MENU

segunda-feira, 5 de setembro de 2016 - 23:57F-1, One comment

ONE COMMENT

Ao ver este vídeo espetacular, e prestar atenção a tudo que diz o Coulthard, um único comentário: é difícil pra caralho. O Alexandre Neves mandou. O carro é o Red Bull de 2012. A pista, Barcelona.

20 comentários

  1. J Alves disse:

    Lembrei desse vídeo com o Coulthard “apostando corrida” com uma Mercedes AMG SL63 (de rua), um V8 Supercar (competição) e um F1 (aposentado):

    https://www.youtube.com/watch?v=z5mRiY6Hmhc

  2. Oscar Moraes disse:

    Olá Flavio, espero que esteja bem!

    Caso tenha tempo, dê uma olhada nessa reportagem.

    http://www.messynessychic.com/2016/08/02/for-sale-the-antique-train-hotel/?utm_source=sendicate&utm_medium=email&utm_campaign=2016-08-08+A+weekly+newsletter+from+Paris

    A empresa Red Caboose Bed & Breakfast localizada no estado de Washington, EUA, restaura vagões de trem criando essas obras de arte.

    Aparentemente, por aproximadamente 850 mil Obamas você pode ter seu próprio vagão de trem estacionado no quintal da sua casa.

    Lindo! Tudo de extremo bom gosto e muito bem acabado.

    Como sempre, parabéns e obrigado pelo trabalho! Grande abraço!

    Oscar Moraes

  3. Marco Cordobe disse:

    Assistindo ao vídeo percebemos quanto o corpo sofre com as acelerações e freadas… é pra poucos mesmo!!!!
    Abraços e sorte

  4. Rodolfo I Vieira Filho disse:

    Irado !!!

  5. Danilo Silva disse:

    Cada época com suas dificuldades. Pegue o vídeo do Hamilton contando a experiência dele em pilotar o MP4-4 de 1988. Ou o Rosberg contando a experiência em pilotar a Flecha de Prata do Fangio. Carro de F1 sempre foi o que há de mais complexo em automobilismo. Não dá pra comparar a dificuldade das diferentes eras.

  6. Paulo F. disse:

    F1? Lembro do Emerson falando do 917. Levou sua mão Dona Juze para uma volta na besta. Achando que ela reclamaria muito , ele estranhou o fato dela não ter dito nada, e seguiu em frente; ao fim da volta notou que sua mãe havia desfalecido devido à força G…..

  7. Mercedes 2016 disse:

    Como pode o Hamilton ter ganho em Cingapura no ano passado se ele abandonou ???

    Distância
    5,703 km
    Número de voltas
    61
    Vencedor em 2015
    Lewis Hamilton
    (Mercedes)
    Resultado da prova Programação
    SEX, 16/9 | TL1 – 7h
    SEX, 16/9 | TL2 – 10h30
    SAB, 17/10 | TL3 – 7h
    SAB, 17/10 | TC – 10h
    DOM, 18/10 | GP – 9h

  8. Diego - Floripa/SC disse:

    Não é fácil não, e acho que uma das coisas que enganam é a qualidade das transmissões de TV atuais.

    Acho que uma coisa que engana é a qualidade das câmeras onboard atuais, com estabilização absurda, perto das antigas que era uma tremedeira só.

    Seria interessante ligar uma câmera das antigas em um carro atual para ver como a imagem ficaria.

  9. José disse:

    Eu lembro do Emerson falando sobre a Ferrari F2001 do Schumacher, que ele guiou uma vez em Goodwood e saiu do carro dizendo que não sabia como o alemão conseguia guiar aquilo e prestar atenção em tudo o que tinha que fazer enquanto pilotava (e rápido). Que no tempo dele era muito mais fácil.

    E lembro de outra frase, essa do Mika Hakkinen, que dizia que “se você está achando fácil pilotar um fórmula 1, é porque você não está pilotando rápido o suficiente”.

    Juntando os dois comentários, você realmente se convence que não é e nunca foi fácil. Era diferente, como tudo na vida. Mas fácil não é. Concordo quando você diz que hoje a experiência é menos necessária (que qualquer piloto novato pode chegar e andar rápido e antigamente isso era mais difícil) mas fácil com certeza não é.

    E 90% dos que sentam no sofá e falam que “se eu estivesse ali…” pode ter certeza que nem sair dos boxes conseguiriam.

  10. ze Ruela disse:

    A pagina do blog esta muito instável na plataforma IOS para ipad. São vários ‘crashes’. O mesmo não ocorre com Windows e Android. Existe algum fix? Ou help desk que eu possa contatar? Obrigado.

  11. Leandro disse:

    Aliás, Flávio, você já andou em um F1?

  12. Leandro disse:

    E ainda tem gente que diz que esses carros de hoje são moleza, que é tipo um videogame já que o carro faz tudo e que bom mesmo era na época do Senna em que “tinha que pilotar no braço”.

    • Thiago disse:

      Comparados ao mp4-4 de 88, esses f1 atuais são quase uns Corollões automáticos . 1200 cv turbo, caixa manual, suspensões imorais com pistas muito mais irregulares, sem quaisquer auxílios eletrônicos. Veja uma câmera onboard do Vettel em 2013 e uma do Piquet em 86, por exemplo, pra sacar a diferença. O fato dos carros atuais serem complexos não os fazem, nem de perto, tão selvagens e delicados na tocada como os de antes.

    • JP disse:

      Cada época tem suas dificuldades. Na época do Senna, em que pese o fato dos carros parecerem cabritos saltitantes, o volante era um mero esterçador de rodas. Hoje…..

      • thiago disse:

        Hamilton, ao testar o mp4-4, disse que é inimaginável como se fazia para guiar um carro dessa natureza buscando tempo. Por outro lado, consigo facilmente ver Ayrton operando um volante desses com o dobro de botões. Mas vai da opinião de cada um.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>