MENU

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 - 19:47F-1, Foto do dia

FOTO DO DIA

Os “pneuzões” da Pirelli sendo testados pela Red Bull em Mugello com… Buemi ao volante! Os carros vão ficar mais bonitos.

pneuzaonarb

32 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    Os toques e “voadas” nas ultrapassagens irão aumentar com esse pneus.

    A conferir.

  2. Brabham-5 disse:

    #BubbleGumTyres

  3. Luiz Carlos disse:

    Ficou legal !!! agora só falta voltar os motores aspirados e o barulho tradicional da F1

  4. LMC disse:

    Melhor o FG cobrir a Olimpíada(que parece o
    Carnaval,tem seus lados chatos e bons) do
    que assistir Masterchef que é boiolice pura.

  5. Diego - Floripa/SC disse:

    Ficou muito legal, os carros vão ficar bonitos e só o fato de continuar com as rodas 13 já é um alívio. A Pirelli tentou a lorota de que nas ruas se usam aros cada vez maiores, mas felizmente não colou.

    Aliás, para muita gente o começo do fim da F1 foi a asa móvel, para outros os novos turbo. Para mim será quando aumentarem o aro, que para muitos é a principal característica dos F1. Vamos ver até quando vai durar isso.

  6. ALLAN PEREIRA GUIMARAES disse:

    Os dianteiros poderiam ser no máximo 275 e pelo menos 2 polegadas menor em altura. Aí sim teríamos carros mais lentos em curvas, com a traseira escapando facilmente sem perda de aderência repentina (tal qual nos anos 70/80). Como a velocidade em curva naturalmente seria diminuida, haveria menor perda de aderencia em condições de vácuo. Bingo!

  7. TJ disse:

    Corneta no escapamento
    Halo
    o descartado novo sistema de classificação
    pneuzão
    bicos horríveis
    asa móvel
    censura no rádio
    limites de pista

    Tá osso…

  8. Luis disse:

    Achei horrível. a F-1 ficou ridícula no geral, não é um pneu saudosista que vai trazer os tempos românticos de volta, tempos esses que nunca existiram: até hoje tem gente que acha que as asas acabaram com a categoria, porque deram fim aos carros em formato de charuto.

  9. Francisco Martins disse:

    Realmente os pneus mais largos dão um outro visual a esses carros horrorosos, agora o que sinto falta mesmo na F-1 é do barulho, como era legal antigamente ver esses carros com os V8, V10 e V12 literalmente gritando nas pistas, e hoje em dia dá até tristeza de aumentar o volume da TV pra ouvir esse som de aspirador de pó!

  10. PRNDSL disse:

    Agora só falta diminuir os aparatos aerodinâmicos para o que era nos anos 80 !!!!!!!!!!!!!!!!

  11. Jose Brabham disse:

    Cara dos anos 70!

  12. GARRET disse:

    O carro ficou mais largo, ótimo, mas as pistas continuam estreitas para ultrapassar, que merda…………….vamos ter menos ultrapassagens;

  13. Evandro disse:

    Querem usar o halo para segurança ? e o tamanho do pneu aumentar não me parece ser mais seguro em caso de acidentes.

  14. Carlos Pimenta disse:

    Tá ficando legal. Se colocar um barulhinho de carro de corrida, estilo Cosworth anos 70, posso até dizer: Aumenta que isso aí é rock and roll.

  15. Thiago Brasil disse:

    E isso que ainda teremos asas diferentes e, principalmente, carros mais largos.

    Bonitos esses carros vão ficar, e provavelmente mais rápidos. Não sei se isso vai melhorar as corridas, contudo. Talvez nos beneficiemos de alguma mudança na ordem de forças no grid, o que é comum em grandes mudanças de regulamento.

    As duas ponteiras de 2008 começaram mal 2009, e não foi culpa só do difusor duplo da Brawn. Nada garantido pra Mercedes, Red Bull e Ferrari, e isso pode ser bom.

  16. Marcos Aldred Ramacciotti disse:

    Ficou com cara de carro de corrida,

  17. Tales Guimarães disse:

    A pergunta a ser respondida é: com estes pneus haverá aumento significativo da relação entre grip mecânico é grip aerodinâmico? A ponto de favorecer ultrapassagens pela diminuição da importância do efeito de perda de carga aerodinâmica que ocorre quando os carros estão próximo?

    • Victor disse:

      Não, ao contrário, vai aumentar mais a aerodinâmica que o grip mecânico, deixando a F1 mais distante das equipes pequenas e as sonhadas ultrapassagens.

      • Robertom disse:

        Pneus maiores vão aumentar a aderência mecânica certamente, e também aumentar o arrasto.
        Quanto ao “Downforce”, depende dos detalhes do novo regulamento técnico, certamente neste instante alguém está trabalhando, num túnel de vento ou com programa CFD , para aumentá-lo.

    • Fernando disse:

      Dúvida comum explicada aqui:

      http://www.if.ufrgs.br/cref/?area=questions&id=1053

      Trecho:

      “…Uma concepção equivocada sobre a largura dos pneus, parte do pressuposto de que a intensidade da força de atrito estática máxima depende fortemente da área das superfícies que se atritam. Ao testar experimentalmente a suposta dependência da intensidade da força de atrito com área de contato, muito antes de existirem os pneus, Leonardo da Vinci (1452-1519) inferiu não ser verdadeira tal suposição intuitiva, concluindo pela independência da área, mantido todo o resto constante, isto é, mantidas as naturezas de ambas as superfícies e a força de compressão entre elas, ou seja, a força normal. Dessa forma, a maior largura dos pneus dos carros de corrida não está a serviço de um ganho substancial (como o senso comum imagina) nas forças de atrito.

      Então, qual é o real motivo dos pneumáticos dos carros de Fórmula 1 serem mais largos do que os comumente usados em automóveis? A razão primordial está relacionada ao grande desgaste que os pneus sofrem em uma corrida. Tal desgaste da banda de rodagem depende da pressão (força por unidade de área) exercida na região de contato. Ora, um pneu mais largo, além de estar sujeito a uma pressão menor do que um pneu estreito, também possui mais borracha para ser desgastada, permitindo assim que as trocas de pneus durante as corridas sejam menos frequentes…”

      • Jose Brabham disse:

        Muito interessante… desde que fiz minha Física no Primeiro Ano que tenho essa dúvida. Fat (Força de Atrito) = mu * Normal. Sendo mu = cte de atrito. Não entra A (área) na equação. Então porque os carros de corrida teriam pneus largos? Está explicado!

      • Robertom disse:

        A borracha do pneu devidamente aquecido é “mole” e penetra nas irregularidades da superfície do asfalto, portanto a área de contato é proporcional à aderência.
        F=mi.N só vale quando não há interpenetração de superfícies.

      • Tales Guimarães disse:

        A teoria básica de atrito estudada nas aulas de Física (independência de área) não se aplica de forma pura ao contato pneu-solo. Como bem comentou o Robertom.

  18. Ricardo Cardoso disse:

    O visual ficou bem legal. Mas acho que é como disseram antes, os tempos de pits podem aumentar um pouco, já que esses pneus são maiores e mais pesados pra carregar, mas o ganho visual vale a pena.

  19. tuta santos disse:

    Ficaram bem autoramísticos!

  20. José Marinho disse:

    Ficou horrivel

  21. ags disse:

    Lá vem mais um motivo para o Pigmeu da Cantareira reclamar……..pif paf,,

  22. voulembrar disse:

    Deixou um ar retro… da época da Mclaren de Fittipaldi.

  23. Lima disse:

    Deve subir bem o tempo do pitstop para a troca da pneus. Ficarão bem mais bonitos mesmo.

  24. Renato de Mello Machado disse:

    já mudou o visual pro bem só com a mudança,e nem trocou as asas.Se não for a turma quê manda na f1 estragar, o ano quê vem vai ser bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>