MENU

quinta-feira, 9 de março de 2017 - 20:16Automobilismo internacional

SÃO PAULO ELÉTRICA

20172181057256_IMG_7672_DR

SÃO PAULO (legal isso) – Está no Grande Prêmio, com exclusividade. A Fórmula E virá a São Paulo na quarta temporada da categoria, em março do ano que vem. O palco escolhido é o Sambódromo do Anhembi, num traçado diferente daquele usado pela Indy no passado — sem o trecho da marginal Tietê.

Lucas di Grassi e Tamas Rohonyi, promotor do GP do Brasil de Fórmula 1, estão por trás do empreendimento. A corrida será disputada em “dobradinha” com a etapa de Santiago, no Chile, já que a Argentina saiu do calendário. A Prefeitura deu o OK. Os detalhes estão aqui.

35 comentários

  1. PEDRO VAZ DE MAGALHAES disse:

    Flávio, só queria comentar aqui q sou a favor doq vc fez.
    Porque principalmente isso deve ter sido uma coisa q o Di Grassi e a própria Fórmula E, correram atrás, e isso independe de prefeito, e até pq, no atual mundo q estamos, nenhum prefeito daria um sinal vermelho, pra esse evento.
    Se tem algm com méritos nisso, q merecem ser falados é o Di Grassi e a Formula E

  2. Glauco Tavares disse:

    Aos amigos que não entendem o por que da não escolha de Interlagos para corrida vai uma breve explicação. Os carros da Formula E são lentos demais para correr em autódromos de verdade por isso os Eprix são sempre realizados em circuitos de rua extremamente apertados ou até mesmo em parques públicos, os muros próximos e as curvas fechadas dão a (falsa) sessação de velocidade. Seria broxante demais ver um carro lento e silencioso em uma pista como Interlagos ou Spa Francorchamps.

  3. Fabio disse:

    Na hora de falar que os muros continuam cinza, desce-se a lenha.

    Seja justo,meta o pau quando o prefeito faz merda, mas elogie quando manda bem

  4. Fernando disse:

    Existe um autódromo na cidade pronto e recém reformado, porque fazer esse evento em um lugar que não tem estrutura pra isso???? Não entendo essas federações automotivas, não incentivam o esporte dentro do país e quando tem eventos bacanas como esse, fazem em um lugar sem estrutura. Depois reclamam que falam mau do país………..

  5. Marcus Simões disse:

    São Paulo, São Paulo… Sei que tudo depende do $$$, mas bem que poderia ser em Brasília ou no RJ!

  6. Alessandro disse:

    Uma pena gostaria de ver uma prova dessa categoria em outra cidade do Brasi, nada contra São Paulo, mas lá já tem a F1, l. Umas das coisas que acho mais legal é justamente como a Formula E mostra as cidades das etapas para todos que estão assistindo pela TV.

  7. Paulo F. disse:

    Legal resgatarem o Circuito do Sambodromo (mesmo que parcialmente).
    E tem essa Gomes:
    Acharam o Mustang mais top de todos os tempos , o usado por Steve McQueen em “Bullitt.”

    http://www.latimes.com/business/autos/la-fi-hy-mcqueen-bullitt-car-20170306-story.html

  8. Ricardo disse:

    Podia ser como no Kart… porque não fazer a prova no traçado invertido de Interlagos… seria interessante paca ver os carros embalados na descida que antecede a “Curva da Junção”… a área de escape dessa freada é bem simples de ser feita

  9. Daniel T disse:

    Legal! Estarei lá!

  10. Leonardo disse:

    Alguem arrisca um palpite para o traçado? Flávio, como voce acha que será?

  11. Rafael Cejulio disse:

    Nunca fui assim muito fã da FE, só no começo por ser novidade, mas confesso que será interessante assistir uma corrida de perto.
    Achava que o problema da FE era ruim por não ter barulho e talvez um pouco lenta na comparação com outras categorias, mas na verdade não da pra comparar com nenhuma outra. Sempre somos meio chatos com mudanças e coisas novas que não estamos acostumados, então quem sabe seja hora de conhecer de perto e entender a ideia e conceito da FE

  12. Rafael Chinini disse:

    não acho o Sambodromo muito atraente. (S do Samba afff), mas está ok, se é pra atrapalhar menos. vai ser legal sim.

  13. Rodrigo Moraes disse:

    Não entendo direito esse negócio de se montar pista de rua em cidade que tem autódromo… Ainda se fosse no RJ, que não tem autódromo e tem paisagem, vá lá. Mas no Anhembi? Vão mostrar o quê, como paisagem, o esgoto correndo a céu aberto no que um dia foi o Rio Tietê? Fui em prova da Indy lá, e só se vê o ponto da pista onde você está, diferentemente de Interlagos, onde se vê quase a pista toda de boa parte das arquibancadas. Sei que é costume da F-E correr em pista de rua, mas em SP não vejo sentido.

  14. João Ferreira disse:

    Ué??? Não deu certo o circuito no Parque Ibirapuera???

  15. Marcelo disse:

    Parabéns ao Lucas Di Grassi pelo trabalho feito com a Audi Abt, e ainda mais pela perseverança em colocar o Brasil no mapa da FE. Nota-se que existe muito engajamento dele em participar nos bastidores e administração da FE.

  16. Junior disse:

    Flávio, pq não em Interlagos?

  17. Gabriel P. disse:

    A notícia seria ótima não fosse alguns “poréns”
    O prefeito de SP, Dória não vai privatizar o Anhembi?
    1º Então como usar o espaço público(ruas próximas), para fazer o traçado do circuito, uma vez que evento será todo privado?
    2º Se é privado o circuito e local da prova não há porque se gastar 1centavo de grana pública.

  18. Wanderson Marçal disse:

    Bacana. Mas só fica uma curiosidade: todo mundo tem alardeado a F-E e tal, mas é estranho que vários lugares tenham abdicado da realização das provas… Agora foi a vez da Bélgica e da Argentina. O Uruguai também já foi. Que acontece? Li na Autosport tempo atrás que o público nas provas tem sido “ok”. Ou seja: não decepciona, mas também nada muito bom.

    Pra mim a F-E não vai passar de modismo dessa coisa elétrica nessa fase inicial. Assim que os motores evoluírem mais vão meter em carros GTs, que são os que servem pra indústria, e adeus fórmula. Sairão as montadoras com a mesma velocidade que entraram. Não vejo apelo de fórmula sem ter o componente velocidade/desempenho/barulho/perigo.

  19. Lucas disse:

    Esse Di Grassi é fodão! Acho um grande piloto, inteligente pra caramba e entusiasmado com as idéias que compra/defende. Ponto para ele trazer a F-E para São Paulo e ponto para o prefeito Dória, que não melou o negócio.

  20. Robson Guimarães disse:

    Por que você não escreveu ” O Prefeito João Dória deu o OK”?

  21. Celio ferreira disse:

    Muito legal, evento bom e barato…futuro do automobilismo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>