MENU

domingo, 17 de julho de 2016 - 20:54Foto do dia, Stock Car

FOTO DO DIA

Nos últimos metros, Barrichello passou Khodair e venceu a corrida 2 de Cascavel hoje — que seria de Thiago Camilo, não fosse uma pane seca na última volta. A diferença foi de 0s061, sensacional. Foi a terceira vitória de Rubinho na categoria. Cacá Bueno ganhou a primeira, em grande duelo com Marcos Gomes. E Felipe Fraga lidera o campeonato. Foi um ótimo fim de semana para a categoria no oeste do Paraná.

288869_622261_fabiodavini_11634

25 comentários

  1. Leo Engelmann disse:

    FG, falando em diferença mínima e emoções e etc, procure assistir as últimas 15 voltas da prova de Moto 2 realizada no último final de semana na Alemanha.

    Abraços.

  2. ms disse:

    na stock car a vitória de Rubinho sobre Khodair na linha de chegada por 0s061 e na moto 2 a vitória de zarco sobre Folger por 0s059 foi o que valeu no esporte nesse final de semana, a ultrapassagem do Rubinho foi épica, uma verdadeira pintura….

  3. perna quebrada disse:

    Curiosidade:
    Pra que serve aquele tubo que fica em cima do capacete dos pilotos de turismo?

  4. Barrichello ainda é fruto daquela baita safra de pilotos que tivemos na carona dos sucessos de Senna e Piquet. Pós Senna ele é o melhor. Muito próximo a ele coloco Tony Kanaan e Helio C astroneves (Ingo Hoffman é pré Senna. Na verdade ele deve ser da era pré automóvel, mas é outro que toca muito). Cacá Bueno também é um baita piloto. Sobre o Cacá, eu gostaria de vê-lo mais em alguma categoria de turismo internacional para ver do que ele é capaz.

  5. Valdir Procopio disse:

    Alguma noticia sobre a batida de Ricardo Mauricio, se não me engano ele estava na terceira posição quando bateu na mureta dos boxes a cerca de uns 300 metros da bandeirada.

  6. Ferrarista disse:

    Volta pra F1 Rubinho! Agora que temos o Massa, sabemos bem que na sua época eramos felizes e não sabiamos!

    • Anderson_SP disse:

      Na época do Rubinho éramos felizes ??? tem certeza que assiste F1 mesmo.

      • Alessandro Silva disse:

        O que? Vai querer dizer agora que o Massa(crado) que nunca consegui sequer um pódio ou uma pole antes de chegar á um equipe realmente competitiva te traz mais alegria que o Barrica? Tá de sacanagem?

    • ms disse:

      pobre rubinho…..chegou na F1 entrando no vácuo deixado pelo senna e foi literalmente sugado e destroçado por esse vácuo…… a unica chance que teria pra sair inteiro dessa situação seria ter sido nas pistas igual ou melhor que o “chefe” como ele costuma dizer ao se referir ao senna, mas como não foi uma coisa nem outra, sobrou a alternativa de ficar chorando pelos cantos reclamando das injustiças cometidas contra si pela ferrari e por seu companheiro de equipe schumacher…….mas nessa corrida da stock rubinho pode se regozijar por ter tido seu dia de schumacher fazendo uma ultrapassagem que certamente também deixaria “o chefe” orgulhoso de seu pupilo nativo……

  7. Wolfpack disse:

    É bom quando um piloto de verdade ganha estas provas da Stock, sem os pagou levou de sempre.

  8. Sergio Helou disse:

    Melhor piloto brasileiro pós Senna

  9. Leo Pereira disse:

    A Stock Car, quem diria, salva o ano de automobilismo no Brasil em crise.
    Bons pilotos, equipes profissionais, pistas interessantes e principalmente, ótimas corridas…
    A disputa entre Cacá e Marcos Gomes na primeira bateria foi digna dos melhores momentos do DTM ou BTCC. Muito legal.
    E parabéns ao Cacá, que alem de otimo piloto, é um cara sincero e que diz o que pensa.

  10. marolla disse:

    ele chorou?
    Teve sambadinha?

  11. ags disse:

    Queira ou não..
    Rubens,, e Tony são os melhores pilotos do bresil pós senna..
    Os outros só fazem participações..

  12. Felipe disse:

    A stock teve um fim de semana memorável. As duas corridas em Cascavel foram maravilhosas de se assistir. Aquela briga Caca x Gomes na primeira prova foi de arrepiar e a vitória de Rubens na segunda prova, abrindo a última volta em terceiro e ganhando por menos de 100 milésimos, foi simplesmente espetacular. É sem dúvida a categoria mais importante da América do Sul. Eu que era um crítico das rodadas duplas tenho de reconhecer que o formato torna tudo muito interessante. Quem vai mal na primeira pode ir bem na segunda. Há as alternativas de trocar de pneu, ou não, e ainda o grid invertido para os 10 primeiros na segunda prova. Minha única crítica segue sendo a duração das corridas (culpa da Globo que obriga um formato mais curto e sequer passa as corridas na TV aberta). A primeira prova deveria ter pelo menos 60 minutos. E a segunda pelo menos 35 minutos. De resto, a Stock vem matando a pau. Corridas de verdade pra quem gosta de automobilismo.

  13. Luis felipe disse:

    Voce nao acha que o Rubinho jogou sujo no toque que deu voltas Antes e tirou quem estava a sua frante no fim da segunda bateria

    • luigi disse:

      Se ele fez isto que você relata ,na minha opinião fica provado o quanto “Vira Lata ” é ! pois só joga sujo contra brasileiros ,pois contra estrangeiros é um “Cordeiro”.

    • David disse:

      e alguém joga limpo na stock?

    • Giovanni disse:

      Quem mudou a trajetória foi o Marcos Gomes. Quando Rubinho colocou o bico do carro ao lado, o Marcos Gomes precisava “aceitar” e ficar pelo lado de fora, mas ele quis “desafiar” e levou a pior. Com o Cacá Bueno foi parecido. Cacá já estava com o bico do lado e foi espremido no muro. Como revide, o Cacá foi muito mais duro do que o normal na sequencia e literalmente apoiou o carro pra cima do Gomes na curva seguinte.

      A agressividade tanto do Cacá quanto do Rubinho foram reações à agressividade do Marcos Gomes. O histórico dos três demonstra isso, inclusive. Cacá e Rubinho são pilotos experientes e pilotam de forma muito limpa, mas sabem quando precisa apertar. Já o Gomes tem um histórico diferente.

      É a velha regra da ação e reação. Quer jogar duro? Então vamos jogar.

    • Fabiano disse:

      Apenas acidente de corrida! Viu um brecha e colocou o carro por dentro… quando o Marcos Gomes tentou fechar, houve o toque.

    • Tales Guimarães disse:

      Também achei “incidente de corrida”. Barrichello não fez movimento de volante para a direita. Apenas manteve a linha por dentro e o Marcos Gomes tentou fechar a porta tarde demais. Como nos casos onde não há certeza sobre o impedimento no futebol: na dúvida favor beneficiar o atacante!

  14. Thiago Eimori disse:

    Impressionante a quantidade de provas que o Thiago Camilo tem problemas no finalzinho. Muitas delas liderando e na última volta. Parece até que o Mick Jagger torce para ele…

  15. Renato de Mello Machado disse:

    Eu não gosto desse formato de duas corridas da stock car. Mas é o quê tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>