MENU

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 - 7:01Rádio Blog

DAVID BOWIE, 69

Fez de nós pequenos heróis. Ainda que por um dia.

22 comentários

  1. RENE FERNANDES disse:

    Porra David!?!? Faz aniversário, lança o novo trabalho e nos deixa no domingo?? Na sexta eu ouvi/assisti Lazarus e fiquei angustiado, meio que sem entender o clima pesado e a voz gutural. Aí assisti Blackstar e fiquei desconfortável. Até comentei com minha esposa a deterioração física, se comparado aos clipes do seu penúltimo trabalho (the next day).Desejei vida longa ao Camaleão e fui cuidar de meus pepinos diários, mas feliz por ter algo novo para analisar e curtir de meu companheiro de jornada e momentos felizes/controversos/angustiantes/sonhadores/alucinógenos. Mas, nesta segunda, após acessar a internet, tenho o desgosto de ler sobre sua morte. Daí comecei a compreender que seu último trabalho é uma despedida. Sofrida, doída e controversa tal qual sua existência. Não existem palavras e expressões suficientes para definir sua obra. Sonhei, dancei, cantei, amei e hoje, chorei. Vá para as estrela, homem do espaço, pois aqui só ficou seu corpo, deteriorado e incapaz de sustentar sua alma. Que bela alma….Saudades eternas…

  2. Celio Ferreira disse:

    Os idolos se vão , e ficam os mitos… Lennon , Fred Mercury , Lemmy,
    George , etc.. etc.. e agora o David Bowie ,,, è a vida com o tempo contado.

  3. Paulo Barros disse:

    Acho que estou presenciando o apagar das luzes de uma geração de ídolos geniais, que mudou a história da música. Ele então, mudou o rumo do rock várias vezes.
    Bowie bem que podia ter durado mais. Tinha muito o que mostrar, a julgar pelo seu último trabalho, mas o mundo anda tão chato, careta e conservador que um cara como David Bowie não cabia mais aqui.
    Comentário do meu filho de 11 anos ao saber da morte dele e assistir ao vídeo de Lazarus: “Triste e grandioso”.

  4. Triste pra cacete. E o vídeo que ele lançou há 4 dias é impressionante.

    Fez da própria morte, arte:

    https://www.youtube.com/watch?v=y-JqH1M4Ya8

  5. Sérgio Troncoso disse:

    Esse era um dos imprescindíveis, um sujeito que brilhou em vários campos da cultura… Vai fazer falta… Como dizia Niemeyer, a vida é um sopro!
    Um bom dia a todos.

  6. Banana Joe disse:

    Sua música e carreira sempre serão inspiração contra a mesmice e a estagnação na vida e nas artes.
    Descanse em paz Mr. Ziggy Stardust, seu som será eterno.
    Se puderem vejam o blog do Barcinski, com ótimo texto sobre o óbito.

  7. smoker disse:

    já passou… tente Thom Yorke, é bemmmm melhor!

  8. Paulo Leite disse:

    Temo pelas próximas gerações, vão chorar a morte de quem, hein ?

    Mas faço a minha parte, meu filho de 4 anos adora essa aqui:

    https://youtu.be/EfRgd9REzAs

  9. Mas que duas semaninhas filhas da puta essas.

  10. Parte de minha juventude.
    FG, acho que cabe um post também sobre a Maria Teresa de Filippis que morreu aos 89 anos no dia 09/01.

  11. RL disse:

    Absolute Begginers também tocou no meu casamento. Era obrigatória… a melhor música que existe pra mim.

  12. Sergio Ricardo disse:

    Desde que vi a notícia esta música não me sai da cabeça…

    https://www.youtube.com/watch?v=r8NZa9wYZ_U

  13. Alessandro Silva disse:

    Minha irmã – que foi quem me mostrou o que era David Bowie quando eu era adolescente nos anos oitenta, foi quem me deu a notícia hoje cedo.
    Casualmente ontem estávamos almoçando na casa dela e vi ao lado da tv a biografia do cara.
    PS: O momento do beijo no meu casamento foi ao som de “Absolute Beginners”. Não podia ser outra.

  14. paulo disse:

    Outro dia o Lemmy, ontem o David Bowie. É duro admitir, mas os caras que eu cresci ouvindo estão velhos. Mick Jagger é bisavô. Vai ser cada vez mais comum daqui pra frente conviver com essas notícias. Vamos acordar sem Paul Mcartney qualquer dia. E não haverá ninguém a altura para substituí-los por que a geração atual tem pressa demais para cultivar um ídolo. Na verdade, nem vejo ninguém bom o suficiente para ser ídolo, a música atual é um lixo, mas o cara que faz sucesso hoje e parece ter algum potencial é descartado rapidamente.

    • Edgard disse:

      Parabéns, Paulo, conseguiu sintetizar o sentimento coletivo e as atuais consequências do showbiz.
      Perda irreparável para a música, paradigma de várias gerações, gostem ou não…em suma, o cara era phoda.

  15. JP disse:

    Fico pensando se a geração dos meus pais vai chegar aos 80. Muitos tios meus já se foram, minha mãe também. Meu pai tem 69…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>