MENU

sexta-feira, 23 de setembro de 2016 - 20:42F-1

DEU PIQUET

piquetopreferido

SÃO PAULO (ufa) - Acho que o resultado acaba sendo surpreendente, tamanha a popularidade de Senna. Mas ele tem rejeição, também. Por isso, dá para entender a preferência da blogaiada que votou por Piquet, como o melhor daquela famosa foto dos quatro gigantes no Estoril, em 1986.

Foram computados 714 votos até a hora em que comecei a contar. A margem de erro da apuração é de 0,001% para cima e 0,004% para baixo. Métodos novos de pesquisa, não perguntem muito.

Eis o resultado:

NELSON PIQUET – 332 votos – 46,5% do total
AYRTON SENNA – 264 votos – 37% do total
ALAIN PROST – 59 votos – 8,2% do total
NIGEL MANSELL – 14 votos – 2% do total
NULOS – 45 votos – 6,3% do total

Deu para perceber que Mansell não tem muitos fãs. Ou talvez até tenha, mas eles são sensatos. Não dá para dizer que tenha sido o melhor dos quatro. O mais divertido, talvez. Prost teve baixa votação, contrariando a opinião de Bernie Ecclestone. Já a disputa Senna x Piquet é sempre acirrada. No fim, acaba sendo mesmo uma questão de gosto. Sorte do Brasil que teve dois pilotos como eles.

Valeu pela participação, moçada. Agora, para bombar aqui também, respondam: quem é melhor, eu ou Victor Martins?

169 comentários

  1. Piquet merece de vez enquanto ganhar uma pesquisa, afinal ele foi uns dos cabeças de chave da década de 80, um dos poucos campeões da F-1 com três tecnologias diferentes. Apesar de ser o vilão na história do Senna, Piquet também tem muitos admiradores espalhados pelo mundo. Por quê não?

  2. Daniel T. disse:

    Tinha esquecido de votar, mas vai aí, voto Piquet.

  3. Alexandre disse:

    Victor, sempre Victor

  4. EDS disse:

    NP melhor q Senna rss nao consigo entender. Nunca conseguiu vencer em Monaco. NP foi no maximo bom como muitos que estiveram na f1. So venceu com carro muito bom e perdeu varias pra concorrencia na epoca de willians.

    • Ricardo disse:

      Amigo, você disse que o Nelson só ganhou com o melhor carro ? Muito pelo contrário dos 3 campeonatos que ele consquistou 2 foram com o carro que não foi campeão de construtores. Quem ganhou TODOS os títulos com o MELHOR carro do Grid foi o Senna. Ganhar em Mônaco não é parâmetro para definir de o piloto é bom ou não. Falar que o Piquet foi apenas “bom”, você só pode estar de sacanagem, saiba você que quando o Senna testou a Brabham em Paul Ricard, aquela mesma que o Piquet foi bi campeão ele virou 1,6 segundos mais devagar que o Piquet, mesmo carro, mesma pista ou seja igualdade de condições, o Piquet só não é mais valorizado porque ele não abriu as pernas pra Globo !

    • Luciano disse:

      Você não sabe nada mesmo. Mais perdido que deficiente visual em tiroteio

  5. Jackson Batista disse:

    Cara, discutir qual de vcs dois é melhor é negligenciar completamente a Evelyn., me recuso.. rsrsrs.. Parabens a todos acompanho a muitos anos e a qualidade e o profissionalismo nunca deixaram a desejar, alias tornaram-se referencia.

  6. Tiago disse:

    Se fosse fazer o retrato hoje em minha opinião sairiam na foto representando os respectivos:

    Hamilton (Senna)
    Alonso (Prost)
    Rosberg (Mansell)
    Vettel (Piquet)

  7. Claudir disse:

    Nelson foi o melhor, o preferido de quem gosta realmente de corridas. E dos mecânicos que trabalharam com os quatro citados no texto.

  8. Edison disse:

    O Victor tem melhor dicção, cabelo e futuro. Não é preciso dizer mais nada!

  9. EDUARDO TOMITAO- disse:

    Américo, mas se não valer, vou de Victor!

  10. Nelson Senna disse:

    O Piquet teve varios anos pra tentar ser campeão de novo e não conseguiu. O Senna certamente ganharia mais campeonatos e acabaria com essa discussão.

  11. Mentecapto disse:

    Não posso votar no Victor Martins, simplesmente porque não leio os posts dele. Tenho uma preguiça danada, e dos blogs brazucas, só leio o seu e o da Julianne Cerasolli, então por exclusão, vc é o melhor entre os dois.

  12. Brabham-5 disse:

    Eu nem votei!

    Mas achei JUSTO o resultado.

    E acho que Mansell dentro da pista dava mais trabalho que o Prost.

    • Brabham-5 disse:

      O mais completo, melhor acertador e desenvolvedor de carros, campeão com motores turbos e aspirados, campeão com 3 fornecedores de pneus diferentes, Bi-campeão com uma Brabham contra equipes mais ricas como Ferrari, McLaren , Williams e Lotus e Renault, campeão numa equipe inglesa em cima de um piloto inglês, primeiro piloto a criar a estratégia de corrida de largar com menos combustível (abrindo grande distância dos rivais por largar mais leve) e antecipar parada nos boxes, primeiro piloto a utilizar os até hoje utilizados “cobertores de aquecimento de pneus”, inteligente, inovador, rápido, “cascudo”, sabia administrar o carro durante a corrida numa época onde havia muitas quebras de uma F1 de carros menos resistentes. Campeão sem o apoio da mídia brasileira e das Organizações Globo: Nelson Piquet.

  13. Antonio disse:

    A nova enquete é sobre quem é melhor piloto ou jornalista?

  14. Cleverson disse:

    E pensar que em 2017, a priori, o Brasil só terá Nassr no Grid da Fórmula Um… sob a titularidade de narração do Luiz Roberto…

  15. Segafredo disse:

    kkkkkkkk…………….até que enfim vc conseguiu Flávio.!! Pela 1ª vez o Piquet ficou na frente do Ayrton, rsrsss

    • Brabham-5 disse:

      Foda, essas viúvas acham que a F1 começou só depois que o “santinho” chegou á McLaren.
      Ignorantes.
      Não odiamos o “Cenna”.
      Mas odiamos suas viúvas, justamente pelo que defecam pelos dedos e pela boca. Entende de “Cenna” mas de F1 ´só mostram recalque e muita ignorância.

    • Brabham-5 disse:

      E quando eles pilotaram o mesmo carro? Quem foi melhor?
      Senna testando com a Brabham de Piquet (1983)
      Essa você não deve conhecer.
      O início da rivalidade (guerra) Piquet x Senna, Senna x Piquet.
      O primeiro desentendimento entre Senna e Piquet surgiu em 1983, quando Bernie Ecclestone, dono da Brabham e patrão de Piquet, quis conhecer melhor Ayrton Senna. Ele era a grande revelação da época e Ecclestone, como os demais donos de equipe, ficou de olho nele. Chamou Piquet e propôs: “Eu gostaria de avaliar melhor esse brasileiro e fazer um comparativo entre vocês. O que você quer para topar um teste justo, em absoluta igualdade de condições?”.

      Piquet garante que exigiu apenas a igualdade. Daria meia dúzia de voltas com pneus velhos e acertaria o carro. Então colocaria pneus novos e faria a tomada de tempo. Senna deveria ter as mesmas condições. “E se ele fizer o mesmo tempo ou menos?”, provocou Ecclestone.
      “Bom, se isso acontecer, eu te pago 100 mil dólares. Mas se for o contrário, você é que me paga os 100 mil”, propôs Piquet.

      Ecclestone riu, concordou com a cara de quem tem um ás na manga, e os dois pilotos brasileiros foram para o circuito Paul Ricard, na França, fazer o teste.

      Piquet seguiu o roteiro combinado, mas teve uma surpresa ao entrar no carro: a mando de Ecclestone, a válvula de regulagem de potência do turbocompressor estava lacrada num ponto imutável. Era uma artimanha do patrão para que o teste fosse realmente justo. Afinal Piquet, além de malandro, conhecia bem o carro e o motor com o qual tinha sido campeão.

      Na versão de Piquet tudo seguiu como o estabelecido: ele deu cinco voltas com pneus usados, trocou-os por novos, fez o tempo de 1″05’90 (no pequeno circuito de Paul Ricard) e entregou o Brabham. Ayrton Senna fez a mesma coisa com os pneus velhos, mas usou mais jogos de pneus novos e não conseguiu atingir a marca de Piquet.

      Mesmo assim o teste foi considerado muito bom e o próprio Piquet admite que elogiou Senna para o patrão, que resolveu contrata-lo.

      Mas, segundo Piquet, a Parmalat, multinacional italiana, patrocinadora da Brabham na época, não aceitou.
      “Eles queriam um italiano (no caso Riccardo Patrese), e não outro brasileiro. Daí o Senna saiu dizendo que eu havia boicotado ele. Eu só ganhei 100 mil dólares”, ironizava Piquet.

      Como foi o teste de Senna na Brabham:

      Piquet foi primeiro a andar no carro, dá algumas voltas, faz um acerto no carro e vira 1″05’90. A partir daí, o carro não mais seria modificado. Os pilotos convidados para testar a Brabham foram: Senna, claro, o colombiano Roberto Guerrero, o italiano Mauro Baldi e seu compatriota Pierluigi Martini.

      Senna e Baldi viram praticamente o mesmo tempo, Guerrero e Martini vinham um pouco atrás.
      Resultado dos testes em Paul Ricard em 14 Novembro de 1983:
      1″05’90 Nelson Piquet Brabham BT52B BMW
      1″07’80 Mauro Baldi Brabham BT52B BMW
      1″07’90 Ayrton Senna Brabham BT52B BMW
      1″08’60 Roberto Guerrero Brabham BT52B BMW
      1″08’90 Pierluigi Martini Brabham BT52B BMW

      Senna engoliu MUITA POEIRA de Nelson Piquet até chegar á McLaren, levou ultrapassagem histórica – maior da história da F1 – na Hungria em 1986, Piquet chegou a vencer corridas com uma BENETTON numa época de domínio de McLaren com Senna, Ferrari com Prost e Mansell…

      Foi campeão com 3 fornecedores de pneus diferentes. Campeão com motores turbos e aspirados. CARROS DESENVOLVIDOS POR ELE e seu engenheiro, não pelos colegas de equipe. O Primeiro a fazer uso do cobertor elétrico de pneus, logo copiado por outras equipes e usado até hoje.. O primeiro a criar estratégia de corrida de largar com menos combustível e abrir distância para fazer o pit stop com vantagem para voltar na liderança.

      Um cara que conquistou 2 títulos pela Brabham enfrentando Ferrari, McLaren, William, Lotus, Renault, equipes mais ricas e melhor estruturadas, numa época de Reuttemman, Giles Villeneuve, Prost, Lauda, Alan Jones, Keke Rosberg, SENNA, Mansell dentre outros grandes.

      Chegou a F1 sem apoio de ninguém, quando chegou á Europa, na F2, dormia numa kombi para trabalhar no carro. Sujava a mão de graxa.

      Não tinha apoio da IMPRENSA, não tinha patrocínio de ESTATAL, mesmo sendo filho de gente importante em Brasília, nunca namorou com apresentadora global para se autopromover.

      Agora,me diga aí vivinha ignorante: Que inovação Senna trouxe á F1? Jogar o carro no colega de profissão para conquistar um título? Desrespeitar o colega de equipe ao quebrar um trato dentro da equipe já na primeira largada, primeira corrida?

      Me diga uma coisa que Senna trouxe de bom para a F1 (ou para alguma equipe onde trabalhou) em termos de segurança, inovação técnica, desenvolvimento de carro, motor.

      Só só vivia a F1 exclusivamente para SI MESMO.

      Pega a bandeira do BR e enfia!

      Respeite Nelson Piquet!

      • Leandro disse:

        “Um cara que conquistou 2 títulos pela Brabham enfrentando Ferrari, McLaren, William, Lotus, Renault, equipes mais ricas e melhor estruturadas, numa época de Reuttemman, Giles Villeneuve, Prost, Lauda, Alan Jones, Keke Rosberg, SENNA, Mansell dentre outros grandes.”

        Opa, tira Williams e Lotus desse balaio aí! Lotus já tava numa decadência visível e a Willians, apesar de estável, não chegava nem perto do que se tornou a partir de 85. Gilles Villeneuve fazia bonito pra foto, mas nunca chegou nem perto do quarteto, assim como Jones e Rosbergão.

        Isso não diminui o Piquet, claro. Pois apesar de não serem grandes, alguns desses pilotos tiveram um curto auge no período que ele conseguiu dois títulos e um vice com a Brabham.

        Fora que ele é o único a ganhar sem sua equipe ganhar os construtores mais de uma vez.

    • Bola da Vez disse:

      O Ministério da Saudade adverte: dor de cotovelo faz mal à saúde.

  16. Alexandre Santiago disse:

    Quem é Victor Martins na fila do pão? FG é meu voto, afinal ele é o chefe!

  17. Sidinei Gadelha disse:

    O melhor é o Ivan Cappelli!

  18. Ewerton Calebe disse:

    Gosto mais da Nathalia!

    Mas entre os dois, Victor martins de longe!

  19. Danilo Junqueira disse:

    Gabriel Curty

  20. Rafael Garcia (gaúcho) disse:

    *piloto brasileiro

  21. Rafael Garcia (gaúcho) disse:

    Bah…fico intrigado com os comentários de que esse blog é anti-Senna. É um blog sobre automobilismo, de carátet pouco informal, porém jornalístico. Quem lê com frequência sabe que o Flávio Gomes já mencionou que considera o Senna o melhor piloto brasiñeiro campeão na F1.
    Gosto de ambos, F. Gomes e V.Martins, mas como sou um amante da palavra escrita, fico com o Gomes em função de seus textos sérios, na minha opinião mais lúdicos e, até certo ponto, “poéticos”.

  22. Denis disse:

    Por ser um blog imparcial e um pleito sem viés tendencioso, voto no FG. kkkkk

  23. Hassan disse:

    Gosto dos dois, mas seu sarcasmo em alguns posts sao impagaveis! Meu voto: Flavio!

  24. Gustavo Henrique disse:

    Piquet é MITO. Acho que o Brasil nunca mais terá um piloto foda como esse na F1.

    Desculpa, Flávio, mas voto no Victor Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>