MENU

quinta-feira, 2 de março de 2017 - 20:23F-1

2017, DIA #4

bottasnachuva

SÃO PAULO (amo SAAB) – Fim do primeiro tempo, torcida brasileira. Por enquanto, Mercedes 1 x 0 Ferrari em jogo equilibrado. Hoje molharam a pista artificialmente (na foto, Bottas testando pneus intermediários), depois ela secou, e no fim do quarto dia de testes coletivos em Barcelona Raikkonen encerrou os trabalhos na frente. Mas o melhor tempo da semana foi o de Bottas ontem.

Algumas conclusões sempre são possíveis depois de quatro dias de atividades. A Mercedes vem forte, a Ferrari terá um ano melhor que 2016, a Red Bull está atrás de ambas, a Renault não será uma piada e vai brigar com a Haas e com a Force India, a Williams é um mistério — as rodadas e batidas de Stroll abreviaram os trabalhos e um segundo carro chegou a Barcelona para os próximos testes –, Toro Rosso e Sauber são as mais fracas até aqui. E a McLaren viverá da genialidade de Alonso, quebrando motores e sofrendo horrores com a Honda.

É um bom resumo da primeira sessão de pré-temporada, no que diz respeito às equipes e à relação de forças que deve marcar o campeonato. Já com relação ao regulamento e aos carros, eles estão bem mais rápidos, serão muito velozes em curvas, as ultrapassagens ficarão mais difíceis e as trocas de pneus minguarão em muitos GPs, que deverão ter apenas uma parada — a nova borracha gasta pouco.

Tudo dentro do previsível. A Pirelli informou que foram completadas 3.185 voltas pelas dez equipes presentes, que percorreram um total de 14.826 km. Hoje foi a primeira vez que a Mercedes teve algum problema técnico. Uma pane elétrica deixou Hamilton nos boxes pela manhã, quando deveria andar com pista molhada. Foi embora. A Toro Rosso também enfrentou problemas, só que com motor. Kvyat não chegou a fechar uma volta cronometrada sequer.

Agora, algum descanso para todo mundo e, semana que vem, mais uma bateria de quatro dias de testes. O Grande Prêmio permanece em Barcelona com Thiago Arantes e Arnau Puig.

DIA4BARC17

24 comentários

  1. Felipe disse:

    Neste ano a disputa Sauber x McLaren vai ser boa. E saber que o Alonso teve a chance de ir para a Mercedes, mas recusou….

  2. Paulo Travaglini disse:

    Uma vergonha a Williams não ter dois carros simultâneos na pré-temporada!!!

    O paitrocinador deveria pagar por fora o aluguel do carro para o menino, e arcar também com a funilaria e pintura dos estragos.

  3. Bola da Vez disse:

    O homem de gelo em primeiro? A Ferrari promete!

  4. Cranio disse:

    Fala Gomes… Tenho alguns números sobre testes que gostaria de compartilhar… Vale acrescentar que tenho todos os tempos dos testes a partir de 2008.

    1) Desde 2008, nenhuma equipe virava abaixo de 1.20, com exceção da BrawnGP em 2009 (18.926 com Barrichello e 19.127 com Button). Por acaso, estes são os melhores tempos registrados em testes em Barcelona;

    2) Foi o melhor tempo registrado pela Ferrari em Barça. O anterior pertencia a Massa, 20.168 em 2009;

    3) Foi o melhor tempo da Mercedes também, sendo o anterior registrado em 2013, com Rosberg, 20.130;

    4) A Haas também melhorou em relação ao ano passado, 22.118 (Grosjean 2017) contra 25.255 (Grosjean 2016);

    5) Já as demais equipes não melhoraram ainda os seus tempos. Na Force India, Fisichella em 2009 virou 21.045 enquanto Ocon esse ano virou 22.509;

    6) A McLaren continua longe do que foi enquanto era parceira da Mercedes. De La Rosa virou em 2008 o tempo de 20.402. Esse ano, Vandoorne virou 22.576;

    7) O mesmo podemos dizer da Red Bull. que com Vettel em 2008 virou 19.295 e Ricciardo 21.153;

    8) O mesmo De La Rosa com a Sauber em 2010 virou o tempo de 20.973, enquanto nesse ano Ericsson virou 21.824;

    9) A Toro Rosso com Buemi em 2009 registrou 21.013. Esse ano Kvyat atingiu 22.956.

    10) A Williams em 2009 tinha 19.774 com Rosberg. Este ano Massa conseguiu 22.076.

  5. Fabio R Delospital disse:

    Flavio, pede para a equipe corrigir a idade do Kimi. Ele tem 37 e não 38 anos como está escrito nas matérias sobre a pré-temporada! adoro o site grande prêmio e acompanho desde 2004, mas já vi esse erro em duas matérias.

  6. Felipe Carlos disse:

    O negócio ta ficando sério, fizeram até um site contando há quantos dias Stroll está sem bater, hahaha

    https://hasstrollcrashedyet.com/

  7. GArlet disse:

    RED BULL “escondendo o jogo” é o que disse Toto Wolf…..seráááááááááá? Tomara que Ferrari tb esteja (“je” sei lá) escondendo o jogo……………….

  8. Fernando de O Silva disse:

    Como diz o Galvão “Bom para o Massa” depois que os pneus mudaram e ele precisou administrar borracha a performance dele caiu muito.

  9. luigi disse:

    Não seria a primeira vez que a squadra di Maranello , torna-se a “campeã” dos testes de inverno e depois no campeonato não faz de seu piloto o campeão mundial, nos 21 anos que ficou sem um titulo foi assim , quase todo ano era a campeã dos testes de inverno . Tomara , para o bem da F 1 ,que este ano seja diferente . Mas pode ser que tenha equipes escondendo o verdadeiro potencial , pois só pilotos e membros de equipe sabem se andaram no limite ou não ,de seus carros.

  10. Pdr Rms disse:

    Os carros ficaram bonitos e mais rápidos e os pilotos estão satisfeitos, mas o mais importante é o público e este gosta de emoção e competitividade. Se as ultrapassagens ficarão mais difíceis e o número de paradas no box diminuirá, as corridas tem tudo para se tornarem grandes procissões.

  11. D disse:

    Quem teve a brilhante idéia de colocar os tempos dos pneus macios em amarelo claro sobre o fundo branco? Com muito, mas muito esforço consigo ver os tempos…
    Parabéns para o criador da tabela – 10 para o conceito, 2 pela execução.

  12. Mauricio Rocha disse:

    A Mercedes vai mesmo usar aquele “cabide” atrás? Que treco feio!

  13. Aposentez Alonso disse:

    Mas ano que vem a McLata vem hot.

    E a Red Bull sempre começa atrás e no final ultrapassa a Ferrari.

    Perguntem ao Eternando Viceonso.

  14. Eduardo disse:

    Ficou claro pelos tempos medíocres que o motor da Mclaren operou em “Modo GP2″ nesses dois ultimos dias de testes para não estourar …… acho muito difícil pela incompetência demonstrada pela Honda que eles consigam solucionar isso …… pra mim Alonso vai viver um replay de 2015 e tomar banho de sol nas gramas de Interlagos. E a Mclaren corre serio risco de terminar o ano na lanterna do campeonato porque esse ano não tem Manor.

  15. moisesimoes disse:

    - “Toro Rosso e Sauber são as mais fracas até aqui. ”
    Pois é. Sacanagem com a Toro Rosso. O carro mais limpo e com mais cara de fórmula 1 fica na rabeira. Tudo bem que o problema maior deles deve ser motor, mas deveriam proibir antenas de tv, hastes ( a FIA não percebe um treco desse entrando na viseira de alguém?), rabo de baleia, apêndices, penduricalhos e quinquilharias que só poluem o carro. A criatividade ( e competência) dos engenheiros que me perdoem.

  16. Helio disse:

    Tudo dentro da normalidade, Flávio.
    Com exceção de McLaren. Muito pior do que qualquer um poderia imaginar.
    Voltaram pra 2015. Alonso não fica. Já deve ter ligado pro Briatore.
    “Flávio (Briatore). Liga pro Toto e diz que baixei o salário.
    E deixa que com Lewis me entendo. Mas liga já!”
    “Porque nesta bosta laranja não fico!”

  17. leonardo disse:

    Gente, numa boa… Sou fã do site, mas alguém aí diz pro estagiário que:

    1. Números amarelos em fundo branco são quase impossíveis de ler;
    2. A paleta de cores escolhida para a “legenda dos pneus” está diferente da que foi usada para os tempos, o que torna a legenda confusa e inútil.

    Fora isso, parabéns pelo site! Leio há muitos anos!!!

  18. pedro araujo disse:

    pelo jeito as corridas de 2017 vão ser um tédio do cacete…

  19. Rafael disse:

    Começar os testes com um piloto inexperiente com um F1, a ” williams” tem o que em mente ? É inacreditável !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>