MENU

quinta-feira, 3 de novembro de 2016 - 18:12F-1

JÁ PODE BEBER

STROLLBOTTASSÃO PAULO (sem surpresas)Lance Stroll e Valtteri Bottas serão os pilotos da Williams no ano que vem. O finlandês vai para sua quinta temporada na equipe, sem números muito impressionantes até agora — nove pódios em 76 corridas, nenhuma vitória, nenhuma pole. Mas é um bom piloto, e já provou que consegue pontuar quando dá. Nunca achei nada de tão espetacular, mas dá para o gasto.

Stroll, canadense de 18 anos, ganhou a F-3 Europeia neste ano com equipamento melhor que a concorrência, mas ganhou. Não é o primeiro a se impor numa categoria de base graças ao dinheiro que tem. Chega para substituir Massa, que semanas atrás anunciou a aposentadoria. Venceu 14 das 30 provas deste ano e subiu ao pódio 20 vezes. Mesmo para quem tem um carro superior, são marcas respeitáveis. E como a F-3 deu Max Verstappen ao mundo recentemente, é nisso que a Williams aposta ao escolher o menino.

Mas é evidente que não são só seus belhos olhos e seu pé pesado. O pai de Lance, Lawrence, é miliardário. Sua fortuna vem do mundo da moda e está explicada aqui pelo Pedro Henrique Marum, no GRANDE PREMIUM.

Será um novo Verstappen? Difícil dizer. Mas é justo afirmar que seu currículo é bastante interessante, inclusive em corridas de protótipos — apesar da pouca idade.

O anúncio de sua contratação só foi feito hoje porque o menino chegou à maioridade apenas cinco dias atrás. Como a Williams é patrocinada por uma bebida alcoólica, Martini, o time achou de bom tom deixar para oficializar sua chegada agora que ele já pode tomar um porre sem levar bronca dos pais.

Justo. Que tome, para comemorar. Mas não de Martini, que isso dá uma ressaca braba.

37 comentários

  1. marcos andre RJ disse:

    o pescoço desses muleques parecem o do mike tyson

  2. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : Agora sim ,vai ser pressão no Botas…….

  3. O Bottas é o nº 1 da Williams desde 2013 (ano de sua estreia) atropelando o Maldonado e fazendo barba, cabelo e bigode em cima do Massacrado mesmo sem vitórias, aliás a Gangorra Williams pelo menos lhe deve uma vitória. O Stroll vem como uma promessa numa Williams que sobe e desce desde 2000 tendo como missão aprender e quem sabe subir a escada do seu agora Mestre Bottas que com certeza vai evitar que isso aconteça antes dele cair fora dessa equipe. Pelo menos na bebida em público o Stroll já evoluiu na F-1 logo depois da chegada dos seus 18 anos.

  4. Rumo ao Tri disse:

    Só a Ferrari que continua investindo em pilotos medíocres.

  5. Rumo ao Tri disse:

    Nem o Alonso salva essa Williams.

  6. Eddie disse:

    Kkkkkkkkkkk o Zacarias antecipou a aposentadoria pq sabia que nao tinha mais chances de se manter na F1 …… o assento na Renault e Williams ta valendo 30 milhões …… quem vai trocar um jovem piloto com 30 milhoes no bolso por um “pé de chinelo velho”

  7. Ricardo disse:

    Nada especial, só deu um cacete no Massa desde que chegou

  8. Luis felipe disse:

    Aliás, vamos combinar: o Bottas tem nada de demais como piloto e ta com a carreira estacionada!

  9. Lucas Dias disse:

    Gostaria de saber porque a Martini pode patrocinar a equipe e mostrar a marca , e bebida de cerveja não ? as duas contem álcool ? sempre tive essa duvida

    Até mais ver

  10. Tarcisio Colares disse:

    Stroll pode aproveitar o patrocinador da Williams e tomar uns Martini-Vodca mexido mais não batido tal qual em alguns dos filmes de James Bond. Certamente o Bottas poderá aconselhá-lo sobre as melhores vodcas para a mistura, que é muito boa mas realmente dá uma ressaca violenta mesmo.
    Quanto ao canadense, o desempenho dele vai depender de quanto dinheiro o pai dele vai investir na Williams, porque me parece difícil concorrer com as grandes. Mesmo a Force India tem um apoio financeiro melhor por causa do Perez e do patrocínio do Carlos Slim,

  11. VVesley disse:

    Flávio, uma dúvida que tenho sobre essas categorias de acesso é como uma equipe pode ter equipamento melhor do que as outras. Os carros não são iguais? Não seria só questão de ajuste, já que os carros e motores são padronizados?
    Abraço

  12. Bob disse:

    Flavio, sugestão para seus ótimos e hilários artigos pós corridas de F1 para o nome de Lance Stroll, o menino parece o filho de um Lobisomem. Fica a dica!

  13. Eddy Bruno disse:

    Farei aqui um pequeno apelo, também conhecido como ‘oração’.

    Senhor, Deus da Gasolina, do Nitro e do motor Turbo, por favor permita que esse rapaz não se torne um chato de galocha ou um reclamão como Kimis ou Buttons e que ele tenha mais culhões (apesar de novinho e sem barba) que o Max e não seja um bocó que anda e corre e guia só porque a equipe “manda e anda com o regulamento debaixo do braço”, como o talentoso Vettel, amém.

    PS: eu achei essa camisa branquinha muito bonita. (é sério isso). Foi o pai dele que fez?

  14. Jr. disse:

    Vi uma reportagem que dizia: “…Só que ter o pai como dono do time gerou situações inusitadas e polêmicas. Por mais de uma vez, companheiros de Stroll, quando estavam à frente do piloto, passaram a virar mais lento, até serem ultrapassados pelo canadense.” Vi também esses dois acidentes, causados por ele: https://www.youtube.com/watch?v=2f-KTKzEHY4&feature=youtu.be&t=2m3s
    https://www.youtube.com/watch?v=YtyY50gMEts
    Será que ele é tudo isso? O tempo dirá.

  15. Frank disse:

    Sugestão de apelido, “Troll”.

  16. ags disse:

    Só esperamos que esse cara, não venha fazer já de cara provas com resultados melhores que o Pigmeu da Cantareiras pois, vai ser a maior chacota do mundo…
    Pigmeu.. vce nunca foi o que se paga pela imprenssa…

    • luigi disse:

      Todos sabem que não nunca gostei do Mepassa ,más verdade tem que ser dita ,antes do acidente ele foi bem mais “piloto” que após.
      Talvez ele devesse ter se retirado das pistas quando percebeu que nunca mais voltaria ao patamar de competitividade de antes do acidente , seria mais digno assumir que não tinha mais condição de estar entre os top´s 5. do que ,ajudado pela enganosa R G T ,ficar dando falsas esperanças a seus inocentes torcedores ,de que no próximo ano ele seria mais competitivo. quando todos o viam ser batido pelo companheiro de equipe que tem 1/3 de seu tempo de F 1. Assim como aquele que ele sucedeu como segundo piloto na equipe de Maranello ,também sai pela porta lateral da categoria.

  17. Nardo disse:

    Pois é!! Ja vi varias vezes esta semana esta “florzinha” na camisa do pessoal! Alquem sabe o que é?

  18. RENÊ FERNANDES disse:

    Urgh! Tenho ressacas, gravadas em meu DNA! Tinto, Bianco e Rosé…Mais um minino. Se for endiabrado, feito Verstapinho, é legal.

  19. Ricardo Cardoso disse:

    Aguardemos uns dois anos pois no primeiro a chance de fazer algumas bobagens típicas de quem pula etapas é grande. Quem sabe no 2º ano de F1 ele já esteja mais ambientado, aí pode-se começar a avaliar.

  20. Kkkk disse:

    Pedro Piquet também ganhou tudo aqui, quando foi pra fora só levou riscada no capacete. Ter o melhor equipamento na Europa não é sinal de garantia de resultados como é aqui.
    Não vejo diferença entre o Lance e um piloto redbull como o Ricciardo, ambos correram bem acessorados, apenas a origem da grana que difere.
    Pode falar o que for, mas essa geração chega madura na f-1 muito antes que 20 anos atrás, graças às simulações e ao nível dos carros atuais de base.
    Acontece que ano que vem os carros serão muito mais rápidos, o salto do canadense será muito mais difícil que o do Verstappen.

    • luigi disse:

      É difícil entender ,que sem um carro bom ,ninguém vence nada a não ser fortuitamente e muito “de vez em quando” . Em automobilismo o piloto P R E C I S A do carro para vencer, nenhum piloto nunca venceu um campeonato sem um carro muito bom ,é característica do automobilismo . Até na Indy ,onde supostamente os carros são semelhantes , só duas ou três equipe ,normalmente sagram um de seus pilotos campeões ,o restante são participantes que eventualmente algum ganha uma corrida ,mas quase sempre de forma lotérica e eventualmente ,não porque tivesse “construído” esta vitória.

  21. Celio ferreira disse:

    Piloto novinho, carros da F1 mais difíceis de pilotar, equipe com pouco dinheiro ,
    piloto principal desmotivado , mais um ano na equipe, que esse ano foi lamentável,
    É a Williams 2017 será uma incógnita….

  22. Renato de Mello Machado disse:

    Tá bom,seu Stroll hoje qualquer um pilota F1.O Lorenzo pilotou e falou quê o carro é dócil,esperava coisa mais difícil e agitada com esse comentário ele mitou.

  23. Dimaz disse:

    o q seria essa florzinha nos pilotos???

    e fiquei com uma duvida, como fazer o podio em países como EUA com pilotos menores de 21 anos, ja q tem marca de champagne patrocinando??? beberiam champagne sem alcool???

    • Adriano Santi disse:

      É uma “remembrance poppy” (papoula da recordação, em tradução livre). É usada no Reino Unido nas primeiras semanas do mês de Novembro como homenagem aos que serviram nas forças armadas britânicas.

    • Antonio Ribeiro disse:

      Essa flor parece ser uma Remembrance Poppy, um ornamento baseada numa flor belga chamada Grote Klaproos, popular na região dos Flanders, e é uma alusão aos mortos de guerra, em especial aos que morreram na primeira guerra mundial (muitas das batalhas da primeira guerra foram nos campos dos Flandres, na Bélgica). Deve ser parte de alguma celebração aos 100 anos da primeira guerra.

    • Joao disse:

      Nao achei em portugues mas da uma google translate ai se for o caso:

      https://en.wikipedia.org/wiki/Remembrance_poppy

    • Andres disse:

      A “florzinha” é um simbolo comemorativo para lembrar os soldados britânicos da 1a guerra mundial.. Rememberence Day.

    • Thiago Gomes disse:

      Com relação a Flor, segue uma informação que encontrei:

      O Reino Unido comemora o Armistice Day, em referência a 11 de novembro de 1918, o dia em que a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) chegou ao fim. Era o cessar-fogo, o armistício.

      Para homenagear os que perderam a vida no sangrento confronto, as pessoas no Reino Unido costumam usar no peito, sobre a roupa, nos primeiros dias de novembro, uma flor vermelha, a papoula. Não a flor natural, mas uma artificial, como se fosse um distintivo.

      E por que a papoula?

      O site elondres.com, de serviços turísticos e de imigração, traz uma explicação: “Após a 1ª Guerra Mundial, nos campos destroçados pelos combates começaram a nascer flores de papoula (“poppy”, em inglês), que logo ficaram relacionadas com a ideia de ‘renascimento’”.

      Como a Williams é britânica, segue a tradição.

    • Marcelo Sousa - QC disse:

      Se me permite FG, vou explicar para o @DIMAZ, o que significa essa florzinha.
      Ela representa o Remembrance Day ou Poppy day (Dia da Lembranca ou Dia da Papoula em uma traducao livre). Nessa data que se faz a lembranca dos membros das forças armadas da Commonwealth of Nations, desde o fim da Primeira Guerra Mundial como tambem os da Segunda Guerra e Korea, que morreram no cumprimento do dever.
      Como bom Canadense, ou melhor, Quebecois “da gema”, o garoto Stroll e todo o time britanico esta prestando sua homenagem a esses herois.

      So mais um dado curioso, aqui em Quebec onde moro, essa flor esta estampada em todas as nossas placas nos carros com o dizer ao lado:
      “Je me souviens” (Eu me lembro)

      Abracos Flavinho,
      Marcelo – Montreal-QC

  24. Anselmo Coyote disse:

    Aliás, não só o Martini dá uma ressaca braba.
    A falsificação de bebidas no Brasil chegou ao insuportável há tempos. Até as cachaças melhores estão sendo falsificadas. Sei porque trabalhei no norte de Minas, onde se fabrica a melhor cachaça do mundo, por 8 anos ouvi as histórias dos alambiqueiros,
    E que o garoto seja igual ao Verstapen, ao Ricciardo, ao Hulkenberg ou melhor ou parecido. E sobretudo que as equipes primeiro cumpram suas partes que é fazer carros competitivos, afinal F1 é uma competição, não é mesmo? Depois vem os pilotos, correndo e dando os pitacos possíveis nos acertos.
    Equipe como Ferrari que faze tijolos de rodas e quer que os pilotos ganhem só porque o tijolo é vermelhinho dá nuzóvo.
    Abs.

    • luigi disse:

      É Anselmo ; a Ferrari eu já fiz uma analogia com o “Curinthia” que mesmo tendo um time de jogadores “meia boca” acham que vão ganhar por causa da tradição e da camisa. Assim é a Ferrari que tem um carro para terceiro e quarto lugares ,mas acham que só porque tem a tradição de estar desde sempre na F 1 e ter a cor vermelha e o scudetto del cavallino, já entra no campeonato como a campeã a ser batida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>