MENU

sexta-feira, 11 de novembro de 2016 - 20:30F-1

ENTRE OS LAGOS (10)

SÃO PAULO (hoje choveu granito) – Lembram que contei ontem que a Ferrari tinha decidido apelar da punição a Vettel no México?

Pois o resultado saiu agora há pouco. Foi feita uma teleconferência com a presença de um representante do time italiano, dois da Red Bull (diretamente interessada, porque Ricciardo herdou o pódio do alemão), os comissários que atuaram no Hermanos Rodríguez, a FIA, o prefeito eleito, o papa e o empresário do Neymar.

A Ferrari tinha informado, por escrito, que tinha um “novo elemento” a apresentar em sua defesa. Aí, quando chegou a hora de fazer sua argumentação verbal, Jock Clear, o enviado de Maranello, foi além: “Temos dois novos elementos!”.

Oh!, exclamaram todos na sala. Então mostra aí, pediu o cara da FIA. Clear veio, então, com o primeiro “novo elemento”. Segundo ele, o diretor de prova tinha o poder de instruir Verstappen a entregar a posição a Vettel depois de passar pela grama. Oh!, exclamaram todos. E o segundo “novo elemento”, Mr. Clear? “Temos dados de GPS sobre a defesa de posição de Sebastian contra Ricciardo”, disse o dirigente. Oh!, exclamaram todos.

Então, a FIA informou que, em relação ao primeiro “novo elemento”, o diretor de prova tem “absoluta autoridade” para permitir que um piloto devolva uma posição, o que não significa que tenha a obrigação de fazer isso. E disse também, a FIA — sob o olhar atento do papa –, que o fato de o diretor não ter exercido seu poder “não é relevante”. Oh!, exclamaram todos.

Sobre GPS, o segundo “novo elemento”, a FIA perguntou a Mr. Clear se os dados trazidos pela Ferrari contrariavam aquilo que a telemetria e as imagens tinham mostrado lá no México, a saber: Vettel virou o volante enquanto freava na curva 4. Mr. Clear — sob o olhar atento do empresário de Neymar –, algo envergonhado, admitiu: “Não”. Oh!, exclamaram todos.

Sendo assim, os comissários da FIA concluíram que nem o primeiro, nem o segundo “novo elemento” eram “novos elementos”, mantiveram a punição a Vettel e mandaram a Ferrari arrumar uma louça de pia para lavar.

Na saída da salinha, Mr. Clear, segundo testemunhas que tenho no submundo do crime, sacou o celular e ligou para o advogado do Fluminense.

 

3 comentários

  1. Fernando disse:

    Muito bom cara!!!

  2. GArlet disse:

    Sinceramente achei o Verstappen e o Ricciardo dois pilantrões, aquela foto com o sombreiro zoando. Coisa de moleque. Porém o jogo de equipe na RED BULL (segurar outro piloto para o colega chegar) não é ilegal, mas que é apelar ´é, coisa feia, mas faz parte da F1, desde sempre………

  3. Clovis disse:

    Penso eu que, no caso do GP do México, fosse falado para o Verstappen dar a posição , pelo rítmo da Ferrari , o Ricciardo não alcançaria o Vettel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>