MENU

quarta-feira, 19 de abril de 2017 - 0:32Legião urbana

LEGIÃO URBANA

SÃO PAULO (literalmente) – Exceção, rara, aberta na seção — “Legião Urbana” normalmente é abastecida por fotos que eu mesmo faço.

Danilo Chamadoira me mandou este link do “Correio Braziliense” pelo Twitter. O texto diz que este Ômega verde pertenceu a Renato Russo, líder da banda que dá nome à nossa coleção de fotos de carros interessantes flagrados na rua por este que vos bloga.

Ele está parado diante do número 378 da rua Nascimento Silva, em Ipanema, no Rio. Foi o último endereço do músico, que morreu em outubro de 1996. Consultei a placa e é o mesmo ano do carro.

Será que ele está mesmo parado na rua há mais de 20 anos? Não leva jeito, estaria bem mais detonado. Mas a matéria não diz se alguém ainda usa o carro, se os fãs passam um paninho nele de vez em quando, se os herdeiros estão cuidando dele.

Vocês aí do Rio, que tal uma visitinha? Qualquer informação é bem-vinda.

omegalegiao

39 comentários

  1. César disse:

    Certamente não está parado desde aquela época, até mesmo porque as placas são do modelo refletivo com letra Mandatory, adotadas em 2011, o que significa que o carro teve que ir pelo menos até o DETRAN. Mas se está realmente em nome do Russo, não sei como fizeram isso, já que em tese não seria possível a troca de placas sem a conclusão da partilha ou inventário.

  2. Alexandre Hoelz disse:

    É óbvio: tal qual Elvis, Renato Russo não morreu. E dá umas voltinhas com o velho Omega de vez em quando…

  3. adilson disse:

    do jeito q rola blitz de ipva aqui no rio já já esse carro, vai cair numa delas, com ultimo licenciamento em 2012 vai direto pro deposito..até o Detro q só fiscalizava transportes tá, fazendo blitz em carro particular…se vier aqui pra Barra ou recreio ta enrrolado, é blitz de ipva em tudo q é via.

  4. Giovani Blumenau SC disse:

    Passa um link pra postar uma foto de um carro incrível que esta a venda em Blumenau-SC

  5. Paulo F. disse:

    Opala metálico azul, como do Johny, seria mais apropriado?

  6. BRUNO HENRIQUE BORGES disse:

    Vai ver que sentindo a potência do motor 4100 ele se inspirou em escrever a música “Dezesseis”.

  7. Saima disse:

    Se o último licenciamento realmente tiver sido feito em 2012, provavelmente esse carro já foi bloqueado e apreendido em fiscalização ou está guardado em algum lugar. Torço pela segunda opção.

  8. Marcos Alvarenga disse:

    Essa rua tem história. É citada na música “Carta ao Tom 74″, de Vinicius de Morais. Do número 107 se via um cantinho de mar e o Redentor…

  9. guest disse:

    Seria uma boa para o A G Badolato…

  10. Paulo disse:

    Uma carro abandonado por tanto tempo não estaria tão limpo (embora não esteja impecável, nenhum veículo com 20 anos de poeira acumulada estaria nesse estado). Outro indício está nos pneus: impossível que eles estivessem cheios se o carro não fosse utilizado.

  11. JP disse:

    Rico não quer mais. Pobre não consegue manter.

  12. Diogo disse:

    O carro está realmente no nome do Renato.

  13. Danilo Chamadoira disse:

    De fato, estória bem estranha, mas o importante é o registro, muito bem dado por você, como sempre.
    Vamos investigar!
    Grande abraço, Flavio!

  14. Marcelo disse:

    Consultei o veículo e ainda está no nome dele, RENATO MANFREDINI JUNIOR.

  15. Garlet disse:

    Ipanema no RIo, a calçada é suja assim? Decepção. Brasil. Saudades dos anos 80, tinha um monte de coisa ruim, mas o povo era diferente.

  16. Valdemir Freitas disse:

    Que coisa! Fui ao Rio mês passado e andei nessa rua! Dia 26 vou de novo, quem sabe passo por lá!

  17. BRUNO CARDOSO disse:

    Um amigo que mora em Ipanema me informou que o carro não está abandonado, já que é utilizado diariamente por alguém que cuida da antiga casa do cantor.
    Há cerca de dois anos atrás, com a ajuda de um amigo que trabalha no Detran/RJ, ele consultou o registro do veículo, que na época, tinha como proprietário “Renato Manfredini Junior”.
    Ao pesquisar hoje no site do Detran, as informações são mais limitadas; o nome do proprietário aparece apenas como “Renato”, ultimo licenciamento ’2012′, ano/modelo 1996, cor ‘verde’.

  18. Marcus Ribeiro disse:

    O veículo realmente era de propriedade dele, ainda está em nome de Renato Manfredini conforme consta no site checktudo…

  19. Ricardo Herrera disse:

    O Omega até pode ter pertencido ao Renato Russo. Porém no street view, desde o ano de 2010 e o veículo não está na vaga em aparece na photo.

  20. Altair Alcatrao disse:

    Isso me fez lembrar: : “Rua Nascimento Silva 107, você ensinando pra Elizeth as canções de Canção do Amor Demais”.

  21. Alberto T. Simon disse:

    Acabei de ver no Street View, imagem de Abril/2016, o carro NÃO está lá, nem mesmo nos 100 metros antes/depois do endereço. Obviamente ainda é movimentado eventualmente.

  22. Cristiano disse:

    No google street, em abril de 2016, o carro não estava lá. Também acho que alguém deve usá-lo.

  23. Leo disse:

    Quando o carro do Google passou o Ômega não estava lá.

  24. César Lima disse:

    No Google Street View aparece um desses Mini Cooper na mesma vaga, então o carro definitivamente não fica parado.

  25. Gus disse:

    Renato tinha ótimo gosto. Bom, percebe-se que o carro deve rodar pouco e não têm um teto decente sobre si, mas abandonado é uma hipótese bem remota. Talvez tenha ficado para alguém de condição mais humilde que prestava serviços à família do saudoso cantor/compositor e que era bem quisto. Ou que no inventário, o carro – sendo uma parcela pequena do alentado patrimônio – tenha passado de lá para cá…sei lá, mil hipóteses, De todo modo, ele mereceria um pouco mais de carinho, por ser o belo carro que é (ou foi) e por ter pertencido a um ícone cultural do nosso país. Salvem esse bicho ali!

  26. Luiz disse:

    Olhando o endereço pelo Google maps o carro não estava lá em abril de 2016.

    Mas neste final de semana vou dar um pulo lá para verificar.

    abçs Luiz

  27. Fabio Carlos do Nascimento Lage disse:

    se jogar a placa nesse link (http://www.detran.rj.gov.br/_monta_aplicacoes.asp?cod=16&tipo=crlv) consta o primeiro nome do proprietario (renato) e que o ultimo licenciamento foi em 2012. O carro foi sim usado e não está parado aí desde 1996.

  28. Adriano Santi disse:

    Flavio, de acordo com o Google street fighter o carro não estava lá em abril do ano passado. Provavelmente alguém da família usa, ou pelo menos leva pra lavar ou na oficina de vez em quando.

  29. Jason Vôngoli disse:

    Difícil imaginar Renato Russo dirigindo um Omega caretão desses.

    • JP disse:

      O caretão aí pra mim é o Renato Russo. Muito carro pra pouca persona.

    • moisesimoes disse:

      - Esse street view é foda, viu?
      Mas pela quantidade lixo, a rua que está abandonada.
      E a pessoa “de condição mais humilde” (de humilde não tem nada), anda fazendo um rali com o carro. Dá um banho nele, vê o que precisa trocar. Porque se for leiloado, tem interessado.

    • marcos disse:

      também acho difícil, mais certo um uno pink.

    • Elmo disse:

      Não é?! Pô! Ele tinha um Opala metálico azul / Era o rei dos pegas na Asa Sul / Em todo lugar

    • Roberto Tremper disse:

      AloJason. Muita gente leva uma vida privada bem diferente da pública, mas que é estranho, é. Talvez fosse um mini saláo de festas ambulante, Um alojamento de pós-shows, quem sabe? Será que quem está usando quer vir a ser exposto? Não sei, Deixemos prá lá.
      Mas mudando de conversa, gostei do seu texto de hoje n’O Globo sobre o velho e o novo do mesmo Lada, ex Niva. Parecia até inspirado naquele cara, o dono do blog. A notícia, porém, nada diz sobre as chances de se comprar um zero. Que pena. É o último dos moicanos, já que o Dacia (Renault 12) já era. Ou náo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>