MENU

quinta-feira, 20 de abril de 2017 - 19:10Dica do dia

DICA DO DIA

SÃO PAULO (coisa linda) – O vídeo é longo, mas os amantes de BMW vão adorar. Este carro, um modelo 507 fabricado em 1957, pertenceu a Elvis Presley. Ele o comprou quando estava servindo ao Exército americano na Alemanha, em 1958. Terminado o serviço militar, Elvis levou o carro para os EUA, em 1960. Originalmente, era branco. Mas, diz a lenda — e o que tem de lenda sobre Elvis… –, eram tantas fãs que deixavam marcas de batom no carro, que o cantor resolveu pintá-lo de vermelho.

Vendido, passou por vários proprietários e, ao longo dos anos, foi vilipendiado — chegaram a colocar mecânica Chevrolet V8 nele, trocaram o câmbio e detonaram tudo. Acabou nas mãos de um colecionador chamado Jack Castor, que o deixou guardado num galpão no Alabama.

Em 2006, foi atestada a autenticidade da propriedade de Elvis, e a BMW resolveu comprar o carro de Castor (no link tem fotos lindas). Dois anos atrás, ele foi levado para a Alemanha e completamente restaurado. Deve aparecer em Pebble Beach em agosto. Apenas 254 unidades do 507 foram fabricadas pela montadora bávara.

A dica foi enviada por Mário Alfeu Lemos.

11 comentários

  1. José Eduardo disse:

    Em um dado momento do video, a impressão era de que estavam fazendo A parte externa da casca (carroceria) toda nova. Não entendi direito, já que o carro mesmo com amassados contava com a correceria toda…

  2. ags disse:

    Tomou uma heim jovem mancebo..rssss
    Gabriel. respira manu,,rssssssss

  3. Eduardo disse:

    [OFF TOPIC]
    Flavio, você conhece esse projeto de recriação do Citroen Type H?
    http://en.typeh.eu/
    Usam um Jumper modernoso como base para fazer uma releitura bem interessante.
    O que você acha?
    Abraço

  4. Garlet disse:

    A organização, limpeza, e ferramentario dos caras eim, que coisa. Brasileiro odeia alemão por causa disso. Eles são tristes, frios, organizados, não tem aquele jeitinho malandro de ser que só a gente tem. Porisso nosso país é tão desenvolvido.

    • Eduardo_SC disse:

      Eu diria que o Brasil e a Alemanha são nações complementares. Aqui no sul não é raro ver alemães que são mais brasileiros que os próprios brasileiros. Adoram mulata, samba e Flamengo. Quando os alemães vêm para cá, se sentem em casa pois o que tem aqui é o que falta para eles em vários aspectos. Para nós, resta copiar o exemplo deles de capricho, dedicação e inteligência coletiva para, quem sabe um dia, termos um país decente. Por enquanto, só somos ilhas de desenvolvimento cercadas pela barbárie.

  5. Eduardo_SC disse:

    43 minutos deliciosos. Restauração prefeita, além do que os olhos podem ver.

    Outra dica de restauração seria desde épico Audi Quattro do Campeonato de Rally de 83:

    https://www.youtube.com/watch?v=5o1NMFbLOpY

  6. Bernard Fonseca disse:

    Flávio Gomes, essa serve para matar o pessoal da F1 de inveja – SOM do 997GT3 – Rally
    Para os amantes de roncos de motor, vejam o vídeo do piloto do WEC, correu no Dakar de Peugot(e foi muito bem nesse ano), e que corre no WRC Roman Dumas.
    Ele está correndo na categoria GT e venceu as duas etapas de 2017, correndo com um fodástico Porsche 997 GT3.
    O som do motor era ansiosamente aguardado por todos os espectadores do Rally the Che Guevara Energy Drink Tour de Corse. Aqui vai o vídeo na página do WRC com o rugido fodástico do 997 GT3, aumentem o som e curtam.
    http://www.wrc.com/en/wrc/news/april-2017/dumas-porsche/page/4459–12-12-.html

  7. Gabriel disse:

    Flávio,
    Pergunta off topic: não tem como tirar esses anúncios gigantes e repetitivos do Grande Prêmio e do seu blog? Chatão…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>