio gente, Não significa nada absolutamente nada em preparação de motores. Renault faro de prateleira, e o rabo entre as pernas implorarando ao Carlinhos para liberar os motores. Desculpa patrão, mil desculpas, fizemos merda, falamos demais, mas será diferente, deve ter falado o caolho.

  22. Wolfpack disse:

    Eu disse isso meses atrás e a turma não acreditou. Sim, os austriacos arrogantes tiveram que colocar o rabo entre as pernas e pedir desculpa ao Carlinhos. E digo mais, pagarão caro pelo motor este ano, mais caro que no ano passado. A Renault sabe que a Lotus demorará bastante a dar frutos, logo, os reclamões pensaram na merda que stavam fazendo, mas isso é temporario até a RBR resolver seu futuro para 2017. Não é mais equipe oficial Renault. Estes caras deveriam cair fora da F1, mas o homem dos enérgicos iria inroquecer de graça o Bernie, mas ainda digo. A multa é muitomgrande, maior que o custo dos motores para 2016.

  23. Paulo Barros disse:

    Vão dar corda na bagaça, para ver se anda, pois com eletrônica não andou nada, kkkkkk.

  24. Thiago disse:

    A engenharia suíça atende por Mario Illien; estão apenas confirmando que correção com um motor “tipo Renault” ano que vem. E com TAG no nome, porque o Horner já deu a deixa.

    Só acho que o discurso público deles com relação à Renault é feio demais. É bem verdade que Mercedes e Ferrari certamente não quiseram municiar um adversário sabidamente forte, mas quem quer fazer parceria comercial com uma galera que detrata assim uma empresa grande que te fornecia motores vencedores até um dia desses?

  25. Amaral disse:

    Agora tá claro mesmo que o motor deles, seja lá qual for, terá TAG no nome. Ron Dennis já está preparado pra clicar no “não curtir”.
    E, ao que vai se desenhando, vão mesmo de “renô” no ano que vem. Vai ser um nome trava-língua qualquer no motor pra ficar diferente da “renô” oficial do ano que vem. Mas o general alemão monocular vai pegar no pé deles bonito. E Tio Didi já deve ter algo alinhavado com a Granero pra, se for o caso, chamar os caminhões de mudança pra tirar o time de campo se esse tiro der água no ano que vem.

  26. Pablo Martin disse:

    Os publicitários por detrás da TAG Heuer são muito bons.

    Resta saber se os engenheiros do “novo” motor estarão à altura.

  27. Osmar Cassão disse:

    Pela imagem posso deduzir que eles vão usar uma camisinha furada em alguma parte do motor

  28. Anderson Leite de Campos disse:

    O engenheiro em primeiro plano está pensando: “É esta peça que eu vou arrebentar, igual fiz com a McLaren”

    huahuahauhauhauahuahauhau

  29. Bruno disse:

    INFINITI. Renault fica, ou estão gastando dinheiro à toa pra exibir o nome da marca nos carros da Red Bull

  30. André Almeida disse:

    O problema da Red Bull em 2015? Falta de performance no motor.

    Qual carenagem está aberta? Do motor.

    Onde três engenheiros estão olhando / checando? O motor.

    Um dos engenheiros está observando uma peça, o que mostra que, apesar de renovar com a Infiniti (Renault), tudo vai ser checado nos mínimos detalhes.

    Aposto uma grana que o nome do motor para a próxima temporada sera: Tag Infiniti.

    E o Helmut Marko ficará em cima do desenvolvimento desde já.

    • José disse:

      Ia dizer a mesma coisa, TAG-Infiniti. Ficou muito escancarado agora.

    • André Almeida disse:

      Sem contar que a referência sobre a “Engenharia Suíça para diminuir a diferença na próxima temporada” remete às tabelas de tempos. O objetivo do time é voltar a ser vencedor. Encaro esse anúncio com pressão no rabo da Renault.

      Deve estar tudo bem amarradinho em contrato, em relação à performance do motor. A Red Bull não vai querer sair perdendo de jeito nenhum.

      Se cair, sera atirando.

  31. Leonardo Koerich disse:

    Significa uma parceria com a TAG heuer para modificar um motor, similar a parceria que a TAG teve com a McLaren entre 83 e 87 (ou 89??). Mas a questão é? Melhorar qual motor?? Notaram que os engenheiros da TAG examinam um carro sem motor???

  32. Paulo F. disse:

    Que o próximo Red Bull vai ser movido à corda!
    Também depois do motor de Dauphine, qualquer coisa é um avanço.

  33. Que haverá um relógio suiço no lugar da injeção eletrônica?

  34. Fábio Mandrake disse:

    Seria Infiniti Tag ou vice versa?Com a Infiniti seria uma maneira de “ter” motor Renault sem aparecer o nome dele na carenagem, se não me engano a Red Bull já viabilizou a idéia tem uns anos.

  35. Fabio disse:

    Significa dizer “fizemos muita merda nesse ano. Mas estamos trabalhando para que ela não seja tão grande ano que vem”. A Tag é só pra eles saberem, com precisão suiça, quanto eles estão atrás.

  36. Estevão disse:

    Se tem Infiniti, tem Renô com o nome TAG.

  37. adriano disse:

    Estranho é a Infiniti (a marca de luxo da Renault) continuar como title sponsor depois de queimarem incessantemente a Renault.

  38. Fredoso disse:

    A mensagem foi, especialmente, para a Renault.

  39. Bruno Mantovanelli disse:

    TAG Renault by Ilmor.
    Na prática é um motor Renault mexido.

    • FAB1000 disse:

      Que pode acabar se tornando pior do que a fábrica original está programando, já que vai ser uma mistura do que já tem com novas peças internas fabricadas pela Ilmor.
      Aí, eu gostaria de saber quem eles vão culpar… Ilmor que prometeu mais do que entregou, TAG, que não deu sorte como naming rights, ou Renault que entregou a base?

      • Bruno Mantovanelli disse:

        Particularmente acho muito difícil que a Ilmor consiga melhorar um motor produzido pela Renault. E essa melhoria tem que vir do motor a combustão, pois a Ilmor não tem experiência em sistemas híbridos.

  40. Luiz Antônio disse:

    Os motores não poderiam vir pela Nismo, a divisão esportiva da Nissan/Infiniti? São conjuntos muito diferentes da Renault? Acho que a TAG entra com grana, não? Mas sei que grana não é problema para a Red Bull…

  41. Valdemir disse:

    “Então é aqui que vai o tal do motor. Hum…tô começando a entender”

  42. Paulo Z disse:

    interpreto que no lugar do motor vai um relógio da TAG Heuer!

  43. Hassan disse:

    “To close the gap” literalmente significa pra tapar o buraco…. Isso eh um desrespeito pra Tag…. Tipo somos ultima opcao…. Meio estranho isso

  44. Luciano disse:

    Brilhante anúncio! Mas para o Ron Dennis & McLaren ficarem mais putos, tinha que ser um TAG Honda…

  45. Jacob Lindener disse:

    Que a Monteverdi voltará?

  46. Alexandre disse:

    Motor Renault rebatizado de TAG….

  47. Cezar disse:

    Se a TAG fizesse algum tipo de milagre, a McLaren não teria tipo a temporada que teve esse ano.
    O motor Renault era uma bosta, agora o mesmo motor com o nome TAG, Heuer, TAG Heuer ou vovó Mafalda vai ser melhor que o Mercedes ano que vem…
    A Red Bull vai poder aproveitar bem a parceria para ver com exatidão quanto está atrás da Mercedes.

    • joão ernesto disse:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      A última frase “mitou”… excelente.

    • Robertom disse:

      A TAG apenas vai bancar parte dos custos do desenvolvimento do Renault modificado por Mario Illien, e com este patrocínio colocará sua marca no engenho.
      Aposto uma graninha, será melhor que o Renault oficial mas ainda estará longe do Mercedes e inferior ao Ferrari..
      Em pistas travadas a Red Bull TAG poderá até vencer, mas não terá chances no campeonato.

      • Thiago disse:

        Dependendo do quanto a Honda consiga acertar, podem ficar atrás deles.

        Não creio que continuarão andando tão atrás assim.

      • Guilherme disse:

        Com base em oque o Sr. tirou essas conclusoes?

        Meu deus como tem gente que viaja na maionese..

      • Thiago disse:

        Bom, aos pontos:

        - a FIA liberou o uso de mais 32 tokens pro ano que vem, e sem a obrigação da homologação definitiva da PU (power unit) em fevereiro. Vai ter desenvolvimento rolando pra todo mundo, e nenhum dos fabricantes aí envolvidos é menino nesse mundo do automobilismo.

        - o problema as PU da Honda é conhecido desde a metade do ano por eles, e você acha um bom bocado de referências a isso internet afora. Certas mudanças no desenho dela eram grandes o suficiente pra terem que aguardar até pelo menos o início do ano.

        - Não creio que a Honda seja a pior fabricante de motores por conta deste primeiro ano na volta à F1, tampouco a Renault (que sim parece ter mais dificuldades até, está no segundo ano desse novo regulamento e tem seus motores em duas equipes, não é pouca rodagem).

        Estou fazendo apenas especulações com base em informações que rolaram ao longo do ano.Menos oba oba midiático (incluindo o péssimo relacções públicas da Honda), por favor. Alguma ponderação nos comentários também ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>