MENU

terça-feira, 31 de maio de 2016 - 1:02Museus & coleções

QUERIA SER ELE

SÃO PAULO (monstro) - Já falei aqui que Jay Leno é tipo… um modelo de gente. Que homem!

Pô, o cara trabalha vinte e tantos anos numa das maiores emissoras de TV dos EUA, apresenta o talk show mais visto e influente de todos os tempos, ganha os tubos, monta uma das maiores coleções de carros do planeta e… ao se aposentar, se diverte com eles. E grava uns vídeos.

Aliás, não tem preço essa coleção. Leno deve, mesmo, ter juntado uma grana muito preta para poder ter tudo o que tem. E o que não tem, faz.

É o caso da réplica do famosíssimo Mercedes-Benz Rennwagen Schnelltransporter, um veículo feito pelo departamento de testes da montadora em 1954 para transportar seus carros de corrida pela Europa.

Não sei bem como definir esse negócio. Caminhão? Picape? Caminhonete? Utilitário? Por isso usei “veículo”.

Só sei que entrou para a história, mas não sobreviveu para contar sua própria. Quando a Mercedes se retirou das competições depois do acidente que matou mais de 80 pessoas em Le Mans em 1955, o Renntransporter ficou sem utilidade. Ainda foi usado algumas vezes para carregar alguns protótipos de rua para testes, e a Mercedes chegou a pensar em preservá-lo em seu antigo museu de Stuttgart. Mas a estrutura do prédio era velha e não suportaria seu peso, ainda mais com um carro no cangote. Em tempos de contenção de despesas, a direção da empresa acabou por autorizar sua destruição em dezembro de 1967.

Foi somente em 1993 que a Mercedes-Benz Classic decidiu construir uma réplica. Técnicos e engenheiros se debruçaram sobre fotos antigas e rascunhos encontrados entre velhos papéis da fábrica e uma empresa foi contratada para tocar o projeto. Depois de sete anos, um novo Renntransporter ficou pronto. O mais fiel possível ao original. Hoje, está no novo museu da marca na Alemanha.

Leno é um apaixonado por Mercedes. E resolveu fazer o seu próprio Renntransporter. Pelo que entendi, o trabalho foi encomendado a uns caras na Suécia. Tem algumas diferenças em relação ao original, é verdade. Mas como é assumidamente uma réplica, ele se deu a liberdade de adaptar uma coisinha ou outra. O fato é que ficou maravilhoso.

Esse cara sabe gastar. E viver.

23 comentários

  1. zaratrusta disse:

    Assim eu falei:
    -O Leno é um pé no saco!, se tu fosse igual a ele voce melhoraria substancialmente viu FG!, Eu visitaria a coleção, mas preferia que o empregado me acompanhasse no lugar do tal leno, um lixo americano!!!! Quanto a Mercedes não há o que falar… em termos de automóvel é o state of art, o resto é plágio…… até meu hbx é um plagio, falando em plágio, a internet tem 1% de criatividade e 99% de control C…… até o lulinha usou isso!!!!! Valeu galera, assim eu falei!

  2. Luis disse:

    Nossa, andas um pouco desatualizado do Jay Leno: ele já não apresenta mais talk show desde 2014, e de acordo com os outros apresentadores de talk show, está longe de ser um modelo, mas realmente a coleção dele é muito interessante.

  3. Filipe disse:

    Flavio, procura no acervo do canal dele os vídeos com os carros à vapor. Tenho impressão que você vai adorar. Dá uma invejinha…

  4. tevez disse:

    Idolo…pago pau pra quem sabe viver, é o caso

  5. Czar disse:

    Lindo demais.

    A Mercedes tem uma coisa que chega a irritar. Seus carros envelhecem como vinho. Continuam bonitos, e algumas vezes ainda mais charmosos do que quando foram lançados. Até mesmo em épocas mais sombrias de design – como nos anos 80, na minha opinião – a empresa criou veículos atemporais que se eternizam como sonhos de consumo.

  6. Itamar disse:

    Que trapizonga é essa? É muito estranho, esquisito e tudo mais. Só aqui no blog do FG para aparecer essas coisas. Gosto muito de carros antigos, mas na boa, isso eu não teria nem se me dessem. Bem, se eu ganhasse, eu pegaria e venderia pro FG.

  7. Alvaro Ferreira disse:

    ES-PE-TA-CU-LAR!!!!!! Grande ideia, o Mercedão ficou uma beleza.

  8. JJ Letho disse:

    Esse ama carros realmente. E gasta….

  9. paulada disse:

    interessante a pagina cartype.com. fuçando lá descobri a historia que a AMG “fez” alguns mitsubishis na década de 80. não conhecia.

  10. tuta santos disse:

    A cabine deve sacudir como um barco, com aquele balanço (termo técnico para vigas e lajes projetadas com apoio somente em um lado) o balanço deve ser legal.

  11. Gabriel Ponã Taranto Moreira disse:

    Este carro consegue ser lindo e estranho ao mesmo tempo.

  12. Jose Brabham disse:

    Se não me engano Jay Leno foi um personagem do desenho “Cars”…

  13. Alexandre Santiago disse:

    Cara, que episódio louco. O que o suíço fez construindo essa réplica foi demais, e o painel, que obra de arte.
    Muito legal mesmo, esse tipo de post que faz valer a pena vir aqui no blog todos os dias. Valeu Flávio por isto!

  14. Gus disse:

    Nada mais do que faríamos com uma conta virtualmente ilimitada no banco – rsrsrsrsr. Sim, esse cabra sabe viver!

  15. Assistindo aos vídeos descobri que muitos dos carros ele comprou no decorrer dos anos, quando eles ainda não eram tão valorizados como hoje em dia. A Lamborghini Espada dele, por exemplo, foi comprada no meio dos anos 80, quando ainda era “comprável” por uma pessoa comum. Mas mesmo assim, é preciso muita grana pra manter a estrutura que ele tem. O detalhe curioso é que ele nunca vendeu um carro sequer desde o primeiro até hoje,

  16. Jammal disse:

    E eu queria ser você, FG. Só que com uns quinze centímetros mais alto…

  17. Marcos Aldred Ramacciotti disse:

    Eu vi esse veículo num documentário da Discovery Channel, “Segredos da Formula 1″ quando fala sobre o domínio das Mercedes nas pistas até o trágico acidente em Le Mans.
    Vale muito a pena assistir.

  18. Renato de Mello Machado disse:

    Já li essa história não sei aonde.Quanto ser ele prefiro quê você seja você mesmo.

  19. Victor Moraes disse:

    Fora a sacanagem gigantesca envolvendo o Conan, tá tudo certo hehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>