MENU

quarta-feira, 13 de setembro de 2017 - 23:12One comment

ONE COMMENT

Nomeado diretor-executivo da Roborace, Lucas di Grassi diz que não vai parar de correr. Mas me lembra cada vez mais André Ribeiro, pelo crescente interesse por funções que não têm muito a ver com pilotagem em si. No caso específico, inclusive, não ter a ver é literal.

321456_731324_lucas_roborace

11 comentários

  1. ags disse:

    Mais um que nasceu pra ser nada..
    Vai vender junck food em um Truck em SP..rssss

  2. Helton Fernandes disse:

    Fico pensando em quem vai querer assistir uma corrida dessas???
    Uma por curiosidade, vá lá, mas acompanhar um campeonato inteiro…
    Saporra vai ser estranha pra caramba…

    • Arthur Luz disse:

      Não vai ser corrida pra assistir.
      Acho que muita gente não entendeu que a RoboRace é um campeonato de inteligência artificial. O foco não é o resultado, mas sim colocar a tecnologia num campo de prova.

  3. Brabham-5 disse:

    Quem se denomina piloto e vai ser diretor de categoria que não pretende dar emprego a pilotos (pelo menos, dentro, no cockpit dos carros), com carros guiados por robôs, não deveria receber vaga para SER PILOTO em equipe nenhuma do automobilismo.

  4. Macario disse:

    O Lucas Di Grassi tem muito futuro no mundo corporativo, já que apenas alguém muito bem relacionado consegue se estabelecer no competitivo mercado de pilotos com um talento apenas mediano, como ele conseguiu. Em outras palavras, como piloto, o Lucas sempre foi um excelente executivo.

  5. Amaral disse:

    Lucas se mostra cada vez mais multitarefa. Se quiser parar de correr agora, pode. Não vai ficar desempregado, muito menos pobre por isso.
    Vai acabar virando uma espécie de mistura de Roberto Pupo Moreno, aquele que senta em qualquer coisa que ande quando é necessário e dá conta, e André Ribeiro, como muito bem lembrado, que cada vez mais se envolve nos bastidores, com a diferença de ter sido, se não mais talentoso, mais bem-sucedido que ambos.
    Mas arrogância não vai combinar com as responsabilidades que está assumindo, é sempre bom lembrar.

  6. marcelo silva disse:

    Um piloto ajudando a desenvolver um carro onde não existirá piloto !!!! Este Mundo tá maluco mesmo !!!

  7. fabiom disse:

    Tudo bem que o Di Grassi é bem mais piloto q o André Ribeiro, mas po o André tinha uma época ainda na Tasman que só sabia fazer besteira na pista, parecia super sem foco, não deu outra que abandonou a Indy duma hora pra outra pra cuidar de revendedora de automóveis uns tempos depois.

  8. andre lima disse:

    Sei lá, sou totalmente contra a criação de uma categoria dessas, não faz sentido pra mim colocar carros sem pilotos pra correr, até em autorama é necessário um humano pra controlar o carrinho… mas tambem acho que estou ficando velho, pois não suporto ligar a tv sabado e ver canais como o sportv e espn preferirem mostrar horas e horas de partidinhas de games ao invés de mostrarem competições praticadas por gente de verdade… mas agora que me toquei que mencionei autorama, então estou mesmo ficando ultrapassado, sei lá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>