MENU

terça-feira, 14 de novembro de 2017 - 19:26F-1

É KUBICA

RIO (gênio, esse Américo) – A notícia já está há algumas horas na “home” do Grande Prêmio, assinada por Américo Teixeira Jr., uma máquina de apurar informações exclusivas. Robert Kubica já assinou com a Williams, será o substituto de Massa em 2018, e agora resta esperar pelo protocolo da F-1 — negativas, desmentidos, indiferença e, por fim, a confirmação oficial.

Não nego que me á uma pontinha de prazer pessoal a connsciência de que nossos leitores sabem antes das coisas.

Feito o auto-elogio, que na verdade de auto nada tem, é elogio mesmo ao Américo e à equipe incansável do site, vamos aos fatos.

O polonês volta à F-1 depois de sete anos ausente — sua última temporada foi a de 2010, pela Renault. No começo de 2011, sofreu um acidente numa prova de rali que quase arrancou seu braço.

A recuperação foi, e é, impressionante. Vê-lo guiar de novo um carro da categoria mais exigente do automobilismo mundial, é algo que parecia impensável tamanhas as consequências da batida. Ele ainda tem limitações nos movimentos da mão direita, mas ao longo do tempo foi atropelando as dificuldades e, obstinado, estabeleceu como objetivo o retorno improvável.

A Renault lhe deu algumas chances de testar suas possibilidades nos últimos meses. Os testes foram observados por todos, claro. No fim, a equipe francesa mudou o rumo das negociações por conta da oportunidade com Carlos Sainz Jr., mas ele não desistiu.

Nem a F-1 desistiu dele. Talentoso, simpático, carismático, querido por todos, Kubica será uma grande atração da próxima temporada. Mas, sobretudo, é um gigantesco exemplo de superação.

Bem-vindo de volta, jovem polaco. Termine o que começou.

kubica3ren

16 comentários

  1. Ricardo Bigliazzi disse:

    Espero que tudo comece bem e principalmente que tudo acabe bem.

    Que o Kubica se divirta.

    Obs.: Será que o Galvão vai voltar com aquela lenga-lenga de como se pronuncia o nome dele? Seria “Kubitza” ou “Cubica”. Quem viver verá.

  2. ms disse:

    como já disse o velho piquet e acho que falou isso tb por experiência própria depois de uma bela “panca” ninguem consegue voltar a correr com a mesma performance de antes,,,exemplos disso não faltam….

  3. Andre disse:

    Alguns pitacos:
    1) nao acredito que o Kubica sera competitivo
    2) a Williams quer midia e terah.
    3) serah que os nossos entendidos aqui do GP serão tão exigentes com o Kubica quanto sempre foram com pilotos brasileiros?
    4) imaginem se o Hulckenberger fosse brasileiro… recordista de participações sem nenhuma vitoria. Serah que receberia tantos elogios?
    5) acho que o Massa não deveria ter aceitado correr em 2017, a menos que tivessem oferecido um contrato de 2 anos. O corpo tecnico da Williams soh tem dado bola fora e o carro conseguiu piorar nos ultimos anos.
    6) a Formula 1 tem sido uma bosta ha muitos anos: qualquer categoria onde a maior parte das equipes soh faz figuração é uma bosta.

  4. Zé Maria disse:

    “Suderj informa: substituição na equipe Williams, sai “Maffa” e entra “Capitão Gancho”, Suderj informou!”
    (Para bom entendedor, meia palavra basta. . .).
    Fim de feira total para o brasileiro, que se considera o melhor acertador e desenvolvedor de carros da galáxia. . .#sqn!
    Rejeitado e preterido em favor de um cara que praticamente perdeu a capacidade motora de seu braço direito, além de estar fora do circo por 7 anos, uma eternidade.

  5. Isso poderia ter acontecido em 2012 na Ferrari em que o KUBICA substituiria o Massa por lá que já estava em baixa.

  6. karlo disse:

    Com tanta molecada de 17 /18 anos que só estão fazendo numero e pagando pra correr, quem sabe o Kubica não mostra um novo caminho para as equipes…
    Aguardemos.

  7. CHAGAS disse:

    Que maravilha. Melhor escolha da Williams. Quando o acidente tirou Kubica da F1, ele era tratado como futuro campeão, piloto arrojado e talentoso, saiu da F1 como um dos melhores do grid. (em meio a Alonso/Hamilton/Vettel entre outros)
    Kubica testou o carro 2017 da Renault na Hungria e foi muito bem depois de anos de hiato. Alguém realmente acha que ele voltaria para a F1 para fazer papel de ridículo??
    Ele vai é procurar formas de se adaptar a falta de mobilidade do braço direito, estudar os caminhos para ganhar os décimos que precisa (isso mesmo, ele só está alguns décimos para competir em alto nível), muito simulador, a maior quantidade de testes de pista possível, vai chegar aonde quer. Força de vontade para esse polonês não falta.
    Pra mim vai ser o piloto do ano. Já tenho o piloto para torcer.
    E se alguém acha que escrevi a maior besteira do mundo…….. aconselho esperarem ano que vem para não passarem vergonha.

  8. clodoaldo lelli disse:

    primeiro a williams esta mais interessada em arrecadar os patrocinios do kubica que aproveitar capacidade dele
    segundo se o kubica andar rapido e tiver resultados expressivos tipo chegar em setimo ou oitavo que é o que a williams julga suficiente so vai comprovar que esses carros sao faceis de pilotar e se caras como mansel prost ou sennna pilotassem um desse terminaria a prova 5 voltas na frente do segundo colocado

  9. rogerV disse:

    …na minha opinião, não vejo mais a Williams como equipe focada e com a genialidade de antes… até pode ter um corpo técnico interessante, mas virou cata moedas…. usa a força da marca para divulgar sua área de tecnologia e pesquisas….

  10. Celio ferreira disse:

    Parabéns a Rosberg que é o empresário de Kubica , que conseguiu colocar
    na Williams um piloto em condições duvidosas ( a Renault não quis ) e correu
    pra conseguir o Sainz. Tenho minhas duvidas quanto a parte física dêle pra
    pilotar os carros atuais , em pistas como Singapura , Mônaco etc…
    Acho que é um grande piloto, porem prefiro aguardar o ano que vem.

  11. Luciano disse:

    Estão brincando de piloto. O simples fato de parar um ano já deixa o piloto ultrapassado. O Michel Schumacher que é gênio , quando voltou foi mal. Imagina o Kubica que é bom e ponto. Se estão procurando piloto com apelo de mídia e que traga dinheiro chama um chinês qualquer. Quero queimar a melhor nha língua também, mas infelizmente não vou.

  12. R. CASAGRANDE disse:

    Kubica é velho, ultrapassado, antiquado. Seu tempo já passou. O Wehrlein representa a nova geração, é bom demais. Não há duvidas de que a Williams e toda a F1 perdem uma grande oportunidade se contratarem o piloto errado. Mas ainda prefiro acreditar que o bom senso vai prevalecer

  13. Danir disse:

    Para completar, se compararmos com a McLaren, a Willians perde feio em qualidade gerencial. Apesar disto, penso que se a McLaren esperasse mais um ano, teria um resultado muito melhor com o motor Honda. Os japoneses estão começando a pegar a mão novamente, e não acredito que tenham voltado só para dar vexame. O outro fator que limita a Willians é o dinheiro, que me parece continuará curto para 2018.

  14. Danir disse:

    Eu admiro o Kubica pala sua obstinação e pelo passado na F1 onde mostrou que tem o talento de um vencedor. O único detalhe que não me convence é o fato dele pilotar para a Willians. A despeito do passado de vitorias, nos dias de hoje a Willians não é mais uma força como antes. Me parece que não tem uma administração de qualidade, e nas competições o time costuma cometer erros estratégicos. Espero que isto mude, e se torne novamente protagonista, engrossando o grupo que pode vencer corridas e lutar pelo campeonato. Quanto ao companheiro do Kubica, creio que não é tão ruim como antes haviam dito, mas é fraco, e os resultados desta primeira temporada não são animadores para ele. Apesar da fortuna pessoal, será sempre um figurante. Vamos torcer para que o polones seja um acertador e desenvolvedor para a equipe.

  15. Paulo Pinto disse:

    Se Kubica voltar à categoria mostrando capacidade para pilotar um F-1 durante um GP, eu serei um (dentre vários) que queimará a língua. Mas a queimarei com gosto, porque curto muito a superação humana.

    Seja bem-vindo, guerreiro!

  16. Adriano Silva disse:

    A Williams tá perdendo patrocinadores. Kubica retornando é um apelo e tanto de marketing. Sem dúvida uma das atrações da temporada 2018.
    Espero que ele se saia muito bem, pra espantar essa impressão de estar de volta como chamariz de anunciante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>