MENU

terça-feira, 14 de junho de 2016 - 23:24DKW & cia.

VIVO

SÃO PAULO (eles falam) - A maioria não vai achar nada deste vídeo. Eu fiquei emocionado. Um Belcar 67 abandonado, que passou anos ao relento, sofrendo sabe-se lá o quê… E um dia uma boa alma resolve trazê-lo de volta à vida. E ele está vivo. Eu escreveria um livro sobre esses três minutos.

Um carro nunca é só um carro. Um DKW nunca é só um DKW.

17 comentários

  1. alexandre garcia disse:

    Olha, antes foi com o Vemag, com o Aero, com o Simca.
    Depois com os dodges, opalas e mavericks.
    Hoje com alfas, mondeos, mareas, calibras, tigras e por aí vai.
    Não é o caso de ser burro, mas a falta de recursos.
    Um monte de gente quer, ama, mas não pode.
    Eu faço o que posso.

  2. legal isso, ligou de primeira. e essa fumaceira branca é normal?? :D

  3. Ana Luiza disse:

    Muitos já devem cpmhecer, Dinho da Fonte e o seu DKW na pista. Com mais de 70 anos, continua nas pistas curtindo: https://www.youtube.com/watch?v=WoX1JMgIzU4

  4. Ed disse:

    Um coração batendo num corpo decrépito. Foda.

  5. Alaor Junior disse:

    Flavio.

    A titulo de curiosidade, quanto se gastaria pra deixar esse carro em condições de trafegar novamente?

  6. Renato de Mello Machado disse:

    É carro faz isso com a gente.Sexta feira passada voltando da casa da minha prima,com olhos de lince para carros e principalmente para antigos,vejo uma Puma. Como um raio vejo os limpadores de para brisa,os vejo cromado da mesma forma quê eu gostava parei e perguntei, para minha filha. Olha a placa vê se é ### 2300,ela falou é mas eu já sabia pelo sentimento quê era.Olhei e estava muito judiado,pintura vermelho carro de bombeiro,quando tava comigo era vermelho fênix.Lembrei de tudo desde a compra quando procurava um com carroceria integra,era só essa a exigência a mecânica tava uma merda,motor 1500 um carbura e pneu traseiro comeu por dentro e por fora tava integro meio a meio.Estava um sol danado,mas como reza a lenda quando você compra um conversível sempre chove! A minha volta pela praia planejada,já quê estava a 100km da minha casa,foi sofrida principalmente por uma das pinças de freio com mal funcionamento puxava para um lado nas frenagens e a preocupação com o pneu traseiro comido por dentro.Cheguei em casa comecei as maldades.Tirei a mecânica 1600 dois carbura de um fusca quê eu tinha quê tinha tirado da minha Brasília e botei no puma,junto com a caixa.Passei depois de um tempo para 1700,botei os instrumentos para funcionar,troquei todos os elementos da suspensão,botei carpete vermelho,soleira cromada alarme K-9,antena e travas elétricas.Quando ia começar a gozar o carro tive de vende-lo pois fiz uma reforma no meu apartamento e passou do orçamento e ele se foi com sua gaúchas aro treze polidas.Hoje 15/06/16 tive de ir resolver um problema fui a pé e passei para vê-lo,e pensei em tudo quê passamos porém feliz de ele estar num bairro nobre e se ele está lá é quê provavelmente quem o comprou pode restaura-lo com esse pensamento me despedi e desejei tudo de bom para ele.

  7. Orlando disse:

    Depois de ficar algum tempo com a mesma “cara” triste, talvez desacreditando em si, juro – juro! – que vi o carrinho “sorrir” a partir de um ângulo da filmagem. E a partir daí sua expressão ficou a mesma, de um pouco de dor pelo esforço e de esperança numa recuperação.
    Acho que sou louco por ver expressões em carros… Mas atentem e sintam o que o bichinho “sentiu” e “manifestou”. Talvez eu não seja o único louco que frequenta este espaço…

  8. Ewerton Calebe disse:

    A dúvida que fica: É mais prazeiroso comprar um velhinho inteiraço, ou achar um desse jeito, pra lá do coma, e ressucitar aos poucos?

    Eu, sinceramente, não sei…

  9. Arthur Luz disse:

    Flávio, acho que você já soube, mas caso não saibas, dá uma olhada nisso:
    http://electrek.co/2016/06/14/all-new-cars-mandated-electric-germany-2030/

  10. Geraldo disse:

    Não é só você que fica emocionado. É um milaggre. Se você tiver informações sôbre a recuperação do “menino”, mande-nos notícias. Parecia alguém esperando ajuda, e finalmente chegou……

  11. Helder Sobrêda disse:

    Só carros de verdade permitem esses momentos.

  12. Nicolas disse:

    É uma cena emocionante…também fico muito tocado com a “ressucitação” de carros antigos. O que fico me perguntando é como pode alguém ter deixado ao tempo, durante anos, sofrendo com calor, vento, chuva, um DKW assim. Se foi o dono do carro que fez isso é uma pena, e ninguém ao seu redor avisa de que deveria fazer repousa-lo em uma garagem ? Ninguém avisa da importancia histórica de carros assim. Onde estão as pessoas que permitem isso, é muita omissão. Tá cheio de gente burra por aí mesmo…

    • Anselmo Coyote disse:

      Olha, eu também não entendo.
      Quem realmente gosta de um carro e o deixa ao relento, às intempéries. Quem gosta de carro não faz isso nem com o carro de que não gosta. Estes vendem, doam, guardam em algum lugar para que ter um pouco mai$ ao vender ou mesmo para não perder muito.
      Essa descuramento (falta de cuidar mesmo, cura, curar) devia dar 7 anos de azar.
      Abs.

    • Anselmo Coyote disse:

      Corrigindo pra não ter 7 anos de azar.
      Olha, eu também não entendo.
      Quem realmente gosta de um carro não o deixa ao relento, às intempéries. Quem gosta de carro não faz isso nem com o carro de que não gosta. Estes vendem, doam, guardam em algum lugar para que ter um pouco mai$ ao vender ou mesmo para não perder muito.
      Esse descuramento (falta de cuidar mesmo, cura, curar) devia dar 7 anos de azar.
      Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>