MENU

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017 - 23:03Enigmas & desafios

ENIGMA DO DIA

O Samuel Contin mandou a foto (“BH em ano incerto”) por causa do carro que aparece nela. Certamente achou que era uma peruinha DKW como a Miss Universe. Na primeira batida de olho, achei o mesmo. Mas não é. A traseira é parecida, mas faltam os para-lamas saltados. Então, resta o enigma: que carro é esse? Quanto ao local, digam, mineiros: isso tudo existe ainda?

FB_IMG_1512338767369

30 comentários

  1. JotaMG disse:

    Como BH era…
    Bela, nessa época!

  2. Flavio Soares disse:

    Ei Flavio,

    Por falar em BH encontrei algumas fotos que meu pai tirou nas corridas que tinham por volta do Mineirão nos anos 60.

    Como faço para te mandar ? Tem algum e-mail para isso ?

    Obrigado

  3. Estive uma vez nesse local, há alguns anos. Tirei esta foto (que acho que é só ângulo oposto). https://instagram.com/p/PxMctEon34/

  4. Boa noite, essa foto pertence ao meu acervo e foi feita por Augusto Guerra Coutinho no final da década de 1950. Certamente a imagem foi retirada da página do Curral del Rey no Facebook. A paisagem urbana não se alterou muito não, apenas algumas intervenções ao Viaduto de Santa Tereza (asfalto e remoção dos trilhos dos Bondes) e alguns edifícios construídos no lugar dos sobrados.
    Me passe o seu email que vou enviar algumas imagens de DKW que tenho por aqui.

  5. claudio conrak disse:

    É uma van/furgao chevrolete , não me lembro bem o nome do modelo exatamente, e essa foto é de quando BH ainda tinha um Belo Horizonte e um mineiro era gente boa ninguém duvidava, já hoje temos os aécios da vida……..gente o que fizeram com Minas Gerais e com o Brasil???? onde isso tudo vai parar????……. EM CERTOS VALORES O BRASIL TÁ ANDANDO PRA TRÁS FAZ TEMPO!!!!!!

  6. Wallace disse:

    Ainda com as mudanças, continua bem legal, é um local que em cima é bem bonito, já embaixo, tem uma galera que sofre muito no crack.
    Temos tentando ajudar uma galera ali embaixo, mas é difícil.
    Mas também não desistimos fácil não.
    O carro não sei qual é.

  7. Nahtan disse:

    Viaduto Santa Tereza!

    Esse lugar é demais!

    Debaixo desse viaduto virou um palco cultural, Duelo de MC’s, Shows, Skate…
    Abaixo dele, também passa a linha férrea do metro e da Estrada de Ferro Vitória Minas. Á direita da foto fica a Estação Central, à esquerda logo em baixo do viaduto a Serraria Souza Pinto, galpão antigo restaurado onde rola shows, exposições, eventos…

    Belo foto pra comemorar os 120 anos de BH.

    Show!

  8. Rogerv disse:

    Skoda….. maybe….

  9. Fábio Metzger disse:

    Só uma ideia. Sem nenhuma grande expectativa. Por que o prefeito de BH não poderia pensar em reativar o circuito do Mineirão para fazer o e-Prix de BH? Seria um belo tapa de luvas no Prefake. Não é um dirigente do futebol, botando o Mineirão e a Pampulha pro Mundo. BH hoje em dia está bem mais agradável que SP…

    • Fábio Metzger disse:

      * Não é um dirigente do futebol, botando o Mineirão e a Pampulha pro Mundo?

    • Edu Zeiro disse:

      Prezado, o circuito utilizava as avenidas que margeiam o Mineirão e parte de seu estacionamento. Com a reforma para a Copa de 2014, as avenidas foram modificadas e o estacionamento, que era aberto, passou a ser totalmente coberto, inviabilizando completamente a volta das corridas. É uma pena, pois meu pai me levou algumas vezes quando criança, tinha quatro, cinco anos. Sou fã até hoje do Opala azul do Toninho da Matta, maravilhoso. Ah, e o boquirroto daqui é páreo duro pro prefake daí.

      • Fábio Metzger disse:

        Sim, ele é bem falastrão mesmo… Mas não consigo imaginar que tenha coisa pior que a “jestão” do Prefake. Mas do jeito que o país está, deve ser bem duro lidar com outros prefeitos, e o Kalil não deve ser muito diferente…

        Nem precisaria ser o circuito original, poderia ser as avenidas, sem o estacionamento, e adicionando variantes onde há trechos mais longos, para manter a duração das baterias, até porque a Fórmula E ainda está em fase de desenvolvimento, e costuma utilizar trajetos curtos e simples. Calculei o trajeto, deu uns 2o55 m, e dá espaço para ter 300m de pitlane. É claro que só funciona se for possível viabilizar medidas de segurança adequadas, o que exigira algumas reformas. Mônaco, por exemplo, tem pouco de 2,o km. Teoricamente, poderia ter viabilidade… A questão é se há interessante, quais são as prioridades dos munícipes, etc….

        Mas, enfim, é só uma ideia.

      • TARCISIO FRASCINO FONSECA disse:

        Obrigado pelo link.

  10. Bruno Flávio disse:

    Olá Flávio!

    Viaduto de Santa Tereza – liga o Centro de BH ao Bairro Floresta, pela Avenida Assis Chateaubriand.

    Mudanças: os trilhos do bonde não não aparecem mais.
    Aquele ônibus que está para entrar no viaduto não poderia mais fazer isso, pois agora o viaduto é mão única.
    Virando à direita tinha a boate Champagne. E ainda tem!

    No link abaixo temos uma foto atual, quase do mesmo ângulo:

    https://www.google.com.br/maps/@-19.9189585,-43.9327071,3a,75y,270h,90t/data=!3m7!1e1!3m5!1sfbEkxzKqffuxLcSXS6Z_gQ!2e0!6s%2F%2Fgeo0.ggpht.com%2Fcbk%3Fpanoid%3DfbEkxzKqffuxLcSXS6Z_gQ%26output%3Dthumbnail%26cb_client%3Dmaps_sv.tactile.gps%26thumb%3D2%26w%3D203%26h%3D100%26yaw%3D49.641365%26pitch%3D0%26thumbfov%3D100!7i13312!8i6656

    • Edu Zeiro disse:

      A Champanhe fica na rua Itambé, à esquerda da foto. À direita fica a rua Sapucaí, onde está a sede local da antiga RFFSA. Minha avó mora a poucos quarteirões dali, desde 1956. Ao lado da casa dela um dos maiores colecionadores de carros antigos de Minas construiu um galpão, onde mantém suas jóias sobre rodas. Dá para vê-las subindo no muro que divide as propriedades.

  11. Robertom disse:

    Acho que é uma Volvo PV445, original sueca, não a versão Carbrasa…

  12. Marcos Alvarenga disse:

    Sim, O viaduto e o prédio ao fundo ainda existem, embora o último tenha sido desfigurado por um anexo sem pé nem cabeça construído nos anos 80.

    Esse é o famoso viaduto que foi escalado pelo Carlos Drummond de Andrade e por outros autores mineiros no século passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>