MENU

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017 - 22:57F-1, Imprensa

MEMÓRIAS

RIO (abraço forte) – Tenho leitores muito especiais, como o Silvio Américo. Leiam e entenderão por quê:

Camarada Gomes, boa noite. Estou enviando duas fotos de itens que pincei nas relíquias do meu pai, o narrador Flavio Araújo, que atuou por 25 anos na Rádio Bandeirantes (seis Copas na bagagem, de 62 a 82) e acompanhou muito de Fórmula 1, principalmente nos tempos do Emerson. Era um locutor eclético. Futebol principalmente, mas narrou as vitórias mundiais do Sírio no basquete e foi três vezes ao Japão, duas delas para narrar as lutas de Éder Jofre. Nessas viagens ele fez uma linda coleção de cinzeiros, alguns comprados, outros surrupiados dos hotéis ou restaurantes por onde andou. Estou te enviando a foto de um deles, do Autódromo de Monza (nota do blogueiro: depois publico). Esse deve ter sido comprado, não sei o ano exato, mas segue aí. E a outra foto, de uma credencial de 1976 do autódromo de Paul Ricard (nota do blogueiro: essa eu publico nesta nota, inclusive porque o circuito volta ao calendário no ano que vem). Atualmente meu pai, aos 83 anos, está aposentado dos microfones, mas ainda escreve uma coluna para o jornal “O Imparcial”, de Presidente Prudente, e faz um comentário diário (“O Positivo e o Negativo”) para a Rádio Cultura de Poços de Caldas.

E como eram charmosas, essas credenciais! Flavio Araújo é um mito do rádio, e é uma enorme honra receber uma mensagem de seu filho. Se puder, repasse a ele todo o apreço e respeito que tenho por sua carreira.

credencial_FA_Paul_Ricard_76 (1)

3 comentários

  1. Paulo Roberto Guedes disse:

    Flavio, espero que publique esta mensagem. Desculpe mas vou aproveitar o seu blog para enviar através do seu filho um abraço para o Flavio Araujo e para a Ivete que trabalharam com meu pai, Paulo Guedes que foi locutor comercial e apresentador de programas de auditorio na radio de Presidente Prudente no final da década de 50. Eu conheci o Flavio na Radio de Presidente Prudente quando tinha 5 anos, hoje tenho 65. Certamente ele não se lembra de mim mas do meu pai creio que ele se lembrará.

    • Silvio Américo disse:

      Primeiramente gostaria de agradecer ao Flavio Gomes pela gentileza na postagem no Blog, seu apreço foi transmitido ao meu pai seu xará, que ficou muito feliz. E ao Paulo Roberto, sim, meu Pai se lembra bem do seu, primeiramente em Prudente, e depois em São Paulo, aonde o Paulo Guedes atuou na Rádio Nacional.. Forte abraço a todos!

  2. Julius disse:

    Aeee…como eu escrevi antes…CREDENCIAIS SÃO O MÁXIMO! (nostalgia em mode ON)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>