MENU

quinta-feira, 11 de maio de 2017 - 18:33F-1, Indy, IRL, ChampCar...

DUAS DO ALONSO

alonsitofraseSÃO PAULO (o cara voltou à mídia) – Desculpem a correria, muita coisa acontecendo (vocês saberão logo), então vamos ao que interessa. Duas notícias legais sobre Alonso, que hoje é o cara mais entrevistado da F-1 — culpa da Indy, quem diria…

A primeira: Fernandinho não fica na McLaren se perceber que a equipe não terá um carro vencedor em 2018. Como não terá, porque milagres não acontecem, ele vai sair. A pergunta é: vai para onde, meu filho? Ferrari e Mercedes seriam escolhas óbvias. Dele, não das equipes. Precisa combinar com os russos (para entender a expressão, procurem a frase no Google e acrescentem “Garrincha”) antes. Red Bull? Não é o perfil. A Renault pode ser sua última morada. Creio ser o destino mais provável.

A segunda: Fernandinho vai ficar com o carro que será usado nas 500 Milhas de Indianápolis. Faz parte do seu acordo com a McLaren, a Honda e a Andretti. O destino da viatura: seu museu nas Astúrias. Legal. É carro que não pode se perder, aconteça o que acontecer.

25 comentários

  1. Arriba Alonso! disse:

    Alonso vai para a Mercedes no ano que vem ou em 2019. É o piloto mais completo do grid com o carro mais completo do grid.
    Vocês vão ver!

  2. Ricardo B. disse:

    Pensando ainda neste ano, Palmer que se cuide, porque é o pior piloto em um carro que pelo menos não quebra no grid. Não é difícil imaginar como Fernando vai ficar se ele conseguir um resultado que julgar satisfatório na Indy e o carro quebrar bisonhamente após isso, com ironias, críticas mais diretas e mais situações como o que ocorreu no GP da Rússia – que eu acho que ele fez de propósito – até o final do ano.
    Acho improvável ele voltar para a Ferrari.

  3. AS disse:

    Daqui a 100 anos irao ler a historia da F1 e nela estarao Ferrari, McLaren, Williams, ASenna, Schummacher, Vettel, Hamilton, Prost etc. mas um capitulo especial estara reservado a Fernando Alonso… a cara mais azarado da F1. Nao vai acontecer nada diferente nos proximos anos a ele.

  4. Ricardo Santaigo disse:

    Grid dos sonhos (e 10% factível) para 2018:
    Mercedes – Hamilton e Vettel (HAM se aposentando no final do ano)
    Ferrari – Alonso e Bottas (ou Perez)
    Red Bull – Ricciardo e Verstappen
    Williams – Kyviat e Perez (mesmo sabendo que Stroll fica)
    Renault – Sainz Jr e Hulkenberg
    McLaren – Massa e Wehrlein (com motor Mercedes)
    Force India (Brabham??) – Perez (ou Bottas) e Magnussen
    Toro Rosso – Dois novatos do programa da Red Bull
    Haas – Grosjean e Giovinazzi
    Sauber – Dois coitados que vão sofrer com o carro e o motor

  5. Araujo disse:

    Por que não Alonso na Red Bull? Talvez seja justamente a peça que falta pra Red Bull voltar aos seus gloriosos anos. Ricciardo iria para a Ferrari, abrindo vaga para Alonso. Todos sairiam ganhando. Vale lembrar que a Red Bull já teve dois pilotos experientes há pouco tempo (Webber e Coulthard). Acertei Bottas na Mercedes, vamos ver se acerto essa.

  6. CorredorX disse:

    Que o Alonso é o superfodão pilotando ok… mas putz, cadê ele nessas horas amargas? Só vejo notícia dele reclamando da vida. Vettel ajudou a erguer STR e RBR. Rosberg ajudou a Mercedes. Schumacher ajudou a Ferrari.

    O bom piloto também tem que sê-lo com carros ruins. Também, há quanto tempo ele não dá uma voltinha numa Minardi? Já deve ter esquecido como é.

    • Fernando disse:

      Vettel ajudou STR e RBR??? kkkkkkkkkkkkkkkkk fale mais sobre isso..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    • andersson disse:

      Meu amigo o problema é motor não mecânico… Alonso não é mecânico…
      Ele vai ajudar em que??

    • Amaral disse:

      Quando ele sentou na Minardi, ele, além de ser novato, ele sabia perfeitamente que o motor empurrava cem cavalos a menos que o resto. E que não tinha o que fazer. Era um carro razoável que não andava pq não tinha motor. Não era defeito do motor, era defasagem mesmo.
      Agora não. No mundo ideal, a Honda deveria andar no nível da Renault, pelo menos. E a Mclaren brigando com Williams e Force India pelo “quetrês”. Não brigar pela sétima e oitava fila, com um motor que consegue ser pior que o Ferrari 2016 que empurra a Sauber – que, por sorte, fez um carro melhor que o do ano passado, mas como não tem motor, se arrasta…
      E, além de não empurrar, quebra mais que Marea Turbo. A gente tá acostumado a lembrar de piloto bom com carro ruim tendo a ideia do Senna em 93. Não dá pra comparar a McFord93 com a McHonda2016. Não tem parâmetro. É como comparar Mozart com Latino.

  7. Victor disse:

    Ele vai ficar com o carro ou o que sobrar dele nos muros da Indy…

  8. Renato de Mello Machado disse:

    Renault,é o destino mais provável para fazer dupla com o Hulkenberg.Fernando é muito caro, e já vimos o quê o Bottas fez. E o programa eficaz da RedBull e termos de pilotos bons, velozes,furiosos e baratos.

  9. Marcelo mpgArte disse:

    Olá Flávio
    Por favor informe o horário de transmissão da F-E, tanto o site da FE como da Fox não disponibilizam o horário.
    Abraço

  10. Garlet disse:

    Uma diferença entre alemão e italiano (moro no Sul do Brasil, entendo disso), é que alemão perdoa mais fácil, o cara faz uma cagada, eles vão lá, enchem a cara de Chop, e tá tudo resolvido. Italiano não. As desavenças guardam rancor, fica aquela amargura, remoendo anos e anos. A Ferrari, ao meu ver, jamais contrataria o Alonso novamente. Espanhol que se queima com italiano, é pra sempre (do ponto de vista deles, não sou eu que estou falando, apesar de eu ser descendente de italianos). E como a Mercedes com certeza terá um piloto alemão, concordo pelanmente com Mestre FG, vai parar na Renault, na melhor das hipóteses. Já vai estar no lucro.

    • Vanni Rebonato disse:

      Garlet,

      boa tarde !
      Eu sou italiano de Verona no norte da Italia embora vivendo ha 32 anos no sertão da Bahia.
      Eu concordo em parte com voce.
      Aqui no norte, em caso de desavenças, é bem mais fácil passar a esponja eu diria quase normal.
      No sul da Italia eu concordo com voce… tá marcado para o resto da vida !
      Em resumo: acho possível sim o Alonso voltar… possível !
      A companhia do Vettel seria uma boa lição de comportamento para ele… muitas vezes latino demais !

      Um grande abraço

      Vanni Rebonato

  11. Tiago Oliveira disse:

    O que mais a Honda precisa fazer pra ele largar a equipe ainda durante o ano?

    PS.: Nao vi por aqui e é coisa antiga, mas o carro da Manor pra 2017 era bonito, e apesar de ser ainda apenas um modelo aerodinamico em estereolitografia, é triste ver um natimorto; http://www.f1technical.net/f1db/cars/1051/manor-mrt07

    • Amaral disse:

      Pena. Achava que a Manor faria mais em 2016 por ter o canhão da Mercedes. Mas ela fez um carro horroroso de curva. Por isso só fez um ponto numa pista curta com reta grande, pq de reta ele andava.
      Como ela não tinha mais a Pertamina do Haryanto, não sei que cores ela teria em 2017, nem se teria grana pra pintar o carro. Talvez precisasse do patrocínio da Suvinil pra pintar. Se não desse certo, envelopava de preto fosco, uns adesivos brancos, um número retrô, Manor bem grande na asa traseira e ia, além de economizar, fazer história com um carro que ia ficar bonito pra caralho.

  12. zé clemente disse:

    A Indy seria uma boa opção pra ele. Mas, com Indy ou sem, com ceterza ele vai querer fazer Le Mans. E acho que isso poderia ser um parametro de escolha pra ele. Andar numa e noutra e ver qual ele gostaria mais. Suponho que ele possa se entusiasmar mais com endurance no futuro.
    Mas no presente com certeza tem uma pergunta sem resposta na cabeça dele – o que estou fazendo aqui?

  13. Luciano disse:

    Pq o Alonsito não corre não F1 com o Indy car?

  14. Federico RAmirez disse:

    No me parece muy razonable que Fernando pase a Renault, aún están en etapa de aprendizaje. Renault ya no es el equipo en el que campeonó Fernando. Va a sonar muy aventurada mi suposición: Creo que Raikkonen sale (finalmente) de Ferrari, Verstapen ya está asegurado con Red Bull, quién queda, quiero decir, de valía ? Fernando por un año, 2 a lo sumo, con cláusulas que le permitan hacer Indy 500 y Le Mans.

    • Amaral disse:

      Vou responder em português, mesmo. Mas acho que vai dar pra entender.
      Essas cláusulas ele só conseguiria na Mclaren, pois a ida dele pra Indy nesse ano foi um grande acordo de cavalheiros, envolvendo Mclaren, Honda e Andretti. Não creio que a Ferrari liberaria Fernando pra correr em Le Mans e Indy. A menos que houvesse um interesse súbito e improvável da Ferrari em querer fazer uma equipe por lá.

  15. Alfredinho disse:

    Eu acredito que esta futura troca de equipe será a última cartada do Alonso. Se ele errar novamente a escolha, pode ir para a Indy ou para casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>