MENU

segunda-feira, 19 de setembro de 2016 - 9:26Automobilismo brasileiro

TRISTEZA EM PIRACICABA

SÃO PAULO – Acabo de saber que um piloto de arrancada morreu sábado em Piracicaba, provavelmente porque seu acelerador travou. André Minoru Matsutani tinha 42 anos e morava em São Paulo. O acidente aconteceu nos treinos e as provas foram canceladas.

IMG_2975

11 comentários

  1. Sidney Tozzi disse:

    Ola bom dia a todos como piloto eu não acredito na possibilidade de ter travado o acelerador,Ele era um piloto muito experiente ,para mim a causa mais provavel seria a falta de freios ou um mal subito talvez ,Acho que os carros deveriam ter mais alguns itens para melhorar a segurança. .Fatalidades existem mas não podemos dar sorte para o azar

  2. Joca disse:

    Posso estar falando besteira, mas parece que a tubulação do Santo Antônio é muito fina.

  3. Marcos Bolinha disse:

    nesse video de 2010 , da pra ter uma noção. do tamanho da pista. O cinto também parece estar frouxo.

    https://youtu.be/3ToRk_3XsEk

  4. v8_super disse:

    Os carros de arrancada no Brasil tem “gaiola” feita em casas de escapamento, as pistas tem muro no fim….. os fiscais liberam as tranqueiras pela amizade e pelo conhecimento que tem dos pilotos ou mecânicos, as federações só se interessam é por por receber sua taxas….

  5. Leovegildo Fernandes disse:

    Esses carros não têm pedal de embreagem?

  6. Toni Casagrandet disse:

    Pista de arrancada “curta” é como um aeroporto com 1000 m de pista para grandes jatos.

    Milagre não ter havido fatalidade parecida antes. Esta pista, na minha opinião, não poderia ser homologada para provas com carros desse nível.

    Ver pista de arrancada de Curitiba. Sobram 500 m para desaceleração.

  7. Márcio disse:

    Ele cruzou a linha de chegada a 220 km/h, o acelerador travou, tentou engatar segunda e entrou quarta, abriu o para quedas e mesmo assim ele bateu e veio a falecer. Piloto experiente da arrancada. Gol dele tinha 1034 cavalos.

  8. Fábio Amaral disse:

    Esta barreira de pneus, fica no final da reta principal do autódromo, onde são disputadas as provas de arrancada!
    Apos esta barreira, fica um barranco, a após este barranco fica a Rodovia Luis de Queiroz SP 304. Nunca fiz a medição, porém acredito que são menos de 200 metros, entre a barreira de pneus e a Rodovia em si!
    “PERIGOSO, MUITO PERIGOSO!”

  9. Alexandre disse:

    Grande tragédia mesmo, uma pena que quem promove esse campeonato não conseguiu dar segurança ao final dessa reta, é preciso cobrar isso das pessoas responsáveis por isso, assim como muitos pilotos nem sabem oque é um anexo J, que fala muito de segurança nos veículos, é só olhar alguns carros nos boxes e ver cintos colocados de forma incorreta, santo antonio fora de padrão, bancos que se movem, isso tudo somado também mata, e as autoridades só contando inscrições…

  10. Triste notícia, Que Deus conforte a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>