MENU

terça-feira, 30 de maio de 2017 - 20:18Motoland

MOTOLAND

O Leoni Camargo nos apresenta a Kibo K150, fabricada no Quênia para servir a toda a Mãe África. Gostei do design e do conceito. Alguém aí conhecia? Já começo a ter umas ideias malucas para sugerir aos seus criadores, como um Dakarzinho de leve…

kibo

12 comentários

  1. CorredorX disse:

    Minha tzinha 250 é feita pra carregar 150kg. Essa ai carrega 250kg e tem freios bem melhores.

  2. rogerV disse:

    Me gusta las Trail!

  3. Eduardo disse:

    Em pleno 2017 eis que o Quenia coloca um motor 150cc a combustão em um conceito.
    Talvez se fosse elétrico tivesse alguma chance….

  4. Marcelo mpgArte disse:

    Com um motorzinho elétrico potente…

  5. Al Unser Jr. disse:

    Montada no Quênia e fabricada na China.
    O visual tá legal.

  6. moisesimoes disse:

    - Não conhecia, não. Meio jeitão Kamen Rider Black RX. Nada mal.

  7. Jorge disse:

    Com relação ao estilo não há muito o que falar, mas, andar nela deve ser horrível…esse banco muito baixo as pernas vão acabar pegando no quadro, que deve ser bem pesado, o tanque é pequeno demais e não dá autonomia, o motor é pouco potente pelo peso e a suspensão traseira deveria ser tipo monoamortecedor.

    • Kuka Lienert disse:

      Essa moto é feita para ser bruta… conviver em situações de estradas precárias, baixa manutenção, carregar inúmeras coisas e o máximo de pessoas em cima!

    • mario aquino disse:

      Parabéns aos seus idealizadores, estamos falando do Quênia, não do Japão, Itália muito menos da Alemanha.

    • Rodrigo Moraes disse:

      Eu também achei linda! As pernas vão pegar no quadro se a espuma for de densidade errada, o quadro realmente deve ser pesado, afinal é uma moto que suporta 250 kg de carga, sendo que a maioria das motos que usamos para viajar (de 1000 a 1200 cm3) suportam apenas 180 kg (e quebram o subchassi quando usadas com esse peso), o tanque realmente é pequeno, ela deve fazer uns 35 km/L e vai rodar apenas 250 km por tanque, o que pode ser pouco na África, o motor é pouco potente assim como o da CG 150 que é o veículo mais vendido do Brasil há 40 anos e a eficiência de uma suspensão monochoque não faz diferença em um veículo que roda a baixas velocidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>