MENU

sábado, 15 de abril de 2017 - 14:23F-1

A HORSE WITH NO NAME (2)

bah173

SÃO PAULO (é preciso muita paciência…) – E hoje descobrimos que Valtteri Bottas tem dentes. Sim, dentição completa, como a maioria dos mamíferos e hominídeos que habitam o planeta. O rapaz sorriu!

Sorriu com sua primeira pole, a primeira de um finlandês na F-1 desde 2008 — o último fora Heikki Kovalainen, no GP da Inglaterra daquele ano. Sorriu porque não demorou muito para bater Hamilton, apenas três corridas. Em classificação, claro. E sorriu porque aquele papel de segundo piloto claro, definido, explícito e com firma reconhecida em cartório pode mudar um pouquinho se ele conseguir aquilo que se espera de um pole-position: vitória.

bah171Dia desses escrevi que a Sapattos e Raikkonen as funções de escolta tinham sido estabelecidas cedo demais, depois dos resultados de Melbourne e Xangai. Há uma chance de isso mudar amanhã no Bahrein, ao menos no que diz respeito à Mercedes — Kimi segue lento e desinteressado na Ferrari, que só pode mesmo contar vom Vettel. Não que se espere de Valtteri um rival sanguinário, como foi Rosberguinho. Mas incomodar de vez em quando não custa nada. É bom para ele, é bom para o campeonato.

Explico. Não acho que, ao longo de 20 corridas, Vettel será capaz de, realmente, bater Lewis. No mano a mano, num campeonato longo, Comandante Amilton termina na frente com alguma folga. A Mercedes tem mais carro, é simples. Mas se tiver alguém para espezinhá-lo aqui e ali, ajuda. Sebastian, resumindo, pode ter ganhado hoje um aliado na luta pelo título. Tudo que Bottas for capaz de tirar de Hamilton vai acabar na conta do alemão da Ferrari.

É a impressão que eu tenho, e posso estar errado. Amanhã Hamilton pode ganhar de novo e esqueçam tudo que falei. Além disso, por mais que Sapattos incomode, não creio que isso vá acontecer com grande frequência. Mas sabe como é… Num campeonato desses, que pode ser decidido por poucos pontos, qualquer migalha pode ser importante. Então, Vettel vai torcer muito por ele.

Agora vamos à classificação barenita.

O esfuziante Bottas mereceu a pole. Comemorou com uma alegria contagiante. Meu cachorro mal levantou os olhos para ver o que estava acontecendo na TV. Se disse “u-hu” pelo rádio, não ouvimos. E se alguém ouviu alguma coisa parecida, não se iluda. “U-hu” possivelmente quer dizer “valeu” em finlandês.

É o jeitão desses caras, e acho um barato. Para se ter uma ideia, o finlandês mais animadinho que a F-1 teve foi Hakkinen — que nunca deve ter conseguido contar uma piada direito na vida.

Bottas tornou-se o 98º piloto a conseguir uma pole-position na história. Para isso, fez duas ótimas voltas no Q3, forçando Hamilton a gastar a sobrinha que sempre parece ter dentro do carro. Na primeira tentativa, 1min28s844 — já superando a pole de 2016, 1min29s493 de Hamilton, pela primeira vez no fim de semana; os tempos no Bahrein não caíram tanto assim com o novo regulamento.

Lewis foi à luta e baixou o tempo do companheiro em 0s052. Um pelinho. Valtteri não desanimou, voltou à pista e cravou 1min28s769, 0s023 mais rápido que o parceiro. E o inglês, na segunda tentativa, não melhorou e estacionou onde estava, na segunda colocação. Foi o fim de uma sequência de Hamilton que já enfileirava seis poles. Ele sonhava bater esse recorde de poles consecutivas, que pertence ao seu ídolo Ayrton Senna — oito entre 1988 e 1989. Ficou para outro dia, quem sabe para outra vida. É uma marca difícil, que está perto de completar três décadas.

bah174

Vettel terminou em terceiro, a 0s478 de Sapattos. Foi a maior diferença da Ferrari para a Mercedes em grid no ano. “Não esperava tanto”, falou Tião Italiano, meio decepcionado. “Na última tentativa forcei um pouco demais, não tinha muito a perder, mas não deu certo.” O quarto colocado acabou sendo Ricardão, recuperando um pouco da autoestima depois da lavada que levou de Verstappinho na China. Raikkonen ficou em quinto, com Max logo atrás.

E o sétimo no grid foi a surpresa do dia no segundo escalão: Hülkenberg, no amarelão francês. É um ótimo piloto, esse moço. E o conjunto carro-motor da Renault, vimos falando isso há algumas semanas, é outro papo em relação ao que era no ano passado. O que sobrou de ruim de 2016, na equipe, foi Palmer. Que, mesmo assim, passou ao Q3 e larga em décimo. Antes dele, Massacrado, oitavo no grid, e Grojã, nono — que cantou “parabéns pra você” para ele mesmo pelo rádio quando passou para o Q2, já que faz aniversário segunda-feira.

Como vocês devem ter notado, comecei pelo fim. Então vamos ao começo.

A classificação noturna no deserto de Sakhir começou com céu claro e temperaturas altas. Os termômetros marcavam 29 graus do Celso no ambiente, com 31 no asfalto — sem sol, a pista fica relativamente fria. Hamilton terminou o Q1 em primeiro lugar e foram expelidos, pela ordem, Sainz Idade, Não Doorme, Maria do Bairro, Sonyericsson e Magnólia Arrependida.

Muitas decepções, a começar pela Toro Rosso do espanhol, que teve um problema mecânico, por Pérez, que viu Ocon passar em 13º, pelo sueco da Sauber, que viu o recuperado Wehrlein pular para o Q2 em 14º, e Magnussen, na rabeira, enquanto Grosjean levava a Haas ao 11º lugar. O dinamarquês tem ao menos a desculpa de estar na sua volta rápida quando Sainz Jr. parou o carro quebrado, motivando bandeiras amarelas no local. Por isso,Kevin teve de tirar o pé e não conseguiu virar tempo. “É azar, essas coisas acontecem”, conformou-se.

No Q2, Hamilton ficou na frente de novo, com Bottas a 0s020 dando o recado de que as coisas seriam difíceis logo mais. Foram limados nessa parte do treino, pela ordem, K-Vyado, Is Troll, Wê Lá Hein?, Locon e o pobre Alonso, El Fodón de la Explosión, cujo motor foi para os ares, terá de ser trocado e ele vai despencar no grid. Deu para fazer leitura labial quando saiu do carro. “Chega logo, fim de maio”, foi o que disse.

As corridas no Bahrein têm sido boas desde 2014. Bons duelos, boas disputas, boas ultrapassagens, boa comida, boa bebida, boa música. Acho que será de novo, porque pela primeira vez teremos a nova dupla da Mercedes medindo forças. Sabíamos o que Rosberg era capaz de fazer contra Hamilton. Como será com Bottas? Um pouco atrás, Vettel vai buscar tirar proveito de uma eventual disputa interna entre os prateados. Logo depois vêm o machucado Ricciardo e o sempre empolgante Verstappen.

Eu queria mesmo era ser o Kimi, para ver essa brincadeira de camarote, ali por perto, sem incomodar ninguém.

bah172

34 comentários

  1. Byron disse:

    Pois é, quero só ver se o Hamilton alinhar na largada de domingo igual o Vettel semana passada… É o que mais estou torcendo para acontecer

  2. JJ Letho disse:

    Esse Max tá muito estrelinha. Tem medo do Massinha? Não entendi o que ele quis dizer com essa.

  3. valter disse:

    Volto a achar que não temos mais um campeonato. A Equipe Mercedes ligou as unidades de força em 90%. Bater o Hamilton na disputa da pole só com um carro excepcional e se Bottas conseguiu foi graças ao carro. Hamilton, na corrida, passa Bottas na estratégia dos boxes com as bençãos de Wolff e Lauda.

  4. WBJ disse:

    Declaraçao extremamente pequena e infeliz do Verstappen sobre o Massa e o povo brasileiro. Ter razao ou nao em reclamar é uma coisa, alias vai la discutir com o Massa cara a cara e se preciso enfia a mao na cara dele, mas jamais vir a publico para vomitar o monte de merda que ele disse.
    Mas filho de 1 escroto, escrotinho é.
    Ademais, ate quando ira perdurar a paciencia da Williams com o Lance Stranholl ?

  5. Ricardo disse:

    Belo título, boa lembrança e … qualidade musical !!! Sempre; abraços…

  6. Antonio Falcao disse:

    Vou ficar com o comentário do Mestre Alonso a 3 anos atrás. “Eles continuam a mesmá bosta. 0,5s mais lentos. Não melhoraram nada”. Talvez não com essas palavras. Mas ta foda ser Ferrarista. Só muita paixão.,…

    • Segafredo disse:

      Mestre Alonso sabe muito, por isso deixou aquele câncer chamado Ferrari! Apesar do equipamento muito fraco que dispõe, ainda é quem mais chama atenção no Padock e de quebra o mais bem pago da F1………e vale cada centavo!!

      • Sennafredo, a viúva sem medo disse:

        O esperto do Alonso sabe que nunca vai derrotar Vettel, por isso deixou a Ferrari onde levou três surras homéricas do alemão e foi para a McLata. Ele é ainda quem mais chama atenção, principalmente quando quebra e arma sua cadeirinha ao sol. Que beleza! E de quebra, o mais bem pago… a poeira que leva dos moleques vale cada centavo!

  7. Angelo disse:

    Flávio, soube há pouco que o Verstappen reclamou que foi atrapalhado na sua última volta pelo Massa, até aí tudo bem… Quando indagado se ele conversaria com o Felipe a respeito ele respondeu algo como: Ele é brasileiro, então vc sabe como é, melhor deixar para lá…
    Caceta, ou ele reclama com a direção de prova ou para com a desculpa esfarrapada. Felipe sempre foi muito correto na pista (correto até demais), pode até ter feito a cagada mas duvido que intencionalmente. Essa de “ele é brasileiro, então sabe como é” é de lascar. Se eu fosse o Massa respondia ironicamente, fica tranquilo que apesar de eu ser brasileiro não vou te baixar a porrada, pode vir falar comigo rsrsrs

  8. Garlet disse:

    E TEREMOS CAMPEONATO, e ae a MERCEDES soca meio segundo na Ferrari (risos). Vamos voltar a realidade. Só eu achei a cara do Hamilton meio assim “to com raiva, que merda”. O Bottas vencer o HAmilton na pole, já na 3a corrida , ihhhh rapaz não se esqueçam que o Bottas só vai dar passagem para o Hamilton caso esteja mais lento, repara bem. Botinada na Adele.

  9. Alberto disse:

    Bottas – desde que não chova, é um piloto com bom ritmo de corrida. Tem boas chances de vencer se fizer a primeira curva na frente, isso se não houver um arranjo no time ou diferenças grandes de estratégia de pits. Acho difícil ser ultrapassado em ritmo de corrida. Vai ser interessante observar o comportamento da equipe com uma potencial pressão do Hamilton para ganhar a posição e se estabelecer mesmo como o único galo do terreiro, algo que nunca conseguiu na era Rosberg, a despeito dos melhores resultados e dos títulos.

    Hamilton – acho que deve estar doido pra mostrar quem é que manda, seja no braço ou no grito. Se levar o finlandês na largada vence sem maiores preocupações.

    Vettel – Prevejo luta contras as Red Bulls dessa vez.

    Ricciardo – sempre tirando um coelho da cartola no Q3, situação em que se destaca um pouco do companheiro holandês. É o piloto da minha torcida, o que não me impede de enxergar a verdade. Verstappen é mais rápido em corridas e deve chegar em algum momento, provavelmente nas primeiras voltas. Outra possível situação de gerenciamento do time que será curiosa. Espero que esteja errado porque gosto do australiano.

    Kimi – não vejo nada de tão anormal no ritmo do finlandês. Melhor (comparativamente) do que quando era companheiro do Alonso, pelo menos. Acho que o novo regulamento, especialmente os novos pneus, fizeram bem ao Vettel pela mudança da equação velocidade x gerenciamento de pneus.

    Verstappen – chances grandes de pódio, poderia ser mais fácil se conseguisse encaixar melhor as hot laps.

    Hulkenberg – com menos restrições de orçamento a Renault deve aparecer cada vez mais nessa posição ao longo do ano, pondo-se à frente dos concorrentes mais pobres.

    • Antonio Seabra disse:

      Excelente analise !
      Na comparação Riccardo x Verstappen, penso que o holandes não é o Deus da Velocidade como se está prognosticando por toda a parte: ele é muito focado, e muito decidido nas ultrapassagens, combinação que o leva apresentar um ritmo de corrida (as vezes) impressionante. Porém, sobre apenas uma volta, o australiano é quase sempre mais veloz, especialmente nos momentos em que o duelo é “à vera”. Aliás, o mesmo acontecia com Sainz, quando era companheiro de Max.: ganhava em treinos e perdia na prova.
      Sainz é um piloto que merece mais atenção da imprensa e do publico: nas primeiras voltas do GP da China, especialmente enquanto a pista estava umida, tinha um ritmo melhor do que o grupo formado por Riccardo, Raikkonen, Max e Vettel, e vinha se aproximando deles consistentemente. Quando a pista secou e os pneus vermelhos começaram a perder rendimento, passou a perder um pouco de tempo em relação a eles, mas ficou por ali entre sexto e sétimo a corrida toda. Merece uma oportunidade em um carro melhor.

      Quanto a estapafúrdia declaração de Max sobre Massa, eu não me espanto: ele é holandês !!! Ainda mais sendo filho daquele idiota do Jos The Boss (o apelido já diz tudo). Max nem bem se tornou um piloto de destaque já está se caracterizando como o Rei das Reclamações, querendo sempre ganhar “no grito”. Na China, durante a perseguição movida nas ultimas voltas por Riccardo , estava longe do retardatário, que, por estar de pneus mais novos e ter saido dos boxes a sua frente vinha até com um pouco mais de ritmo que ele, e começou a bradar pelo radio que “o idiota” o estava atrapalhando….e o curioso é que o retardatário (Grosjean ?) até estava abrindo dele, mas ele continuava reclamando…..
      Será que sou só eu que acho o cara extremamente pretensioso ???

    • Anselmo Coyote disse:

      “Kimi – não vejo nada de tão anormal no ritmo do finlandês.”

      As corridas estão aí, os finais de semana de corrida, para ser exato. Cada um vê o que quer, segundo suas preferências, afinal torcedor tem lado, é parcial e tendencioso. Eu não sou diferente, pois torcedor do Kimi.

      Ouço com muito mais frequência do que o bom senso sugerem que falem que o Kimi está desinteressado, desmotivado e outras coisas do tipo. Tudo bem, cada um fala o que quer segundo sua capacidade ou interesse de observar.

      Na primeira corrida o Kimi fez a melhor volta da prova na 56a volta, ou seja, na penúltima. Isso com a corrida já definida em um patamar que obviamente não daria para ele melhorar a posição. Mas ele estava ali acelerando o máximo que dava e fez a volta mais rápida, repito, na penúltima volta. Aí eu ouço (e rio) que o Kimi está desinteressado, pois fica claro o abismo entre a realidade da corrida e o que foi falado – talvez por desinteresse em analisar a corrida.

      Na segunda corrida…Comecemos pelo último treino. No Q2 o Kimi destruiu os tempos de todo mundo e foi para o box. Minutos depois, já no Q3 com o carro arrastando na pista ele pergunta pelo rádio se fizeram algo no carro sem ele saber, pois inexplicavelmente o carro estava sem aderência na traseira. Resultado, foi batido pelo companheiro de equipe nos treinos (Arrivabene riu lá dos boxes). E na corrida ele passou o tempo todo comunicando a equipe que o carro estava sem potência (Marchione fechou a cara nos boxes).

      Se um piloto de pouca conversa e muita velocidade com quase duas décadas de F1, vice campeão duas vezes e campeão diz que o carro tem um problema é porque o carro tem um problema. É óbvio.

      Por óbvio tbm o natural seria a equipe dizer: o piloto foi bem, conseguindo chegar naquela posiçao com um carro com menos potência, mas já estamos resolvendo isso e na próxima corrida esperamos melhorar. Seria o mínimo para uma equipe que entrega ao piloto um carro ruim.

      Mas ao ser entrevistado o Marchione perguntou: “onde o Kimi estava em determinados momentos da corrida? O Arrivabene tem de ter uma conversa com ele.”.

      Percebeu como são as coisas por aqueles lados e como mesmo tão errados eles tem a capacidade de influenciar a patuléia?

      É isso.

      Abs.

  10. jose disse:

    Só não critico a puta má vontade com que Kimi faz seu trabalho porque faço o mesmo.

  11. Rodolfho Deute disse:

    Concordo em partes com o Flavio, a estréia do Valteri na mercedes não foi espetacular, um terceiro lugar no grid, atras duma ferari é até algo fraco mas razoavel! mas lembrem-se que ele terminou em terceiro ou seja na perdeu posiçoes entendam que ele manteve seu desempenho dentro do que se esperava, já o hamilto fez a pole mais caiu pra segundo, ou seja, perdeu desempenho!!!! Já na china o bottas fez uma cagada tterrivel de rodar sozinho durante um safety car, algo ridiculo, e nao conseguiu recuperar seu terceiro lugar, entao a segunda corrida dele foi siim decepcionante, já o hamilto teve a sorte da ferari bagunçar a corrida do Vettel com uma parada a mais totalmente desnecessaria (eles alegAM que foi devido ao safetry car mas nao sei nao) e asim o Vet não pode partir pra cima do hamilt, pois vejam, foram só 11 segundos de diferença no maximno e Vet perdeu uns 25 na parada desnecessaria, entao Vet iria sim fungar no cangote do hamilto e na minha opniao passaria sim sem muitos problemas pois ele passou RAI, rIC, vER, e ia papar o hamilto com uma mao nas costas…. mas quando a euquipe falha o pilot nao pode fazer nada……
    Agora no BARhein o Bottas foi consistente e fez o que devia: sentou a botta!!!! e hamilton não teve como superá-lo e alé de perder a polle foi parar numa posição par o que é terrivel nessa pista que se patina muito no lado par entao hamilto ja ta encrencado pra largada: vai perder pro Vet e talvez ate pro Rai. O Valteri só precisa largar certo e partir pro abraço, a ferrari talvez o alcance durante a corrida, agora valteri nao pode ser ultrapassado pelo hamilton senão vai perdendo espaço, alias um espaço que ainda nao conquistou. A Mercedes fez a tradicional simulação alemâ de que naoi tava tao bem que a ferrari tava melhor e na hora mostrou as garras: deixou todosa pra tras, Vettel, que é alemão já sabia e avisou que não seria bem assim mas acho que ele mesmo espererava ficar mais perto ou ate com a pole, repito, na corrida a ferrari e o Vettel são melhores!!! basta ver os demais fatores: largar bem, administrar pneus, escolhjer estrategia e momento certo de parar, possivei safety cars, acidentes, panes mecanicas, bobeiras, erros , etc….
    O resumo foi esse: mercedes estava bem só não mostrou as garras antes da hora e isso já é de prache, ferrari ainda não é forte em classificação, rbr é a terceira força mas nao ameaça tanto assim, e aí vem o pelotão intermediaria encabeçado pelo Hulk, o Hulk ir bem nao é surpresa, a surpresa é fazer isso com um a renault !!!! e junto com seu companehrio de equipa entre os top 10 do grid….massa é o segundo da segunda divisão e até que tá ótimo prum massa da vida… e Grsejan mostrou serviço ao colocar sua HASS capenga entre os 10+, vejam meus amigos que entre os 10 carros nas primeiras posições do grid amanha temos 4 motores renaulto, 3 ferraris e 3 mercedes……!!! not so bad!!! e a honda????…… pegunte ao Alonso que dizem esta deprimido com esse motor de geladeira recondicionado colocado na maquelaren…..paciencia tem limite e acho que alonso vai pra Indy pra nao voltar mais….. agora o alonso tá tomandoi muito prozac, nas declarações dele a imprensa ele se acha o melhor piloto do universo…..tsssssststststs alguem deveria mostrar os numeros pra ele! melhor nao, ele ta depre e pode fazer bobagens, deixa ele se iludir…….. outra decepção é a força india, o rosa deu azar às moças…. Stroll não consegue acompanhar sua baba Massa e será que o Pascoal Wer, vai poder ter uma Pascoa feliz amanhã…. se depender da sauber NÂO !!!!
    Meu prognostico é que o Valteri vai sim largar tranquilo e manter a ponta e vencer, talvez não com muita vantagem, mas vai, Vettel vai passar o hamilton já na largada e vai terminar em segundo botando pressão no Bottas, o que em termos de campeonato não será ruim…. hamilton vai largar no lado ruim, cair pra terceiro ou quarto e tera que suar muito pra manter um pódio que talvez nem participe, eu acho que o Kimi e o Ricardao e o Verstapen vão suprprende-lo com a estrategia de peneus e o Kimi e O Verst ainda vao largar melhor que ele e o ricardao gosta de aprontar na largado ao estilo massa, sóq ue depois ele nao sustenta….. Massa talvez passe o incrivel Huilk pois a renault ainda nao convence em ritmo de corrida mas o problema é massa não perder posições, se bem que as toro rosa e os indianos não estao bem, vamos ver o que dá esse embroglio, do sétimo em diante é uma briga de foice no escuro, só uma coisa já se pode dizer maquelaren não vai pontuar…. ou talvez belisque um pontinho se conseguir se sustentar na pista e os outros tiveremproblemas mas nada que ela conquiste por merito prop´rio…… Vou assistir na globo sem volume e assistri o repeteco no esporteve tambem no mudo pois nao sei quem é pior: os nojentos da globo ou os chupadores do sporteve!!!! Hei fox transmita a F1 please e ponha o FG como chefe das trsnsmissoes OK!!!!
    e Voces meus preclaros, o que acham???? Podem me contestar que eu aceito o debate e se voces me convencerem é sinal que estão mais cientes da realidade, né!!! Um abraço!!!

  12. Luciano disse:

    Ótimo. Na foto do carro do Bottas pôde-se notar que o “vidro” ou visor , é dentado, não é inteiro. Alguém sabe a razão disto? Tem algo com aerodinâmica? Se alguém puder me responder, agradeço.
    Quanto ao grid, foi muito legal e acho q este ano será mais emocionante que 2016.

    • murilo medeiros disse:

      Também percebi isso. Essa peça sempre foi “lisa” desde que me entendo por gente. A Mercedes deve ter percebido alguma vantagem aerodinâmica em fazer essa peça dentada, talvez o fluxo de ar seja desviado com maior eficácia tirando a pressão sobre o capacete.

  13. Chico disse:

    Mais um fiasco do Stroll… Tomando no mínimo meio segundo do Massa, com o mesmo carro. Ou o ajuste é muito diferente, ou o menino é ruim mesmo…

    • luigi disse:

      Não meu caro , você mesmo já disse quase tudo .ele é menino (provavelmente ,mimado) ,não deve saber ainda qual a regulagem ideal para seu estilo de pilotagem (falta de experiência) em cada pista. E ainda é um estreante ,na sua terceira corrida em um GP de F1 (Max Verstappen ,não surgem a cada principio de temporada),compara-lo com um piloto que esta na sua 15 temporada e que já disputou titulo é forçar a barra , pois sê ele estivesse andando bem próximo de Massa já na sua terceira corrida ,só os Pachecos ,sempre com suas desculpas , não achariam vergonhoso um piloto com só três corridas de F1 no curriculum andar junto (equipamentos iguais)com um veteraníssimo piloto com mais de 260 participações , (60 só na Williams). Se acontecer de até o final do ano ,este Stroll ,ficar pelo menos no mesmo décimo de segundo ,para quem realmente entende , isto seria um péssimo sinal ,caso este seja também um torcedor do piloto brasileiro.

      • Anselmo Coyote disse:

        Vixe…

        É Semana Santa, então lembrei de uma poesia de Cordel que tem um trecho em que numa encenação do calvário Cristo fala para o companheiro de cena que lhe batia com força:
        “Vê se bate devagar,
        Tá uma gota pra doer, assim eu não vou aguentar.
        Jogo já essa cruz fora, tô ficando aperreado,
        Vou morrer antes da hora
        De ser crucificado.”

        Então, Luigi, “Vê se bate devagar…”…. rsrsrs.

        Abs.

  14. ricardo disse:

    chama a atenção a diferença do tempo do primeiro para o oitavo : 2 segundos.

    tem duas F1 atualmente.

  15. S. disse:

    Bottas hoje sentou as Bottas

  16. Wanderson Marçal disse:

    O pessoal sempre coloca na conta da desmotivação os resultados ruins do Raikkonen. Talvez eu seja um dos poucos que não veja nada demais nesse rapaz. Sua grande temporada foi em 2003 — muito mais pela consistência, digamos, que por corridas memoráveis. De lá pra cá só decaiu. Em 2007, quando foi campeão, não foi brilhante em nenhum momento. Já naquela temporada foi superado várias vezes por Massa — que por isso muitos acharam que era especial e os anos seguintes provaram que não. No ano seguinte foi engolido. Voltou na Lotus em uma época que era muito mais de gerenciamento de pneus que velocidade pura. E chegou até a ganhar corrida com isso. Mas quando a F1 voltou a exigir velocidade, mesmo, e ele passou a ter um grande piloto ao seu lado vai ele tomando tempo de novo.

    Não me engana. Sempre foi assim.

    • luigi disse:

      E pode ser também que o projeto do carro privilegiem mais as características de pilotagem de Vettel ,coisa que a Ferrari sempre fez ,projetar o carro para seu primeiro piloto, se o segundo se adaptar bem ,o box resolve o problema ,já vimos isso ,mais de uma vez!

      • RecrutaZero disse:

        É mais fácil desmerecer os méritos de Vettel do que elogiá-lo. Fica frio camarada, ninguém vai compará-lo a Senna ou outros pois já é Tetra, os números são frios, mas na estatística é o que vale :4>3.,

    • Anselmo Coyote disse:

      Falou do cara que em 2003, bateu o companheiro de equipe, Juan Pablo Montoya, o osso duro, como o bateu todos os demais pilotos do grid e foi vice de Schumacher por míseros 2 pontos.

      Temporada de 2003: Observe as quebras e as pontuações.
      Schumacher: 1 quebra, campeão com 93 pontos.
      Kimi Raikkonen: 3 quebras, vice campeão com 91 pontos.

      Temporada de 2005: Observe as quebras e as pontuações.
      Alonso: 1 quebra, campeão com 133 pontos.
      Kimi Raikkonen: 3 quebras, vice campeão com 112 pontos.

      Temporada de 2007: Observe as quebras, as vitórias, as pontuações, e sobretudo que os melhores carros eram os McLarens e não as Ferraris.
      Kimi: 2 quebras, 6 vitórias, campeão com 110 pontos.
      Hamilton, 1 quebra, 4 vitórias, vice campeão com 109 pontos.
      Alonso, 1 quebra, 4 vitórias, terceiro lugar com 109 pontos.

      Temporadas de 2012 e 2013:
      Foram temporadas de muita velocidade sim. Vettel voava com a Red Bull, com até 1s por volta sobre as demais equipes. A Lotus do Kimi simplesmente não quebrava, mas não tinha velocidade nenhuma. Ah sim e ele ganhou corridas, duas para ser exato. E bateu record de toda a F1 em numero de corridas na zona de pontuação e de corridas iniciadas e terminadas. Isso depois de retornar de uma aposentadoria de 2 anos.

      Por fim, sobre velocidade, no último GP da Austrália, na volta 56, a penúltima da prova, ele fez a volta mais rápida da corrida.

      Era só para lhe informar sobre quem é Kimi Raikkonen.

      Se vc não lembra qual foi o último piloto a ganhar um campeonato sem ter o melhor carro, mesmo assim ganhando mais corridas e abandonando o dobro de provas do que o bicampeão Fernando Alonso que corria com o melhor carro eu lhe falo. Esse piloto é o Kimi Matias Raikkonen, em 2007.

      Abs.

      • Wanderson Marçal disse:

        Em 2003 ele venceu só uma corrida. Em 2005 não se trocava pneus e ele é bom nisso. Mas em velocidade pura ele sempre deixou a desejar. Em volta rápida tomava pau do massa.

      • GunneR disse:

        Tenho uma forte curiosidade:

        “Vettel voava com a Red Bull, com até 1s por volta sobre as demais equipes”

        Na boa, por que diabos ainda insistem nessa frase mentirosa inventada pelo Alonso e Hamilton???

        Atte.

    • Angelo disse:

      Além de tudo isso que vc falou tem o fato de o Kimi ter ganho o título de 2007 no rastro da polêmica de espionagem.
      É bom que não esqueçamos que, além da Mclarem ter perdido todos os pontos do campeonato (terminando em último e perdendo a bonificação multimilionária) teve que pagar uma multa de 100 milhões de Euros.
      Parece que houve algum tipo de amnésia coletiva. O Kimi não ganhou aquele campeonato, o que houve é que não poderiam dá-lo a um piloto da Mclarem e o ferrarista estava no lugar certo na hora certa. Chegaram a “apertar o botão Rubinho rsrsr” na primeira volta do Hamilton, jogando ele lá para trás.

      • Mônica disse:

        Isso não é verdade! A punição foi para a equipe e não foi para os pilotos. Tanto que eles mantiveram seus pontos e se Hamilton chegasse melhor, seria campeão. O título do meu gatão foi ganho na pista e não foi presente de ninguém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>