MENU

sexta-feira, 10 de março de 2017 - 18:21F-1, MotoGP

SURTEES

surtees

SÃO PAULOJohn Surtees morreu hoje aos 83 anos como o único homem na história a conquistar títulos mundiais na Motovelocidade e na Fórmula 1. No final dos anos 50, ganhou sete campeonatos nas 500 cc e nas 350 cc. Na F-1, foi campeão mundial pela Ferrari em 1964. Depois, chegou a correr pela Cooper, Honda (Rodrigo Mattar lembra em seu blog que ele ganhou um GP na Itália, em 1967, e é venerado pelos japoneses por isso) e BRM até montar sua própria equipe. Por ela correu José Carlos Pace em 1973 e parte de 1974. E também Luiz Pereira Bueno, no GP do Brasil de 1973, com um carro alugado.

Pace era uma das paixões de Surtees, que sempre que encontrava um brasileiro nos paddocks da vida parava para conversar por causa do Moco. E tinha motivos. O brasileiro disputou 21 GPs pelo time do lendário inglês — 14 em 1973 e sete em 1974 — e conseguiu um pódio espetacular na Áustria no primeiro ano, com uma terceira colocação. Pontuou também na Alemanha com um quarto lugar. Naqueles tempos, só os seis primeiros marcavam. Fosse o regulamento igual ao de hoje, e Pace teria pontuado em mais três corridas — foi oitavo na Bélgica, décimo na Suécia e sétimo na Holanda.

Em 1974, Moco começou o Mundial com Surtees mas, na metade do ano, acabou indo para a Brabham. Mas também deixou sua marca, com um quarto lugar em Interlagos — foto abaixo.

pace74surtees

John era figura frequente nos autódromos, pelo menos até a tragédia que acometeu sua família em 2009, quando seu filho Henry morreu atingido por um pneu numa corrida de F-2 em Brands Hatch. A partir daí, passou a se dedicar à fundação que leva o nome do filho — dedicada a ajudar pessoas com lesões cerebrais.

É uma grande perda, e ele foi lembrado por todo o mundo da velocidade com mensagens carinhosas ao longo do dia. Que vá em paz este velhinho sorridente que, desconfio, jamais será igualado por nenhum outro piloto na história.

13 comentários

  1. Lu Mazzoni disse:

    O dia em que o filho morreu eu estava la na corrida, e fui ate o padock e conversei com o John e o Henry, e horas mais tarde o filho estaria morto, deu um gosto amargo num dia tao legal.

  2. Farid Salim Junior disse:

    Grande perda! Façanha de ser campeão mundial em duas e quatro rodas, até hoje, só ele! Até o recorde de campeonatos do Fangio já foi superado.
    Além desse, só o Triunvirato do Graham Hill, vencendo no mesmo ano em Indianápolis, Mônaco e Le Mans! Gênios que deixam saudades…
    E, complementando, o Moco, quebrou com um carro do Surtees, o recorde da pista de Nurburging por 4 vezes seguidas no mesmo GP! Ao sair do carro, correu para abraçar a esposa e a encontrou abraçada ao Surtees, que chorando, não parava de agradecer ao Moco por aquele momento…
    Acho que nunca mais veremos isso no automobilismo…

  3. Antônio disse:

    Uma lenda. Não apenas como campeão da Motovelocidade e da F1, mas também como dono de uma equipe inesquecível por quem acompanhou os anos 70, e por onde passou o nosso Moco.
    E, como se não bastasse, ainda guiou uma Ferrar azul!!!
    RIP, John Surtees!

  4. Mais uma Lenda da F-1 que se vai, a sua História fica: Vai com Deus, John Surtees!

  5. Squa disse:

    Um carro de corrida escrito Matchbox é algo espetacular

  6. Danilo Oliveira disse:

    Com certeza John era um piloto raiz como já não se fazem mais nos dias de hj ! Correu em uma época Hardcore aonde muitos deles não voltavam para as suas casas abraçar as suas esposas. Descanse em paz e corra pelas estrelas seu legado jamais será esquecido!

  7. Alessandro Neri disse:

    Mito, lenda, herói, mito.. só Brabham se equipara em importancia.

  8. Rocker disse:

    Pois é.
    É bom lembrar que a F1 já possuía em sua história pilotos sensacionais, com feitos e historias lendárias, recordes extraordinários como esportistas, verdadeiros heróis, no seu passado, tudo isso BEM ANTES DE 1984…
    Para bom entendedor, meia palavra basta.

    • Rodrigo disse:

      Concordo com você. E não é só em relação ao Senna não. É Schumacher, Prost, Piquet… Parece que somente estes pilotos que eram bons e ficam as discussões inúteis sobre quem foi o melhor: Senna x Schumacher, Senna x Piquet ou Senna x Prost. Pilotos como Surtees (campeão de F1 e MotoGP) ou Graham Hill (vencedor em Indianápolis, Le Mans e Mônaco) conseguiram feitos que dificilmente irão se repetir.

  9. Cleverson disse:

    Dizem que Valentino Rossi chegou a fazer testes secretos na Ferrari… queria igualar a façanha de Surtees.

    • Paulo F. disse:

      Creio que Valentino seja hoje o úníco com talento e competencia para repetir o feito.
      Mike Hailwood tentou , mas só conseguiu carros de 2ª linha e não foi possível mostrar todo seu pontencial em 4 rodas.
      RIP Sir John Surtees.

  10. moisesimoes disse:

    - Oitenta e três voltas de um piloto sensacional, uma pessoa extraordinária e uma referência no automobilismo mundial. Sua coragem, junto ao seu legado ( isto sim é legado – ultimamente, até estádio falido é motivo de “legado” por intransigentes) certamente nunca serão esquecidos. Uma pequena homenagem à lenda.

    Espero que pilotos e equipes lembrem em Melbourne.

  11. Fábio Mendes disse:

    Triste perda para o mundo do automobilismo! Só de ganhar um campeonato de Fórmula 1 já o faz uma lenda. Ganhar 4 nas 500c é algo sensacional. Será sempre lembrado por ser uma lenda no esporte a motor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>